sábado, 21 de maio de 2011

AVE DE EXTENSAS PLUMAS

.Hélio Cunha, A Menina Atómica
.
.
.
No início, quando a expectativa se desenhava em cores palpáveis, a espada era aceitável na paisagem.
Mas o olhar cultiva-se na química do coração e da alma, avesso ao cercear de outras respirações. E novas tonalidades, quase indecifráveis, começaram a reformular o rumo...
Acalentado em naturais aromas e cantos, abri as portas do pouco que sei, do pouco que tenho. A vida, matéria frágil e delicada, alimenta-se da partilha para sustentar equilíbrios, por ténues que sejam. E esse cenário abarca o riso e o choro, o canto e o desespero. Mas não a altivez.
És sagaz, hábil contorcionista, mas não estás preparada para transitar por casas sem porta. O universo, na sua grandeza, é intransigente no banho de humildade.
.
.
.

83 comentários:

  1. Casas sem portas comportam dois significados:tanto podem ficar abertas a espera de quem deseje adentrar no seu recinto, quanto podem ser herméticas, condenando a ficar-se eternamente do lado de fora ou do lado de dentro. Neste último caso, a mais sagaz contorcionista deverá ter a humildade de reconhecer que de nada valerão seus dotes elásticos, pois não existirão nem mínimas brechas para que possa se esgueirar. E o Universo, na sua grandeza, chora e choca-se diante da impotência da moça posta diante de uma prova impossível de praticar por aquele que a desafiou e se ofende pela sua incapacidade de obter êxito no intento...
    Muitos bjs querido amigo

    ResponderEliminar
  2. AC, realmente a vida é constituída de detalhes como cada pena é importante para sustentar o vôo, mesmo que metafórico.

    Parabéns por essa maravilha!

    Abraços do amigo!

    ResponderEliminar
  3. Em naturais aromas e recantos de beleza extrema, em humildade e delicadeza alimentamos a alma e o coração. Os rumos...esses podem sempre mudar.
    Linda poesia.
    Abraço
    oa.s

    ResponderEliminar
  4. Uma hábil contorcionista saberá esgueirar-se por uma janela.
    Beijo A.C.

    ResponderEliminar
  5. A humildade parece estar em extinção. Talvez, por essa razão, esteja cada vez mais difícll alcançar o real significado do que, apesar de tão próximo, vê-se à distância...

    Belo, AC!

    Bjs e inté!

    ResponderEliminar
  6. Tio AC *-*
    As coisas mais belas são as mais simples.
    Abraços e ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  7. essa imagem me deu aflição isso sim hahaha

    beijos!

    ResponderEliminar
  8. sabes o que me inquieta AC, é a ligeireza com que todo o mundo encontra a falta de humildade "nos outros"...
    é ainda, quando os humildes, sabendo de como se constroi a cumplicidade, não se atrevem, sabe-se lá porquê, transpôr as portas que estão sempre abertas... e circular pelas casas que nem têm janelas.
    de facto as coisas mais simples são as mais belas, mas também as que menos se aceitam e compreendem.
    muito belo e profundo o teu texto, como sempre.
    abraço.

    ResponderEliminar
  9. Não deve ser fácil transitar por casas sem porta. Quando a fantasia – se de fantasia se trata – se esfumar e o palpável ser necessário à harmonia do material, então, outro sentimento surgirá que destronará o equilíbrio alcançado momentâneamente...

    ResponderEliminar
  10. acabei de escreve um comentário e voou??? cadê, ele? voltamos ao mesmo? socoooorro. masi logo venho ver se ficou, caso não tenho ficado reescrevo-o.
    abreijo

    mas aproveito e pergunto novamente: viste a minha caricatura?

    ResponderEliminar
  11. Olá, AC!

    No encontro a dois, quando um deles se acha seguro, avançando de espada na mão, ele terá sempre sabor de tomada e conquista; nunca de partilha e comunhão.

    bem escrito e profundo, como sempre.
    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  12. Poema tecido com muita sabedoria e inspiração... Com certeza meu amigo, é necessário que deixemos as portas abertas para manter a mente arejada e o coração sempre pronto ao amor...
    Que as asas da alegria e da paz faça sempre morada em seu viver...

    Deixo carinhos pra ti, viu?
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Temo que nos compartilhar mais, sem medo, só assim descobriremos que não havia o que temer, pois o dia e a noite fazem parte do viver.

    Grande abraço meu amigo AC!

    Obs.: Acho difícil escrever pouco aqui, cada linha mereceria um comentário.

    ResponderEliminar
  14. Há sempre uma janela aberta....Sei que não é fácil encontrar, mas ela está lá....
    Basta amar com alma....
    Texto lindo....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  15. Realço:

    "A vida, matéria frágil e delicada, alimenta-se da partilha para sustentar equilíbrios, por ténues que sejam. E esse cenário abarca o riso e o choro, o canto e o desespero. Mas não a altivez."

