domingo, 12 de setembro de 2010

ARGUMENTO PARA UM INTERVALO DIFERENTE

..
.
.
Na escola vive-se a azáfama do intervalo. Num cantinho do recinto do recreio, resguardado de outras brincadeiras, o Pedro escava na terra. De repente, após um gesto mais convicto, do buraco sai um pequeno raio de luz. Curioso, o Pedro escava com mais força. Mais um, dois, três golpes, e o brilho alastra a todo o recinto.
As brincadeiras param. Lentamente, num misto de curiosidade e desconfiança, os pequenos figurantes dirigem-se para o local da fonte luminosa. Então, qual filme animado, sete sorridentes formigas saltam do buraco e, a um sinal da líder, a do meio, iniciam uma coreografia hilliwoodesca, entoando em simultâneo:
..........É tempo de parar!
..........É tempo de folgar!
..........Vamos lá meninos
..........Não parem de saltar!
Depois, após um solo de sapateado da chefe, entoam em uníssono, de antenas em riste:
..........E quem não salta, não é da malta!
..........E quem não salta, não é da malta!
E toda a gente saltou, transformando o recreio numa festa ainda maior que o habitual.
A Teresa, a auxiliar, esfrega os olhos para acreditar no que está a ver. Estaria a sonhar?
Quando volta a olhar, os pequenos continuam a brincar como sempre fizeram: uns saltam à corda, outros jogam às apanhadas, outros à bola... Só o Pedro, no seu cantinho, continua a escavar o buraco, à procura não se sabe bem do quê.
.
.
Reedição
.
.

57 comentários:

  1. Da fantasia, ele estava atrás da fantasia, e essa nunca deveria ser tirada das crianças. Carinhosamente Óleo.

    ResponderEliminar
  2. O que haveria a mais por baixo dauquela terra todinha, além de simples formiguinhas?
    Curiosidade. Aí está a grandeza do ser humano despontada na criança em tenra idade.
    Enquanto outros buscavam a destruição, ele buscava a razão. Penso.

    Tenha um feliz domingo.

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  3. Lindíssimo! Gostei muito:o)
    He he he... A teresa passou pelas brasas e fez um sonho lindo:o)

    ***
    Beijos e um lindo domingo bem estrelado*******

    ResponderEliminar
  4. Adorei a tua história, fez-me lembrar os contos que antigamente se contavam ás crianças e as faziam sonhar, e mais ainda fez-me lembrar a mim própria,como o Pedro eu tinha dificuldade de brincar e sentava-me no recreio no meu próprio mundo procurando nem sei o quê
    Bj

    ResponderEliminar
  5. A curiosidade de uma criança, persegue sempre um brilhozinho qualquer, um verdadeiro chamamento à alegria da descoberta. É assim que ilumina tudo o que está à sua volta. Aos adultos, basta-lhes-ia não cederem à tentação de esfregar os olhos.

    Um beijinho pelo belíssimo texto.

    ResponderEliminar
  6. AC ,
    Lindo .

    E todos nós , uns mais que outros , temos um pouco de Pedro .
    E se não temos ... que pena .

    Um beijo

    ResponderEliminar
  7. Olá AC!

    Quando se é criança,de todos os prazeres que a vida então oferece o da descoberta é certamente aquele que mais nos encanta e prende os sentidos. E esse menino também queria descobrir, ainda que certamente não soubesse muito bem o quê ...

    Um abraço, bom domingo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  8. AC, lindo este conto, para início do ano lectivo!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. O Pedro é cientista ou poeta: vê beleza no imaginário.


    beijos, adoro os teus textos!

    ResponderEliminar
  10. Me fez voltar a infância ...

    BjO e um Domingo De Alegres Sorrisos.

    ResponderEliminar
  11. Oh!... Que lindo!

    Quando comecei a ler fiquei a pensar que era uma das minhas histórias para crianças. Chama-se "A formiga Maria e o que ela sabia" e fala também de formigas diferentes e de um menino solitário no recreio.


    Um beijo

    ResponderEliminar
  12. Tive muitas amiguinhas formigas na infância... :) Só quem é do interior sabe destes mundos encantados. Lindo texto. Beijo, Nydia.

    ResponderEliminar
  13. Pedros que nós somos...sempre cavando a luz... e tantas teresas esfregando os olhos na imcompreensão.

