quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O PESCADOR DE PÉROLAS

.Hélio Cunha, O Pescador de Pérolas
.
.
.
Quando descobriu a sua primeira pérola, a sensação foi de júbilo. Fruiu-a por uns tempos, e partiu em busca de mais.
À medida que as ia descobrindo, sentiu a necessidade de entender a sua formação. E começou a olhar as pérolas com outros olhos.
Diziam-lhe que se deveria contentar com o facto de as ir descobrindo, de agradecer a dádiva, de viver o presente. Mas, apesar de agradecer, não era essa a sua forma de o viver. Queria entender, perceber por inteiro. Queria ter acesso à melhor flor da criação: conhecer, ainda que num vislumbre, os fios com que fora tecida. Então sim, faria sentido dar corpo à cabana num qualquer lago, numa qualquer floresta imaginária, onde as estrelas o tratariam por tu.
.

..

Normalmente, quando confecciono este tipo de textos, a escrita surge de um só fôlego. São cinco minutos em frente do computador em que, após abrir a porta, as palavras saem conforme a circunstância. São textos, pois, em estado bruto, sem qualquer preocupação de coerência. Daí colocar-lhes a etiqueta "bloco de notas".
.
.

74 comentários:

  1. Olá AC,
    Ás vezes é bom fazer do mistério alimento...
    E dos segredos agasalho...
    Por vezes quando se sabe a origem de tudo, perde-se o interesse, ou parte dele.

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  2. AC, cada vez que te leio fico mais encantada... lindo texto!

    ResponderEliminar
  3. Há sempre uma pérola
    que se guarda
    na mais recôndita memória! :)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pelo talento e dom com as palavras!
    Eu sei como é.. quando agente começa e se emploga, o fluxo é continuo e satisfatório :)
    E as palavras simplesmente vem.
    As vezes parece não fazer sentido, mas quando postadas aqui, as pessoas entram, leiem e as vezes agente imagina que ninguem lê,mas SEMPRE tem alguem que lê.
    Parabéns!
    E realmente é assim: pessoas que gostam de crescer quando descobrem algo, nao param e se contentam com o limitado. Elas buscam o infinito para sempre :)

    Beiijo

    ResponderEliminar
  5. Belissimos escritos e imagens ....
    gosto de vir por aqui...;-)

    bjos

    ResponderEliminar
  6. E que é que não gosta de pérolas ?
    Elas fazem o encanto e uma história sempre nova em cada dia.
    Quantas pérolas será necessário encontrar para descobrir o seu verdadeiro valor...

    ResponderEliminar
  7. Ir à fundo do conhecimento e não ficar só no superficial, que bonito!

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  8. Olá AC!

    Mais do que que a mera posse, o que está por detrás do objecto possuido é por vezes a parte que mais nos fascina no mesmo, ou não fosse o homem um animal curioso por natureza.

    Um abraço.
    Vitor

    ResponderEliminar
  9. Achar tantas pérolas até que as estrelas o tratem por tu... Que belo texto!
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Gostava de ter um bloco de notas, assim.

    A perfeição como única meta aceitável na compreensão do mundo que nos rodeia. Não é fácil ser "irmão" das estrelas, mas tentar é já chegar muito perto.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  11. Nada como escrever em um só fôlego, conheço uma escritora, que diz "no primeiro momento eu cuspo". Eu gostaria de ter este fôlego ou cuspir palavras (rs). Beijos

    ResponderEliminar
  12. Esses são os momentos mais que perfeitos, são os que clamam da essência de nós, vêm directamente da alma, são os autênticos, os mais belos, sem maquilhagem.
    Está soberbo este apontamento do teu "bloco de notas" que és tu mesmo!
    Adorei, adorei!
    Acredito que tenha sido um momento extasiante!
    Ah, apetecia-me continuar a divagar, sobre este "apontamento" tão belo, mas tu sabes deste meu defeito que se chama "excessos", então fico por aqui!

    Adorei Ac!
    Foi das coisas mais lindas que escreveste!
    Apeteceu-me levá-lo comigo! É precioso! Precioso!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Waw! Intenso! Desejo de completude, de sorver, beber e devorar o belo, como se seu fosse, porque é... porque somos parte do todo, inda que neguemos ou ignoremos ou nem sintamos... "flor.esta em que se perde para se encontrar..."

    :)

    Muito bom, AC! Forte abraço!