    Concordo, em pleno. Contorcionismo e habilidade não são instrumentos para trabalhar esta matéria.

    Mais uma mote para reflexão.

    L.B.

    ResponderEliminar
  16. Banho de humildade do universo...a essência pura e simples do que é ser.

    Mesmo que porta houvesse, de nada adiantaria.Só mesmo a beleza etérea das palavras sobrevive.

    Beijo, AC

    ResponderEliminar
  17. Olá meu caro AC, a vida sempre nos surpreende, e para vivermos, muito há de se movimentar-se...se que haverá felicidade?


    "O verdadeiro amigo é aquele que esta sempre nos ajudando a entender nossos erros e não para resolver nossos problemas."

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  18. Abrir as portas para partilhar o "pouco" que se tem é um acto de pura espontaneidade...não é algo premetitado, nem que cohabite com contorcionismos de fingimento!!!
    São estes "pequenos" gestos que darão significado a um universo cada vez mais materialista e narcisista...
    Adorei o texto
    Abraço

    ResponderEliminar
  19. Meu querido AC

    Como sempre uma porta escancarada à interpretação de cada um, que lê este texto.
    A vida é feita de momentos...uma viagem entre a pele e a memória...entre o ser e o querer...entre o sonho e a realidade.

    Beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  20. Quem está preparado para transitar por casas sem portas é dono do mundo,porque nada o prende a coisa nenhuma.
    ...e a liberdade é o seu único caminho.

    Isabel

    ResponderEliminar
  21. esquivar-se a ver dentro de si mesmo..
    reletir e se refletir.. nem todos!
    sempre profundo querido AC.. sempre a levar-me longe em pensamentos.

    ResponderEliminar
  22. AC
    Adorei meu amigo!!!
    Para ser humilde é preciso ser sensivel aos sentimentos, é mais fácil perceber e dar valor as coisas mais simples que por vezes são as mais poderosas, de pequenas coisas conseguimos obter grandes e significantes momentos.
    Beijo
    Adélia

    Nota: o meu nome aparece em preto sem foto, por estar com probemas mo meu blog desde oapagão.

    ResponderEliminar
  23. Poucos estão preparados para transitar por casas sem portas, pois este ser veio ao mundo a passeio e não esta preso nele;
    Tenha um excelente final de semana.
    bjs

    ResponderEliminar
  24. os pavões, são pássaros de extensas plumas

    são cautelosos no andar

    não consigo imaginar se têm a noção da grandeza do universo, mas penso que sabem da espada na paisagem

    com a sua humildade de pássaros

    o seu texto é complicado, AC, não serei eu que terei a veleidade de o entender, por isso importa que é belo!

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  25. ah que muito carece o universo em humildade,


    abraço

    ResponderEliminar
  26. Belíssimo AC, a partilha reacende um equilíbrio - eita profundidade de alma essa hein.

    bjs

    ResponderEliminar
  27. A humildade alimenta a alma e o coração com certeza.
    Lindo texto AC.
    BeijosSSSSS

    ResponderEliminar
  28. AC,
    Quanta verdade aqui traz. A vida é "matéria frágil" sobressaltada pelos quatro momentos com que a pontua. Mas ser pessoa maior é observar a humildade do Universo que é algo mais pungente que a altivez humana.
    Casa sem portas? Não existem, AC.
    Grata por este amanhecer pensativo.
    Bjs. :)

    ResponderEliminar
  29. Me deliciei e me perdi nos sons da alma... me envolvi e revolvi em seus pensamentos... me descobri cheia de sentimentos! lindo.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  30. Maravilhoso!!!
    Você disse tanto em tão poucas palavras!
    Parabéns amigo!

    Tenha uma linda e luminosa semana.

    Beijo ~.~

    Cid@

    ResponderEliminar
  31. "Decifra-me ou te devoro"" disse a esfinge.assim é a vida.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  32. Os pequenos detalhes da vida que quando são vistos, torma tudo mais colorido e belo,,,abraços meu amigo de boa semana pra ti.

    ResponderEliminar
  33. Gosto desta ênfase na vida enquanto construção e sustentação de equilíbrios. Creio que por vezes nos esquecemos de que assim é, e tendemos univocamente para o lado mais hedonista. Lidar com o lado mais "negativo" também faz parte da grandeza do ser humano. Ou, provavelmente, é aí que se vê a grandeza, em toda a sua extensão.
    Um abraço! Bom resto de domingo!

    ResponderEliminar
  34. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderEliminar
  35. As suas palavras são detalhes perfeitos. Se eu comentar qualquer verbo, poderei deixar escapar a essência desse momento.