    Bonito este conto que incentiva a fantasia e a busca do sonho perdido.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Como é bom manter a infância dentro do coração enão esquecer nunca a magia de ser criança... Um abraço

    ResponderEliminar
  15. AC
    O puto sabia que se cavasse até ao outro lado do mundo, encontraria um mundo novo, como a Alice, porque neste, "quem não salta não é da malta"

    ResponderEliminar
  16. Boa noite AC,
    curiosidade e imaginação de criança, bem comum nos meninos da idade do Pedro.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  17. Olá AC
    Belissimo conto para este inicio de ano lectivo e não só! As crianças precisam de sonhar, fantasiar e trabalhar a imaginação... mas os adultos, precisam de voltarem a ser de novo crianças...para ganharem asas!!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  18. Espero que o Pedro encontre o que procura... :)
    Abraço!
    Ana

    ResponderEliminar
  19. Ac...
    Dizer que amei é pouco a d o r e i!
    Viajei nesse texto e foi muito profundo.
    As crianças têm muito disso e é normal, procurar entender as coisas a fundo é sabedoria.
    Descobrir, investigar, desvendar é da sua natureza.
    Você me fez lembrar um tempo em que lá no orfanato, agente tinha uma bolinha de gude, para deslizá-la em cima do lençol da cama, se ela rolasse até o chão estava bem arrumada e se não, arrumávamos outra vez,porque se não fizéssemos isso era castigo na certa.Heheh...
    Escondíamos a bolinha num cantinho do assoalho rsrssr...
    Nossa necessidade arrumou nossos medos hehehe...
    E naquele tempo eu tinha apenas cinco anos.


    Um beijo querido.
    Fernanda.

    ResponderEliminar
  20. A imagem da formiga está espectacular!
    E também eu me entusiasmei com a história...
    ... as formigas alegres, brincalhonas, falantes e saltitantes..., achei o máximo...
    E de repente a Teresa... rss... acordava de um sonho que sonhava de olhos abertos...

    Estou a adorar esta reedição das tuas histórias :)
    Beijo.

    ResponderEliminar
  21. Passamos a vida escavando buracos, porque bem lá no fundinho, a gente sempre deseja permanecer criança.

    Esse texto é de seu lado mais doce, e ainda não sei de qual deles gosto mais.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  22. Quando criança eu adorava observar as formigas e os caminhos que elas faziam, todo o grupo, a carregar folhinhas... Achava fantástico no quanto eram organizadas, enfim...

    Acho que Pedro ficará a escavar buracos por toda a vida, em busca de descobrir a si próprio.

    Lindo conto!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  23. ...E como se não bastasse, é também um
    fabulista de PRIMEIRA LINHA!
    PARABÉNS!!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Ah, que delícia ler algo assim...
    Viajei nesses contornos fabuloso.

    Encantada!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  25. ... essa é a melhor hora - a do recreio - e apreciar formigas é prazer de toda criança , elas nao entendem como um bichinho tão pequeno anda pra lá e pra cá.
    a mim também é estranho rs
    gostei do seu mini conto AC
    deixo abraços
    que a semana seja boa, tal qual os intervalos.

    ResponderEliminar
  26. rsrsr... uma gracinha de conto... Acho que Pedro sabia perfeitamente o que buscava... nós é que já esquecemos...
    Beijokas e uma linda semana.

    ResponderEliminar
  27. Crianças e imaginação só pode dar num texto inspirador.
    Quantas vezes em criança me refugiava num cantinho e sonhava...sonhava...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Quem estaria a sonhar o Pedro ou Teresa? Lindo conto.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  29. Oi AC, parabéns, texto fantástico!

    ResponderEliminar
  30. Quando tudo parece igual... nada melhor que a fantasia para tornar a vida mais interessante...


    Uma ótima semana para você...

    Abraços,

    Dany Ziroldo

    ResponderEliminar
  31. Agostinho,
    Não sei o que aconteceu mas comentei o teu texto que, como sempre, acho divinal e o comentário não apareceu.
    Perdeu actualidade, nesta altura, porque importava lembrar os Pedros que hoje iniciaram as aulas pela primeira vez.
    Não sei se foste ao almoço.
    Um grande abraço
    Caldeira

    ResponderEliminar
  32. Este Pedro tem um quê de Me Hate... Andamos todos na busca da luz... ainda que por vezes, amiude nos esqueçamos que, sombra também é luz... só está é um pouco tapada...

    Na busca... sempre!

    ResponderEliminar
  33. AC, que delícia! Adoro fábulas, e este olhar encantado sobre o símples do mundo, que as crianças tão bem sabem ter.

    beijos

    ResponderEliminar
  34. AC, que linda história, eu adorei!
    Beijos em teu coração e uma semana incrivel!

