domingo, 2 de janeiro de 2011

SINAL

.Imagem tirada da net
.
.
.
Aproximou-se, com ar de quem sabe o que está a fazer, e levantou a frágil tampa. Lá dentro, no meio dos detritos da abundância, uma ideia desprezada debatia-se, inconformada com a inevitabilidade dos tempos.
Pegou numa velha vassoura e varreu a zona contígua ao contentor, fazendo dele a estrela do beco. Sempre com ar convicto, apanhou uma placa, virou-a e escreveu algumas palavras. Depois de a colocar de modo a nela incidir a luz do candeeiro, afastou-se do local.
Quando os almeidas saltaram do camião para recolher o lixo, depararam com a placa onde, em letras gravadas a fogo, se podia ler: "AQUI AGONIZA O ESPÍRITO DE NATAL".
Naquela noite, no desconcertante beco, o lixo ficou por recolher.
.
.
.

120 comentários:

  1. Uma visão que nos atormenta. Há que fazer algo e já.

    ResponderEliminar
  2. AC, agradeço as palavras descritas no @narede, confesso que conheço o INTERIORIDADES desde tenra idade. Mas enfim, que 2011 seja luz em nossas vidas e que tudo esteja garantido a dar certo!
    Parabéns pela 1º prosa do ano, pelo visto vc veio inspirado!

    Saúde e Paz!

    ResponderEliminar
  3. AC,


    Desconcertante e belo seu texto ...


    BjO!

    ResponderEliminar
  4. É querido amigo...creio que infelizmente pra muitos o verdadeiro espírito de Natal agoniza em seus corações, pois estão muito mais preocupados com exageros alimentares, roupas pra ocasião, presentes...superficialidades... e esquecem que Natal é amor...é amor é para todos os dias...

    Doce domingo amigo...beijinhos...

    ResponderEliminar
  5. Amigo, nossa! Arrepiei-me diante da profundidade e veracidade do seu texto! Sempre te aplaudindo e enviando bons fluídos e carinhos pra ti... Bjsss

    ResponderEliminar
  6. Fiquei feliz por finalmente receber um elogio sobre meu trabalho. Muito obrigada!

    Que 2011 seja motivo de muitas e muitas lindas inspirações em sua vida, fora e dentro da poesia.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  7. Sempre surpreendente, doce e contundente, até roubar a respiração...
    ... te abraço AC.
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  8. Seus textos sempre tratam de uma forma belíssima de realidades!Infelizmente, o espírito de Natal está sendo substituído...

    Abraço e um feliz 2011!

    ResponderEliminar
  9. Olá meu querido,como passou de Ano Novo?
    Gostei muito do seu texto,os reflito por demais e penso nas condições desprezíveis que nos envolvem.
    Parabénsssssssssssssssssssssss.
    Vim agradecer a visita e deixar um beijo carinhoso.

    ResponderEliminar
  10. Intenso como tudo que agoniza. Vou repetir aqui o que tenho observado em alguns belos escritos com os quais me deparo nessa instigante blogosfera:
    " belo passeio pelas metáforas". Uma característica dos grandes escritores.Parabéns!!!
    Beijo, AC.:)

    ResponderEliminar
  11. muito forte e infelizmente verdadeiro, que esse espírito de natal que devia permanecer nos nossos corações todo o ano não se apague
    beijinhos de bom ano

    ResponderEliminar
  12. Agonizante, só de ler...
    Espero que este 'espírito' possa ser transformado em algo fascinante e especial...

    Um beijo querido.

    ResponderEliminar
  13. Quedo-me desconcertada diante da verdade encerrada na placa grafada a fogo... Fico triste...
    Um bj querido amigo

    ResponderEliminar
  14. Preocupante, sobretudo perante os tempos que se aproximam...