    Beijos querido

    ResponderEliminar
  36. não há bela sem senão, nem mito sem pés de barro!

    admirável sabedoria. a tua

    abraços

    ResponderEliminar
  37. Foi por pouco e quase no fim: banho:)

    ResponderEliminar
  38. Há nesta edição uma proposta de limite em várias perspectivas:

    Emocional: o que nos agrada e aquilo que desagradando se rejeita;

    Cromática: as cores que desencadeiam benignidade e as que nos deixariam sombrios, soturnos, mal dispostos;

    Territorialidade: é preciso que existam barreiras para que a circulação ocorra e seja territorial: portas, biombos, afinal a nossa tangibilidade;

    Humor próprio, o nosso querido e inexorável umbiguismo: desejar coma agarantia de ser desejado.

    Gostei muito da tua edição.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  39. Fica aqui minha presença, os meus olhos que nestas palavras se perdem.

    Beijos e mordidas.

    ResponderEliminar
  40. Há que manter os olhos abertos para enriquecedoras novas tonalidades, novos rumos!
    Beijinhos, boa semana!
    Madalena

    ResponderEliminar
  41. Contorcionistas às vezes perdem muito tempo se adaptando/apertando e perdem a capacidade de achar saídas e correr...

    ResponderEliminar
  42. Uma bela segunda feira pra ti meu amigo,,,abraços.

    ResponderEliminar
  43. Um conjunto de pensamentos muito interessantes, quase poesia.

    ResponderEliminar
  44. Nada como manter as portas e janelas escancaradas para que a luz possa entrar; logo, logo, também as pingas da chuva poderão entrar, lavar a altivez e dar lugar à humildade para equilibrar as relações interpessoais. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  45. AC meu querido...poeticamente fantástico..ameiiii...
    Boa semana...beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  46. A vida, matéria frágil e delicada, alimenta-se da partilha para sustentar equilíbrios, por ténues que sejam...

    E por mim já bastava, já terias tido tanto e eu me saciaria em ouvi-lo...Mas houve mais, e a beleza está completa!
    Beijos,

    ResponderEliminar
  47. AC
    Eu estou adorando ler os livros do garoto Raphael. Mas minhas irmãs estão achando que estou brincando.
    Mas daqui alguns dias els terminam e eu vou começar a ler os livros que mamae ganhou!
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  48. AC querido, tua poesia ecoa no Faces, como gotas de chuva preparando o chão e a semente.
    Aprendo aqui a poesia!
    Lindo, lindo!
    Bj grande e boa semana

    ResponderEliminar
  49. Palavras bonitas, como o são sempre, mas nestas sinto um certo rancor, uma ponta de desilusão e um ténue aviso.

    ResponderEliminar
  50. Oi, AC
    Mais uma vez encantada com seu texto. Esse blog tem uma qualidade infinita. Sou apaixonada por tudo o que vejo e leio por aqui!!!
    Depois de um fim de semana prolongado estou de volta para essa troca gostosa de ideias e reflexões.Obrigada por suas visitas constantes e sempre muito carinhosas!
    Beijos e uma ótima semana!

    ResponderEliminar
  51. AC, vou tentar dar um palpite...porque os teus textos não são fáceis de interpretar...e cada um lê o que lê segundo a sua experiência...vamos a isto...no principio parecia valer a pena...as cores palpáveis... nítidas mas aos poucos o cenário foi mudando...houve até que reformular certas ideias...abriste a porta à espera de tudo menos altivez...que decepção....e notaste que o outro lado não está preparado para o que tens para oferecer...ou o outro lado é demasiado diferente...quem sabe?
    Pelo menos tentei...e não te rias das minhas parvoíces...:)))

    Obrigada pelos comentários :)))
    Beijo:)))

    ResponderEliminar
  52. AC, meu querido amigo, que magnífico texto poético!

    "És sagaz, hábil contorcionista, mas não estás preparada para transitar por casas sem porta."

    Esse trecho me causou arrepios na alma... lindo demais!

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  53. O brilho

    e a fragilidade dos cristais

    Abraço

    ResponderEliminar
  54. AC, conforme vamos caminhando pelos extensos corredores da vida... do amor, as coisas vão tomando a verdadeira forma e eis q a habilidade, o tato, a paciencia, a humildade, serão decisivos no equilibrio, na estabilidade...
    São revelações, delicias, sorte, revés...

    Bjs
    Mi

    ResponderEliminar
  55. Ola querido AC!

    A humildade hoje em dia eé cois ararissima de se ver!

    Linda e rica a sua poesia!Parabens!

    Beijos,poeta!

    ResponderEliminar
  56. Hum, mudanças por aqui. Textos curtos, rápidos, mas nunca menos profundos e arrancados das profundezas da alma.

    ResponderEliminar
  57. AC,

    Mais que belo , sábio seu texto poético.
    Transitar por casas sem portas , eis uma arte
    para poucos ...


