sábado, 23 de julho de 2011

ADEUS

.Domicílio Ferreira, Equilíbrio e Harmonia
.
.
.
Há aves que têm a capacidade, forjada no enfrentar de ventos contrários, de ir burilando o seu voo e chegar muito próximo da perfeição. E fazem-no com tal suavidade que acabam por fomentar, à sua volta, um equilíbrio propício ao desabrochar da harmonia.
Mas o tempo, esse paciente escultor, traz sempre consigo o último e incontornável dos obstáculos, o tal que não é possível vencer: a morte.
Uma destas aves encetou, por estes dias, o voo final, cumprindo a derradeira prova de olhos nos olhos com a inevitabilidade. Fica o seu legado.
.
.
.
Brotaste num meio
Muralhado
Em amordaçada verdade
Preconceito angular
Petrificado
No deixar arrastar
A máscula vontade.
As voltas que deste
Ao ícone cinzelado!
Com riso gaiato
Bordado com muito tacto
Apanhaste a linha solta
Chave da reviravolta
E contrariaste
O fado traçado.
Forjaste o teu destino
Amparada na visão
Indestrutível
Do equilíbrio da vida
(Na chegada e na partida)
Reforçado
Na prática sentida
De saber dar a mão
Em busca da solução
(Solidária desmedida).
Esculpiste as crias
Acto inventor
Tela de projecção
Permanente
Do afecto partilhado
Em respeito definido
E com risos temperado
Futuro bem delineado
Do fruto amadurecido.
Olhavas para o mundo
Eterna paixão de viver
Todos os dias sentida
Equilíbrio permanente
Nos eleitos residente
Menina para toda a vida!
.
.
.

69 comentários:

  1. AC, este post deu-me uma certa agonia. Não sei se o entendi. Espero que não, amigo. Por isso, depois eu volto.
    beijo e abraço.

    ResponderEliminar
  2. E até para dizer da morte encantas, fazendo atenuar as angústias que encerram a finitude.
    Sempre tão doce tua forma...
    Um beijo carinhoso, querido AC.

    ResponderEliminar
  3. Triste, mas belas palavras!

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Meu querido amigo

    Um poema repleto de beleza e tristeza...uma prece.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  5. AC, fica na eternidade do voo, sabedoria, respeito e memórias desse afecto partilhado.
    Perturbador...

    Um abraço
    oa.s

    ResponderEliminar
  6. AC.
    Amigo...
    A vida e a morte andam lado a lado.
    Mas viver é sempre um desejar.
    No entanto a dor da perda, é tão forte e dura, que esbofeteia de um jeito parecendo cruel.
    Mas Deus sabe fazer passar.
    Tudo tem data certa por ele.
    Fica bem meu amigão.
    *
    Beijinho
    Fernanda

    ResponderEliminar
  7. Belas palavras...
    intuo que as dedicas a alguém que tenhas perdido recentemente. Se for esse o caso, sinto muito. Abraço

    ResponderEliminar
  8. Triste, mas belas as tuas palavras, assustam-me um pouco...estaras triste?
    Um beijo

    ResponderEliminar
  9. BELÍSSIMO TEXTO MEU AMIGO SENSÍVEL E TRISTE!
    BEIJO

    (SEU LINDO TEXTO SERVE PARA HOJE QUE TBM MORRE A MENINA AMY QUE DEU SEU VOO FINAL,MAS SEM UM PINGO DE GLAMOUR TRISTE E DECADENTE!)

    ResponderEliminar
  10. triste.... mas muito bonito, como sempre AC.

    ResponderEliminar
  11. Mesmo a uma grande distância geográfica,
    envio-te daqui o meu grande e afetuoso abraço, AC. Observo daqui o teu olhar sobre o voo dessa ave preciosa que partiu rumo ao infinito, mas solidarizo-me a tua dor do momento.

    Beijosss

    ResponderEliminar
  12. E quem assim viveu
    Viveu de forma completa.

    Um beijo
    Isabel

    ResponderEliminar
  13. Sou partidária da vida. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  14. Seus versos retratam com perfeição a dor da perda...

    ...E quem dera eu não conhecesse essa dor.

    Amigo, paz.

    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Devia ser proibido os amigos ficarem tristes.
    A vida vai dando umas voltas e chega momentos que perdemos coisas, pessoas , amores .
    O último vôo pra as estrelas é de fato o mais perfeito.
    Força AC e beijos

    ResponderEliminar
  16. Adeus
    Triste
    Um grande bj querido amigo

    ResponderEliminar
  17. nada é eterno, embora seja sempre lembrado. Adeus.

    ResponderEliminar
  18. Triste.
    O vazio que não se preenche.

    Meus sentimentos.

    Abraço :(

    ResponderEliminar
  19. AC, nossa grande dádiva é não saber quando daremos nosso último voo.
    Vivemos assim iludidos com nossa fé de que ainda podemos dar voo cada vez mais alto, sobretudo nas asas da imaginação.