    ResponderEliminar
  15. um texto diferente com uma mensagem profunda e verdadeira.

    um beij

    ResponderEliminar
  16. e perante o sinal fechado
    o homem resmungou

    leu a placa, riu-se "ainda há, quem tenha sentido de humor..."

    no meio do lixo, o espírito esbracejava, mas o homem não podia vê-lo, pressentia-o apenas

    e pegou em sete folhas de papel rasgado, três caixas de cartão, uma jarra partida, uma boneca a quem faltava um pé

    e fez uma obra de arte!

    para si AC! pelo seu humor negro, o meu humor reconstruído

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. AC....

    Minha admiração!!!

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderEliminar
  19. AC
    Esta é uma realidade, apenas e como sempre o meu amigo consegue nos dizer com belas palavras algo tão triste.

    Beijo

    ResponderEliminar
  20. ✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

    "Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

    Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

    Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

    Bjuxx e xeroo

    Juliana Carla
    brailledalma.blogspot.com

    Ps.: Você foi muito companheiro em 2010! Obrigada por compartilhar suas palavras. Espero que neste novo ano eu esteja mais presente em sua vida. O meu tempo anda curto. Sinto muito amigo. Que Jesus lhe abençoe! Você é especial

    ResponderEliminar
  21. Olá AC,
    Porque em mim morre, quando nos outros nasce...e rescuscita...quando nos outros morre...

    Feliz 2011 para si!

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  22. Olá, AC!

    O espírito que vai faltando sob a forma do muito desperdício que vai sobrando; sinal dos tempos, quase vez mais dedicados aos deuses do consumo...aqui lindamente, como já nos habituámos.
    Bom Novo Ano.
    um abraço amigo

    ResponderEliminar
  23. Correcção ao comentário anterior.

    "aqui lindamente dito," queria eu dizer.
    Vitor

    ResponderEliminar
  24. Pode ser que renasça...a vida prega-nos partidas para nos forçar a repensá-la.

    ResponderEliminar
  25. Olá carissimo como foi as festas espero tnha sido tudo de bom. O texto realmente é forte e intenso.
    bjs

    ResponderEliminar
  26. AC

    Também eu passei por lá e vi o mesmo e senti igual!
    Ano após ano tudo se repete e, lamentavelmente, hibernam de novo as consciências...
    até quando?

    Um abraço

    ResponderEliminar
  27. Ano novo, atitude nova?

    Vejo crítica social ou é de mim?

    Gostei! Mas olha que os culpados não vão entender...Nem ligar...:)

    ResponderEliminar
  28. AC,
    Como me fez lembrar de um fato que aconteceu comigo no dia 31 à tarde ... o quadro era exatamente esse ...

    Passando por uma rua em que há belas casas muradas, eu acabara de ver sacos pela metade de alimentos, feijão e arroz, não acreditei, logo à frente, um carro com uma "senhora" "luxuosa" a desembarcar alguns pratos para a festa, logo ao me ver a recepcionista, logo foi falando, como que se desculpando e falando que o ano novo estava a ser bom,a moça era simples, mais sensível, comentei que acabara de ver os sacos com comida jogadas no chão, ela me perguntou onde estavam, e que no dia anterior,haviam mendigos que estavam a fuçar o lixo...
    subtilmente eu respondi que se ao menos eles tivessem onde cozinhar até que estaria bem...

    Despediu-se me desejando um Feliz Ano Novo e eu a ela...

    Feliz Ano Novo para todos Nós !!!

    Beijo :-)

    ResponderEliminar
  29. AC,
    Fortes palavras..
    beijos de um 2011 de luz e paz.

    ResponderEliminar
  30. AC querido, que texto forte e desconcertante! Ler-te é mergulhar em si o tempo todo.
    Bjooo

    ResponderEliminar
  31. Infelizmente, o espirito natalicio tem sido tratado como lixo...
    Hoje de tarde vi um filme na TV cujo titulo foi: "o dia em que a Terra parou". Nada de especial o filme, mas algo que lá disseram fez-me pensar... Era mais ou menos isto: O Homem só muda no limite da sua última oportunidade...
    Será que teremos de chegar a esse limite para algo mudar em nós???
    Esperemos que não.
    Abraço e tem sido um prazer trocar palavras consigo na blogoesfera.