    ResponderEliminar
  14. Todos nos temos perolas guardadas...em nossa memoria...no nosso coração...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  16. AC, essas são as pérolas da sua imaginação. Guarde-as a sete chaves. Mas não esqueça JAMAIS de dividí-las com seus leitores.
    Olha...quem ficou sem fôlego agora fui eu. Que lindo, que talento, não canso de dizer.

    Um beijo do Brasil pra você.

    ResponderEliminar
  17. Nossa quanta sensibilidade ao escrever, fico encantada com tudo que escreve e cada vez que passo por aqui também fico sem fôlego com seus textos!!!

    lindo texto...

    bjinhus...

    ResponderEliminar
  18. Gosto destas confecções de um só folêgo, talvez seja por isso que gosto tanto de aqui vir...que venham muitas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Oi , AC !

    Quanta magia nesse seu Bloco de Notas ...

    BjO.

    ResponderEliminar
  20. Vim agradecer as visitas e comentários sempre deixados em meu blog. E conhecer seu espaço, gostei bastante... voltarei mais vezes!!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  21. Oi AC...

    Lindo demais este texto...mas tem certos mistérios que melhor seria que continuassem a ser só mistérios...

    Adorei o titulo!

    bjos!!!!!!!

    Zil

    ResponderEliminar
  22. Querido AC...

    Nas entrelinhas está o segredo da pérola : ela é a doença da ostra.

    O ímpeto criador é um fluxo que não pode ser interrompido sob a pena de sossobrar.

    beijos.

    ResponderEliminar
  23. Mas então voce é escritora. Já nasceu para fazer a gente rir e chorar. Gostei muito. A pérola sempre nos faz ver a beleza de Deus mais de perto.
    com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  24. AC,que texto otimo!
    que contine sempre iluminada por DEUS ao escrever
    As pérolas sao perfeitas
    A pérola é pura e preciosa, porque é retirada de uma água lodosa, de uma concha grosseira, e surge tão bela, tão límpida.
    obrigada pelo canirho sempre no meu blog
    beijo com alegria

    ResponderEliminar
  25. AC,
    e tudo o que surge de rompante, num fôlego profundo de inspiração, resulta sempre muito bem!
    Gostei muito. Beijinho :-)

    ResponderEliminar
  26. E que beleza de bloco de notas.
    Lindo d+!
    Sempre acontece isso comigo, não consigo ficar sem texto na cabeça, e ás vezes nem tenho mais onde escrever, visto que abarroto papeis, agendas, e sa costas das mãos, até a sola do pé. hehehe...Acontece na sala de aula.
    Sei bem como é criar do jeito que escreves.
    Lindo poema, terno, sensível, delicado.
    Só podia vir de tua veia po´´etica, misturas e essência.

    Beijo AC.
    Fernanda.

    ResponderEliminar
  27. A ânsia de conhecer. O porquê das coisas e das circunstâncias fascinam todo o ser pensante.
    Sendo importante TER mais significativo é entender o como e o porquê. A falta desta reflexão faz com que muita gente se esqueça da relevância de saber ESTAR.
    Um belíssimo texto em apenas cinco minutos inserido num bloco de notas.
    Um abraço
    Caldeira

    ResponderEliminar
  28. A pérola é o proprio mistério - acochegadinha ,bem fechada esconde o segredo da beleza e do poder.
    Descobrir esses segredos que a natureza no coloca a frente em muitos momentos é questionar a criação.
    Vale tentar!
    abraços AC

    ResponderEliminar
  29. Só quem não sabe como a inspiração pode ser caprichosa... é que não entenderá que muitas vezes se escreve ao "correr da pena", sem pruridos de "politicamente correcto"...
    São ideias que nos acodem ao pensamento e têm que ser logo, logo, passados ao papel (neste caso ao pc...)
    Mas mesmo sem estar burilado, gostei muito do texto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  30. AC

    sábio o pescador de pérolas!

    quem vai ao fundo do mar
    dificilmente se contenta com a forma das coisas

    deseja mais

    como a resposta das estrelas

    e a seguir, AC
    escreva a história da cabana e do lago!

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  31. Muito encantada pelo doce texto.

    bjs
    Insana

    ResponderEliminar
  32. AC ,
    lindíssimo este texto .

    Querer chegar ao entendimento perfeito , para depois sermos capazes de conversar com o mesmo pó de que somos feitos , devia ser a nossa única luta ...
    Um beijo ,
    Maria

    ResponderEliminar
  33. AC

    As verdadeiras pérolas são descobertas assim, de um fôlego só.
    Perceber os fios com que foi tecida… esse é o verdadeiro privilégio!
    E não é que esta fala da essência, a alma de todas as coisas?