    ResponderEliminar
  35. Tudo pode ser diferente, basta ter imaginação, como o Pedro.

    Bjs*

    ResponderEliminar
  36. Olá, amigo!
    Passei para uma visitinha...
    Voltei a ser criança enquanto lia seu conto e fiquei imaginando o que havia por trás daquela luz... não pensei que fossem formigas... amei!!!
    Boa semana!
    Beijinhos.
    ♥Itabira
    Brasil♥♥

    ResponderEliminar
  37. AC

    para mim

    o melhor da escola, eram os recreios!

    agora

    é ler estes relatos da vida das formigas e dos meninos e

    da magia de ser pequeno, sendo grande

    e acreditar que ainda posso encontrar uma formiga "ant Z" com a voz de Woody Allen :))


    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  38. O mundo da criança é mágico, não tem fronteiras, é preciso muita sabedoria para ser como elas após o final da infância...
    Beijos

    ResponderEliminar
  39. AC

    Em Mimos&Selos(http://mimoseselos.blogspot.com/), deixei algo para si.

    Um Beijinho

    ResponderEliminar
  40. Ah, que doce! Crianças e suas luzes me fazem um bem enorme!

    Beijo.

    ℓυηα

    ResponderEliminar
  41. Ah! ,meu amigo , feliz o Pedro que habita em cada um de nós quando estamos sempre a procurar, encontrar e vê a luz ao nosso redor..Nas nossas atitudes, nos nossos relacionamentos ,no nosso trabalho, na natureza... Quão bela é a proposta contida nesta crônica com requintes de poesia. Beijos no coração.

    ResponderEliminar
  42. Então a minha formiguinha agora esta cansanda(rs), adorei a prosa, você ja observou um formigueiro? A harmonia que lá existe é fantastica. Bjs.

    ResponderEliminar
  43. Olá AC,
    Dizer que gostei, não chegaria...
    Senti-me sentada ao lado do Pedro, recomeçando uma busca interrompida há muito tempo...
    Espero que o Pedro encontre o seu "Q"
    (eu nunca encontrei...)

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  44. amo de paixão a literatura infantil... bom vir te conhecer! Encantada com a sensibilidade de teu texto Um belo dia.

    ResponderEliminar
  45. Que bom termos encontrado o Pedro. Gostei do momento de estupefacção dos meninos no recreio perante o raio de luz. Lembrei-me, de uma vez em que muito perto da minha escola, caiu um raio. Fez-se um silêncio tal, que parecia mágico. Ninguém se atrevia a quebrá-lo com medo, sei lá... do castigo divino. É que a advertência tinha sido mesmo ao lado! :))

    Muito bonito como começo de ano.
    Beijos
    MariaIvone

    ResponderEliminar
  46. a procura, sempre a procura como o `Pedrinho :)

    belíssimo personagem

    Beijos

    ResponderEliminar
  47. AC,
    Mais uma história repleta de ternura. Privando com crianças de forma constante, deve ter uma mão cheia de belos pormenores.
    Espero que o início do ano lectivo tenha corrido da melhor maneira.

    ResponderEliminar
  48. A beleza e fantasia do ser criança é incrível!!

    bjinhus...

    ResponderEliminar
  49. Seá o que tem neste buraco?
    com carinho MOnica
    E ele voltou pra aula?

    ResponderEliminar
  50. Lindo, AC. Nada mehor do que a ingenuidade e a pureza das crianças , não é AC? Sou como o Pedro, aprecio buraquinhos. É lá que as formiguinhas se escondem. Elas são fofinhas, extremamente sociais/sociáveis, vivem em grupo, são solidárias... [rs] Amei a ilustração.
    Quando sairá o livro infanti? Lance-o junto com o de poesias. Faço o lançamento aqui no Brasil, pode deixar.[rs]
    Um beijo poeta e escritor talentoso.

    ResponderEliminar
  51. Na idade do Pedro muitas vezes me refugiava no meu cantinho e sonhava e curiosamente muitas vezes os meus sonhos tomavam vida.
    Bjs

    ResponderEliminar
  52. É MUITO BOM FANTASIAR...IMAGINAR MIL E UMA COISAS...O PEDRO QUE O DIGA....:)

    BEIJO

    ResponderEliminar
  53. Ac ainda o que nos vale é a fantasia. Formiguinhas as eternas trabalhadoras!!!Beijinhos

    ResponderEliminar