    ResponderEliminar
  32. AC, eu nem sei mais o que dizer quando te leio, que o que tu escreves é tão incrível, mas tão incrível, que deveria sair daqui e se expandir também para o mundo de papel. beijos :)

    ResponderEliminar
  33. AC, excelente texto!
    Infelismente essa é uma verdade nua e crua, que nada dignifica o Homem.

    Um abraço e Bom Ano Novo

    ResponderEliminar
  34. É verdade. Também um dia escrevi sobre o amontoado de lixo que fica a seguir a um Natal que transformaram em consumismo.
    Gostei muito do texto. Parabéns!
    E obrigada pelas palavras amáveis e reconfortantes, no linhas

    ResponderEliminar
  35. Um espírito de Natal agonizante... sim, cada vez mais: sim.
    Mas que em nós não se acabe a esperança!

    Um 2011 de espírito renovado!

    Bjos

    ResponderEliminar
  36. AC,
    Parabéns pelo texto pertinente que anuncia o consumismo natalício. Muito bom!

    Bom Ano Novo!

    ResponderEliminar
  37. Uma tristeza e um grande frio que nos aperta a alma e o coração.....
    Adorei....
    Obrigada pela visita....
    Bom Ano....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  38. Belíssimo texto, para abanar consciências.
    E é tão fácil passar o Natal com o mínimo, mas como diz a Maria João, passados 365 dias tudo se repete.

    Beijos AC e que 2011 seja um ano de consciência sempre alerta, :) e Feliz.

    Branca

    ResponderEliminar
  39. O melhor texto natalino que li em anos, AC.

    Abraços

    ResponderEliminar
  40. acho que só por ter ao meu lado o lindo "olhar" de minha pequena menina de 6 anos é que não compartilho desse aspecto do Natal... sei que existe, que é perturbador, mas tenho visto o lado de lá... o dos amores e dos afetos...

    belo texto, como sempre !

    beijo e salve 2011 !!!

    ResponderEliminar
  41. As minhas palavras ficaram desconsertadas...

    Mas eu fico aqui a te admirar, seempre!!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  42. Deu para ler e....reflectir.

    VIM DESEJAR UM feliz ANO DE 2011
    que a Saúde seja o prato principal...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  43. Houve tempos em que o Natal era recebido com encantos, tempo de sonhos, quando se ainda pensava em construções...
    Isto jamais deveria deixar de existir nos corações do mundo, mas... ocorrências vão surgindo, nos tornando descrente, como seres frágeis, ainda que somos...
    E quando vamos percebendo que nada nos pertence de fato e que tudo se trata de apenas um momento,
    a gente tenta na força se dobrar, compreender e aceitar... então as festanças vão deixando de ter aquele brilho interesseiro e a gente se posta no silêncio, pedindo aos céus Paz na terra aos homens de boa vontade...
    Alguns ainda pasma sob um instante derradeiro, revoltado e rebelde, mas a seu tempo, haverá tbém de aceitar compreendendo que o natal não é feito somente de sonhos e desejos, mas uma razão a mais para se amar...

    Belíssima postagem meu amigo,
    postagem que admiro por encanto
    da facilidade com que desenvolves as tuas
    nuances tão implicitamente...
    De fato sois grande em sua interioridade...

    Feliz 2011 pra ti e os teus

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  44. Fiquei sem palavras.

    Um enorme abraço, o primeiro de 2011.

    ResponderEliminar
  45. Conto surpreendente, embora a situação em si seja previsível. Todos os anos, há uma esperança que se regenera, mas que acaba por ser gorada...
    Bjsss e um excelente 2011 para si!
    Madalena

    ResponderEliminar
  46. AC, querido, que texto forte! É desses textos que a gente lê e não consegue mais esquecer, pq mexe com a gente, lá no mais profundo de nossa alma.

    Um grande abraço, poeta! :)

    ResponderEliminar
  47. "Todas as coisas apropriadas ao abandono me religam a Deus.
    Senhor, eu tenho orgulho do imprestável!

    (O abandono me protege.)"