    Bjo !

    :)

    ResponderEliminar
  58. Sem portas é como a vida sem perspectivas e possibilidades e a vida assim parece longa e interminável...

    Beijo gigante com carinho!

    ResponderEliminar
  59. O universo, infelizmente, não se preocupa muito com as reciprocidades.
    beijos

    ResponderEliminar
  60. "És sagaz, hábil contorcionista, mas não estás preparada para transitar por casas sem porta. O universo, na sua grandeza, é intransigente no banho de humildade." AC, és brilhante e talentoso, meu amigo! Parabéns!
    Bjo e paz pra ti.

    ResponderEliminar
  61. Oi, AC!

    maravilho!
    levo comigo a essência deste post
    um abraço!

    ResponderEliminar
  62. Pela humildade conseguimos muito.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  63. Um texto bem profundo ....mas no meu entender apesar de ser hábil não consegue enfrentar a vida sózinho...
    tentei seguir mas não consegui...abraço amigo

    ResponderEliminar
  64. AC

    Passei por aqui,e como quem percebe um caminho com recantos, encantos, mistérios e muitas indagações...
    Sabe-se lá onde realidade e fantasia se encontram? ficção e vivências se juntam?
    A cada dia um passo.
    meu abraço e carinho.
    Maysa

    ResponderEliminar
  65. Um belissimo dia pra ti meu amigo,,,abraços.

    ResponderEliminar
  66. Belo texto.
    A beleza da transformação...
    Mil faces..

    Passo para deixar abraços e super beijos,
    Regina d´Ávila.

    ResponderEliminar
  67. "...mas não estás preparada para transitar por casas sem porta."
    Bom, preciso confessar que no início de suas palavras sempre tenho algo a comentar, mas quando você as termina com um ponto final, é realmente um ponto final. Um desfecho unicamente lindo e completo.

    Um beijo e um lindo dia!
    Fiques com DEUS

    ResponderEliminar
  68. Lindo como uma mensagem de que somos viajantes na escola da vida em sentido de abertura para tudo que nela está posto, sem julgamento, possessão e sentimentos pequenos ... a vida é grande quanto deve ser nosso pensar, quere e sentir.
    Beijos e bom dia,
    Carla

    ResponderEliminar
  69. Interessantemente, todos começamos por ser expectativas... na maioria das vezes tudo nos sai "gorado"!!!!!

    ResponderEliminar
  70. E como sempre um texto que dará azo á imaginação de cada um! inspiração!
    gosto sempre dos teus desfechos. Bjs

    ResponderEliminar
  71. Oi, AC
    Passei novamente no mesmo post seu só pra te dizer obrigada pelas palavras carinhosas em relação à minha comemoração do blog. Você, com sua participação super brilhante nos comentários, é peça importante na minha felicidade. Beijokas com muito carinho!!!!

    ResponderEliminar
  72. Olá amigo!
    Adentro a porta do seu cantinho pra lhe deixar carinhos, e lhe desejar uma linda e abençoada noite, viu?
    Beijos

    ResponderEliminar
  73. quando alma e coração entram em combustão…o mundo vibra!

    ResponderEliminar
  74. As cores são frágeis. O mais complicado é ser simples. Gostei muito do texto.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  75. AC

    Este texto é como uma rosa-dos-ventos que nos guia no caminho certo para chegarmos ao que mais ansiamos.
    Não é possível alcançar grandeza sem humildade e sem se perceber que ;
    " o olhar cultiva-se na química do coração e da alma…"

    Gosto muito e identifico-me tanto...

    Um abraço e obrigada!!

    ResponderEliminar
  76. Por casas sem portas, as cores dos sentidos. Sempre tão frágeis...
    Um beijo, amigo.

    ResponderEliminar
  77. Abraço fraterno de bom final de semana pra ti meu amigo.

    ResponderEliminar
  78. Excelente como aliás sempre são os teus textos.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  79. AC,

    E a química da sua poesia nos conquista
    alma e coração ...
    Sempre leve e tocante te ler.

    Bjo.

    :)

    ResponderEliminar
  80. Humildade é algo de que muito preciso, mas tenho a esperança de um dia encontrá-la.

    Seu texto como sempre, está coberto de beleza e de sabedoria.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  81. Enquanto se é expectativa tudo pode ser, mas a realidade define o olhar.

    Beijos, querido e ótimo fds.

    ResponderEliminar
  82. De muita sabedoria seu poema AC
    Frágil matéria somos e certamente venho aqui buscar na tua fonte o alimento que minha alma precisa.
    Aqui e onde houver poesia.
    O que nos sustenta é mesmo a humuldade de sempre dizer- preciso de ti .
    Gosto e venho buscar.
    abraços

    ResponderEliminar