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  34. querer viver o presente é o primeiro passo para perceber que já se vive - e então ir percorrendo cada pérola na pescaria de cada preciosidade que encontramos pela vida

    Beijos!

    PS: Adorei a estória, a imagem e escrever isso de uma vez só - dá-lhe talento!

    ResponderEliminar
  35. .

    . queria, tão somente ou a.penas ir à húmis profundidade do húmus, onde é possível então serenar .

    .

    . abraço .

    .

    ResponderEliminar
  36. ÉS UM FELIZARDO AC... GOSTARIA DE TER UMA INSPIRAÇÃO DESSAS...EM ESTADO BRUTO, CRISTALINO... SEM DEMORAS ....É PURO TALENTO...NÃO TEM OUTRO NOME...
    COMPREENDO O PESCADOR DE PÉROLAS...PORQUE EU ERA ASSIM EM PEQUENA, MOSTRAVAM-ME ,DAVAM-ME COISAS E EU INSATISFEITA QUESTIONAVA OS PORQUÊS...E ISSO IRRITAVA AS PESSOAS PORQUE NÃO QUERIAM,NÃO SABIAM OU NÃO LHES CONVINHA RESPONDER...
    ATÉ QUE DESISTI DE PERGUNTAR E EU MESMA FUI A OUTRAS FONTES PROCURAR AS RESPOSTAS...:)

    BEIJO GRANDE

    ResponderEliminar
  37. Um bloco de notas no qual encontras pérolas...

    Quem dera ter um igual.

    Um lindo, delicioso pequeno conto "O pescador de pérolas". Que venham mais, tais e quais... Invejável intimidade com as estrelas depois de descobrir o segredo das pérolas.

    Beijocas, AC. Primorosas suas visitas e seus comentários.

    ResponderEliminar
  38. "Notas" que são Pérolas! Continue a desvendá-las para si e para nós!
    Abraço

    ResponderEliminar
  39. A pérola tem seu tempo para ficar bela, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderEliminar
  40. Gostei imensamente. É uma grande metáfora.

    ResponderEliminar
  41. Também escrevo assim derrubando palavras pelos dedos.
    Parece que as muitas possibilidades de um símbolo surgem mais fortes. Entendi as suas pérolas como mulheres raras a despertar no narrador um enorme desejo de colecioná-las. Provavelmente, não tem nada a ver com a sua intenção, mas, por isso, prova o quanto é rico o seu texto.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  42. Os textos que saem assim, de repente, são os que melhor mostram a alma de quem os escreve...

    e que belo é este texto...conhecer o Universo com verdadeira consciencia de ser parte da sua essência.

    Um beijo AC

    ResponderEliminar
  43. Olá AC, muito bonito este seu texto.
    Bom fim de seman

    ResponderEliminar
  44. Esses seus textos um dia virará bloco de um livro e o farei blocos de leitura noturna ao lado cabeceira da cama...

    ResponderEliminar
  45. Serei eu pétala,ou pérola ? serei beleza delicada... ou uma mistura? Quem sabe. Desde que produza leveza!

    ResponderEliminar
  46. geralmente esses textos escritos da maneira como disse, são os melhores, e a prova disso é este texto excelente que aqui nos dá a partilhar.

    um beijo de maresia

    ResponderEliminar
  47. Maravilha...É exatamente este amálgama de palavras em forma bruta, que brota jorrando beleza, que transmuta-se nesta pérola cultivada no infinito lago profundo da tua mente criativa. Puro deleite! Amei.
    beijos no coração, poeta.

    ResponderEliminar
  48. Se toda a pérola nasce da ferida, será a dor então, uma descoberta positiva e com a qual nos devemos alegrar?

    Julgo que sim, porque como à noite segue o dia, da dor, antevemos a clareza e felicidade que surgirá... E então, enganava-me quando pensava que a acção humana apenas tinha 2 finalidades: a de nos fazer felizes ou infelizes.

    Afinal da acção humano decorrem sempre os dois movimentos antagónicos que, de uma forma incomum se pertencem e complementam...

    A vida, nós... somos, como sempre a hiperbole humana da dicotomia.

    E que bom assim sermos.

    ResponderEliminar
  49. Belíssimo!

    O ser humano é bem assim mesmo, curioso por natureza...o que acho muito bom!


    bjs

    ResponderEliminar
  50. A melhor forma de conhecer não é através da Razão nem do sentido...