    Manoel de Barros

    Comovente prosa poética, AC!
    Andamos nos perdendo em tantos lixos..

    Abraços!!

    ResponderEliminar
  48. senti um arrepio de solidão em suas palavras

    beijos cintilantes

    ResponderEliminar
  49. pra isso somos presenteados com mãos, braços e pernas - para agir :)

    beijos

    ResponderEliminar
  50. Forte, profundo, meu amigo, só depende de nós para que esse espirito não agonize mais,,,encontre sua verdade,,,sua essencia...abraços fraternos de primeira semana pra ti.

    ResponderEliminar
  51. Um belo e desconcertante texto...
    Um bom Ano.

    ResponderEliminar
  52. Bom Dia
    Este ano o natal caiu exatamente no sábado, dia de silenciar e meditar sobre tudo que se fez ou deixou de fazer como pessoas em processo de crescimento, e é desta forma que tenho o natal pra mim o momento de silenciar meu eu pra deixar o eu Divino falar.
    A prática do nascimento de Jesus é feita durante o ano todo e no dia se a serenar consciência e compartilha a felicidade espiritual.
    Bem sou otimista e acredito na humanidade de ainda ser melhor o mundo.
    AC grata por teu carinho prestado por mim nestes dias que se passaram.
    A vc um Feliz Ano Novo.
    Bjinhos.

    ResponderEliminar
  53. Que em 2011 seus projetos se realizem e os novos objetivos sejam alcançados. Pedir consciência humana é um desafio para que o Planeta seja respeitado, os direitos humanos sejam usados também para as vitimas e não só para os criminosos, que a violência diminua, que a educação nas escolas se torne prioridade para que possamos ter um Mundo melhor. Que a vontade de fazer o bem prevaleça, sempre...

    ResponderEliminar
  54. Quanta verdade.
    O espirito de Natal agoniza diante do consumismo desenfrado que toma cada vez mais o seu lugar....
    Será que ainda conseguiremos resgata-lo?
    Eu prefiro ainda ser um Dom Quixote a lutar contra os moinhos do marketing e do money.

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  55. A.C. triste pois é verdadeiro.um abraço

    ResponderEliminar
  56. AC!

    Quanta verdade!
    Belíssimo texto, parabéns.

    ResponderEliminar
  57. Maravilhosamente lindo e desconcertante!
    Bjs

    ResponderEliminar
  58. Ótimo texto, faz-nos lembrar que o natal além de ser uma festa pagã é um meio de consumo Explorador e constrangedor, enquanto uns comemoram, outros choram esperando um “papai Noel” que nunca vem, ferindo o coração de crianças pobres.

    ResponderEliminar
  59. Nem morta que eu falo,eu vou levar para o túmulo rsrsrsrsrsr.
    Obrigado pelo carinho da sua visita.
    Beijokas mil.

    ResponderEliminar
  60. Oi AC...

    Seu texto me deixou sem palavras....

    Bjos ... meu carinho e admiração sempre!!!!

    Zil

    ResponderEliminar
  61. AC,

    Que texto lindo! E, que realidade triste...! É realmente triste se ver o espírito de Natal agonizar, ano após ano... Pelo menos pra mim.
    Quem sabe isso não significará, futuramente, um retorno às origens, à essência do verdadeiro espírito de Natal? Quem sabe...

    Um beijo

    Carla

    ResponderEliminar
  62. Que venha 2011, pois
    Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
    Será ano Impar unilateral
    Será o ano do Coelho multiplicador

    Plante a semente da vontade
    Regue com o dose desejo
    E terá bons frutos para colher..

    Um feliz 2011 da Insana

    OBS desculpe a ausência nas festas..

    ResponderEliminar
  63. Bom!... Genial!
    Pelo que tem de real e de agressivo.


    Um beijo

    ResponderEliminar
  64. Agostinhamigo

    Texto milimetricamente brilhante. Uma escrita carregada de ideias, intenções e de soluções literárias enormes. Como amante da prosa, tenho, forçosamente, que admirar esta. A roçar o sublime. «Pegou numa velha vassoura e varreu a zona contígua ao contentor, fazendo dele a estrela do beco» é das coisas mais bonitas que tenho lido. Muito obrigado por esta oferta de Ano Novo. Oxalá este fosse como ela e a merecesse. Veremos no que isto vai dar...

    Abs

    ResponderEliminar
  65. Sinais dos tempos em que os os homens do lixo já não se reconhecem como "Almeidas".
    Quantos Natais terão que vir, para que o seu espirito deixe de agonizar nos caixotes do lixo, e se perpetue ao longo do ano?

    Abraço

    ResponderEliminar
  66. AC e seus textos fortes, arrepiantes, que nos tocam a alma, nos balançam, nos sacodem...
    Sensacional!!!
    Lindo 2011 para você!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  67. Que forte, AC... E que verdadeiro! Amo tudo isso aqui, bem sabes!

    Me dará o prazer de postar algo teu no meu Relicário? Depois que mudei o link acho que você ainda não foi lá... Por favor visite quando puder, embora saiba que você acompanha muitos blogs. Adoraria que conhecesse.

    Beijos!

    http://coisinhasalheias.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  68. Agostinho,
    Magníficas palavras. Magnífica imagem. Magnífica mensagem. Será para isto que se comemora o Nascimento de Jesus? O Natal não terá de ser muito mais do que este desperdício?
    Adorei ler-te, como sempre, aliás. É uma obra prima em poucas palavras.
    Um abraço muito amigo.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  69. Sem palavras
    Mudei de link, apenas de link
    http://www.escrivaninhadamichellecristal.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  70. Texto perfeito!

    Isso é muito sério...
    Espero sinceramente que um dia essa relaidade possa ser modificada... Que o amor contagie e irradie, não só no natal, mas que perdure todo o ano.

    Beijo,

    um ótimo início de semana e um 2011 excelente!

    ResponderEliminar
  71. Texto gritante realmente.

    O consumismo que abafa a voz verdadeira do natal.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  72. e o natal já não é mais como era antigamente...

    ResponderEliminar
  73. Oi AC, teu texto nos leva a refletir sobre o que é e o que significa o natal para cada um de nós. Adorei, perfeito! bjsss

    ResponderEliminar
  74. AC,

    Te relendo e desejando um
    Dia Feliz ... :)


    Bjo.

    ResponderEliminar
  75. Pois é, o espírito natalino sucumbe ao horário comercial...e não só.

    Um beijo, feliz ano novo!

    ℓυηα

    ResponderEliminar
  76. Amigo,
    agradecendo suas gentis palavras e desejando que o verdadeiro espírito natalino possa nos frear nos desperdícios da vida.
    Belíssima crônica, por sinal, como sempre nos presenteando com seus textos.Que bom!
    Beijos

    ResponderEliminar
  77. Amigo, passando e deixando carinhos pra ti... Bjsss

    ResponderEliminar
  78. Meu caro Agostinho
    Este texto fez-me lembrar um email que recebi ontem, que relatava (e realçava) a "caridade" de um «senhor» indo entregar um embrulho de roupa usada (talvez um dos seus 200 fatos Armani...) aos pobrezinhos, acto ao qual compareceu a televisão, reportando.
    É, o espírito de Natal está mesmo agonizante.

    Pois que não agonize a nossa amizade, que floresceu no ano transacto, e vai (re)florescer neste 2011, assim nós queiramos. E queremos, não é verdade?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  79. Alguém teve coragem de escrever o que eu penso.
    Até a palavra é correta: agoniza. O espirito natalino não morreu de todo, mas cada a cada ano perde-se um pouco...
    Beijos

    ResponderEliminar
  80. Palavras certeiras, num alvo tão real! Adorei.

    Um beijo de boa noite.