    Lindo bloco de notas! Para mim muito mais um bloco de sentimentos!

    BEIJO GRANDE!!!

    ResponderEliminar
  51. Excelente, AC. Mesmo sem maior elaboração, "em estado bruto" como você diz. Os sentidos se enlaçam e falam ao leitor.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  52. E fá-lo muito bem, AC. São pérolas :)

    ResponderEliminar
  53. Ola AC.
    Obrigado pelo carinho da visita, ao tentar retribuir encontro essa pérola de blog.


    Bjs
    Mah

    ResponderEliminar
  54. Puríssima inspiração.
    O texto que te chega formado e pronto,
    apenas entregue na caixa de tua consciência.

    Sempre muito lindos e profundos..

    Mta paz

    bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  55. Um bandeirante, será?? Tem que ser bravo, guerreiro para mais do que ter uma pérola, apreciar, valorizar, procede? Aguardo sua visita em meu blog. Beijos!!!

    João Lenjob.

    ResponderEliminar
  56. Pois que "inveja" que eu tenho desse bloco de notas. Pudera eu ter um assim....

    ResponderEliminar
  57. Se só em 5 minutos escreve uma pérola assim, o que fará com mais tempo, decerto um belo colar :-)
    Guarde bem esta sua pérola pois é muito preciosa.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  58. Que surjam sempre muitas delas para que eu possa ter o deleite de lê-lo assim tão único.

    Pois é, mas já estou melhorando. Obrigada meu querido por teu carinho. Tuas palavras são remédio, sem dúvida!!

    Beijão

    ResponderEliminar
  59. Para um poeta- escreveu Júlio Verne - uma pérola é uma lágrima do mar!
    Para um escritor- digo eu -as palavras são rios que jamais se pode deter...aberto o dique e independentemente da sua vontade, elas saltam com toda a fluidez...com o mesmo ritmo do bater do coraçáo...Tu és o pescador nesse rio... Serão pérolas...serão estrelas? Será muito mais...
    E nas tuas palavras, lanças uma ponte sobre esse rio...onde os outros vêm beber o sabor de tantos dias...
    Beijo amigo
    Graça

    ResponderEliminar
  60. Pois é, a curiosidade move o mundo e alarga o conhecimento.
    Gosto muito do que escreve, gostei de saber como o faz.

    Beijos
    MariaIvone

    ResponderEliminar
  61. E que bloco de notas né amigo...?
    Poxa!
    De-me a honra de sua visita em meu humilde blog?
    passe, espie...comente...e critique se for o caso!
    Ficarei imensamente feliz!
    bjão

    ResponderEliminar
  62. Que lindo essa profundidade!
    Beijosssssss e um maravilhoso final de semana

    ResponderEliminar
  63. Todos desejamos construir o nosso baú de tesouros.
    Um beijo :)

    ResponderEliminar
  64. Excelente texto. O podermos ir sempre aumentando o nosso conhecimento é algo fabuloso.
    "O conhecimento é o processo de acumular dados; a sabedoria reside na sua simplificação." (Martin H. Fischer)
    Bom fim de semana
    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  65. Que imesa alegria senti ao conhecer esse espaço,
    Tens uma escrita que nós segura a atenção...Parabéns pelo dom....
    te sigo com carinho
    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  66. Sentir-se parte desse todo naturalmente mágico...

    Texto encantador.

    Bjs e inté!

    ResponderEliminar
  67. Eu tenho um defeito muito grande: não consigo perceber nada se não souber de onde e como se formou. A mentira é algo que me faz interrogar imenso. Não compreendo como alguém "são" consegue enveredar pela mentira tendo a noção que os outros são seres racionais, não são burros. Enfim...lindo texto. Beijinhos

    ResponderEliminar
  68. ...também gosto de desatar a escrita.
    muito lindo este texto. Obrigada pelas palavras.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  69. Acontece muito isso comigo, às vezes, aliás, quase sempre, sento em frente ao computador com pretensões de postar alguma coisa,e na hora as palavras saem de forma espontânea. Adorei. E obrigada pelas visitas e pelos comentários que vc sempre deixa no blog.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  70. Sei como são estes momentos mágicos em que a escrita entra na folha em branco sem pedir licença. Não há como travar as letras que se entrelaçam em frases, tantas vezes plenas de sentidos. E o melhor é respeitar a vontade delas, sem maquilhagens...

    Adorei!

    Beijinho*

    ResponderEliminar