    ResponderEliminar
  81. Tua escrita é forte, é contundente e, ao mesmo tempo, envolvente. Retratas com talento uma triste realdade.
    Abraços,

    ResponderEliminar
  82. Caro AC,
    Eu é que agradeço, sensibilizada, a delicadeza das suas palavras e a generosidade das suas partilhas, como mais uma vez aqui fica demonstrado. Votos reiterados de um ano verdadeiramente compensador.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  83. AC, amigo: difícil "dizer" seja o que for, ante a realidade dramática do quadro, sem dúvida mas, igualmente, a sensibilidade crítica com que é tratada neste texto!
    Caberá a cada um de nós "ler" atentamente essa mensagem e, dentro do possível, algo fazer para alterar tal situação.
    Abraço

    ResponderEliminar
  84. Teu texto é muito bom, Agostinho. Mas "o espírito
    do natal", evaporou-se há muitos anos! Talvez esteja em outra galáxia, quem sabe...!?

    beijo :)

    ResponderEliminar
  85. Olá amigo, como passou de ano?

    Vim convida-lo a visitar meu Hanukká, estou voltando com uma linda postagem.
    http://hanukkalado.blogspot.com

    Feliz ano novo, bjinhos.

    Para Meditação:

    "Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor". I Cor. 13:13

    ResponderEliminar
  86. Olá, amigo!
    Agradeço por estar sempre presente em meu espaço,
    Desejo de coração que o Menino Jesus, ilumine a ti e aos seus amigos e familiares, co a luz do AMOR, SAÚDE, PAZ e muito sucesso.....
    FELIZ 2011.....

    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  87. oferto a vc, que me é tão querido, o meu mais significativo silêncio.

    Bj grande, de admiração!

    ResponderEliminar
  88. AMIGOOOOOOOOOOOOOOO AC

    Trago meu Rabisco em troca de suas gentis
    Palavras .
    ___________________
    Passadas as festividades
    O Novo Ano se Apresenta
    Com vitalidade
    Vamos arregaçar mangas
    Usando a Sensibilidade
    que as cores tenham
    Tons de Irmandade
    Pois acredito
    Na Fraternidade
    e se pintar a adversidade,
    busquemos mesmo assim
    A sinceridade,
    confiabilidade e afabilidade
    Juntos de mãos dadas
    Em quaLquer idade!!!

    Ana piaia

    BOMMMMMMMMMMMMMMMM
    DIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!

    bjs*Bjs

    ResponderEliminar
  89. AC
    Vim agradecer o seu comentário e conhecer o seu cantinho.
    Virei te visitar mais vezes.
    Notei que estás muito perto da "minha terra".
    Uma parte da família está entre Viseu, Tondela, Nelas, Carregal do Sal, e por aí afora.
    Gratidão

    ResponderEliminar
  90. Realmente teu texto é inusitado; porém invoca-me lembranças de noites ao candeeiro de querosene nas leituras infantis - meu pai a dizer: _ Vais ficar cega, menina! E hoje enxergo tantos sentimentos nas palavras...

    Um cheiro e bom dia. Teresa.

    ResponderEliminar
  91. Que coincidência amigo, eu inseri Sinais e o amigo Sinal, embora o assunto seja totalmente
    diferente. Obrigada pelo seu comentário com
    o qual concordo em absoluto. Mas quase sempre,
    a percepção é tarde demais.
    Beijo/Irene

    ResponderEliminar
  92. Um belissimo dia pra ti meu amigo,,,paz e poesia sempre...abraços.

    ResponderEliminar
  93. Gostei muito.

    O natal é um tormento para mim.

    ResponderEliminar
  94. E agoniza em muitos outros lugares também há muito tempo, acho até que já esteja para morrer - à mingua. Excelente o teu texto - como sempre.

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  95. Mais do que um texto, uma profunda reflexão.
    Como sempre gosto do que escreve.

    beijinhos e bom ANO!

    ResponderEliminar
  96. Uiuiui that beautiful!
    a huge kiss.Happy new year dear.DDDDD

    ResponderEliminar
  97. Simplesmente MARAVILHOSO!!!Parabéns! abraços,chica

    ResponderEliminar
  98. Oi, amigo!
    Desconcertada também fiquei...
    Bjs.

    ResponderEliminar
  99. Ac
    Será que o espirito de natal foi embora?
    Eu espero que não, sinceramente.
    Com carinho Monica

    ResponderEliminar
  100. VIREI LER-TE...OBRIGADA PELAS MENSAGENS...FAZ MARCHA ATRÁS ATÉ À ILUSÃO...:)))

    BEIJO

    ResponderEliminar
  101. Esta semana o papa estava dizendo que precisamos resgatar o espírito do Natal...

    Sabemos que, para muitas pessoas, o Natal é o dia mais triste do ano (e não era pra ser!!!)

    Na minha família, a data é comemorada como o aniversário de Jesus, e esse ano com direito a "parabéns pra você", bolo e vela, que foi soprada pela minha netinha, após dar um beijo no Menino Jesus que estava ao lado.

    Temos que fazer a nossa parte, pois só reclamar não adianta, não é mesmo?

    Amigo, tenha um 2011 MARAVILHOSO!

    Abração

    Cid@

    ResponderEliminar
  102. Expressivo demais o teu texto.
    A solidão intensa submete qualquer um a sensações profundas.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  103. Nossa AC, literalmente gravadas a fogo as palavras! É pra desconcertar qualquer um mesmo.

    Que teu 2011 seja belo, e que tenha tudo o que quiseres ter por perto. Beejo querido. =)

    ResponderEliminar
  104. Um belo dia pra ti amigo, cheio de paz e poesia...abraços.

    ResponderEliminar
  105. UMA FORMA POÉTICA QUE COLOCAR A NU O NATAL DOS POBRES OU MELHOR, AO NATAL QUE NÃO ACONTECE!!!O TEU POEMA É UM DEDO ACUSATÓRIO À HIPOCRISIA...AO CINISMO...À MENTIRA,AO FAZ DE CONTA...PELO MENOS FOI ASSIM QUE EU INTERPRETEI...

    BEIJOS AC :)

    ResponderEliminar
  106. Que as pessoas possam um dia despertar para o verdadeiro espírito do Natal...

    Bom ano novo!!

    Bjs!

    ResponderEliminar
  107. AC
    arrepiei-me . eu adoro o natal e por mim tudo farei para que esse espirito essa luz nunca se apague
    por mim seria natal todos os dias e na~só uma vez no ano
    kis :=)

    ResponderEliminar
  108. AC ,
    " AQUI AGONIZA O ESPÍRITO DE NATAL".

    porque será ?!


    Um beijo ,
    Maria

    ResponderEliminar
  109. Oieeeeee AC, ixi maria estava com saudades de vir aqui viu, espero que estejas otimo.
    Beijossssssssss menino.

    ResponderEliminar
  110. .

    AC

    Sentindo a profundidade e triste veracidade das tuas palavras.

    Emocionante!


    Beijo grande!

    .
    .

    ResponderEliminar
  111. Amigo, vim lhe deixar carinhos e lhe dar um abraço apertadinho de amizade, viu? Bjsss

    ResponderEliminar
  112. Tem uma dor lancinante nessas palavras.
    Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  113. Nada a fazer senão esquecer o medo, o mal do mundo, do século, das almas...
    Medo de tudo, de todos, de morrer, de viver, de ser feliz e de não ser...
    Uma tristeza avassaladora se pensarmos que o "desconcertante beco" é nosso coração...

    Meu querido, publiquei algumas palavras tuas lá no meu blog branco e te peço que passe lá pra ver. Espero que goste.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  114. .

    . 100 palavras que não sejam de des.concerto .

    . onde a metáfora é raiz .

    .

    . um abraço .

    .

    ResponderEliminar
  115. Já morreu a tempos.
    Quando se pergunta a uma criança:O que é o Natal?
    E ela só sabe que é dia de ganhar presentes.

    ResponderEliminar
  116. Nossos antepassados procuravam o significado da vida. Hoje, é preciso resignificá-la. A palavra NATAL, não obstante a celebração religiosa tem a ver com o nascimento. A maioria não entendeu o "espírito" da coisa.

    ResponderEliminar