    Parabéns por mais uma obra de arte!

    Abraços e bom fim de semana para ti e família.

    ResponderEliminar
  20. E continuarmos a voar....Mesmo com essa dor fechada em nós....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  21. Maravilhoso A.C e que voe ainda mais...
    beijos

    ResponderEliminar
  22. não há que vencer a hecatombe final, mas perenizá-lo no verbo, no verso,


    abraço

    ResponderEliminar
  23. Da morte o que dizer?
    Inevitável mas por vezes precoce demais que causa certa revolta. Não me paeceu o caso; Menina eterna, já está eterna aqui na poesia.
    Não pude deixar de relacionar com a morte de Amy... há voos que por serem demasiado altos não se consegue regressar.
    Lamento a sua perda.
    abraço!

    ResponderEliminar
  24. Olá, AC!

    Linda homenagem a essa mulher que lutou e conquistou o seu lugar na vida, e que com sabedoria e amor conseguiu deixar o seu legado cá na Terra.

    Imagino que terá sido alguém muito próximo; os meus sentimentos.

    Um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  25. AC ,

    comungamos de um mesmo sentir . Entrou direta no coração dorido .

    Um forte abraço ,
    Maria

    ResponderEliminar
  26. Há aves, que sabendo que os voos não são eternos, abrem as asas e planam serenas a engolir ventos e tempestades. Para essas aves, cada brisa é um tesouro cheio de azul, pronto a ser semeado num coração bom.
    Há aves, que permanecem em ascenção dentro da nossa memória, com tudo o que nos deram.

    Um abraço AC

    ResponderEliminar
  27. AC
    Belissima homenagem dessa senhora!!!
    Muito tristes astas palavras, fico com a sensaçÃo que o meu amigo está triste...será?

    Não existe vida sem norte elas completam-se.
    No entanto eu vou querer continuar voando.
    Beijo

    ResponderEliminar
  28. Confesso que não entendi muito o post, não dizer se foi uma despedida ou um adeus permanente, ou apenas um grito preso na garganta de um poeta que precisava expressar de alguma maneira. Dizem que a tristeza faz parte do poeta. Enfim...é isto.
    beijos.

    ResponderEliminar
  29. AC querido,
    tanto em linhas como na alma expressas tua tristeza por esta perda..
    e o belo legado que partilhas conosco..
    beijos de carinho sempre..

    ResponderEliminar
  30. Morte e vida... Inerentes e antagônicas. Inevitáveis.

    Beijo, querido AC.

    ResponderEliminar
  31. Tio AC *-*
    Maravilhoso texto, como sempre!!
    Desculpe a ausência mas estive adoentada!!

    Abraços e tenha uma ótima semana!!

    ResponderEliminar
  32. "Menina para toda a vida!"
    Assim será recordada...
    Beijos.

    ResponderEliminar
  33. O sempre triste e inspirador adeus..que deixa dor,,,saudade,,,e sempre,,belos versos de inquietude...abraços de boa semana pra ti amigo...

    ResponderEliminar
  34. Um texto sofrido, magoado, sentido.
    Deixo o meu abraço sincero.

    ResponderEliminar
  35. apenas posso

    aceitar humildemente a partilha de um legado,
    de quem tinhas asas e iniciou corajosamente o seu infindável voo

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  36. Bom quando a voz fica eternizada num poema...

    Lindo!

    Beijinho de Luz!

    ResponderEliminar
  37. Você me emociou com as suas palavras.
    Deixou essa menina de asas aqui com asas de lágrimas e esperanças...

    Beijos meu amigo!!^^

    ResponderEliminar
  38. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  39. Sábias palavras, maravilhosas. Me emocionaram, não sei porque.
    Fique com um grande abraço.

    ResponderEliminar
  40. O blog http://conhecerkardec.blogspot.com completa 1 ano de existência dia 30/7. Deixei para vc selinho comemorativo no blog. Faça uma visitinha. Muita paz!

    ResponderEliminar
  41. Passei para agradecer e retribuir sua visita e deparo-me com esse poema de triste beleza. Há que se ter muita sensibilidade para aceitar e descrever a morte com suavidade.
    beijos

    ResponderEliminar
  42. abraço, caro Poeta.
    tudo que escreves traz um halo de poesia...

    ResponderEliminar
  43. Olá AC,
    Vim até aqui para agradecer ter passado pela minha Mansarda e por ter comentado. Não conhecia o seu blogue. Virei outras vezes.

    ResponderEliminar
  44. Não há morte nem princípio

    Belo texto
    como sempre

    ResponderEliminar
  45. "Mas o tempo, esse paciente escultor, traz sempre consigo o último e incontornável dos obstáculos, o tal que não é possível vencer: a morte."

    Espero sempre que o tempo não antecipe esse incontornável obstáculo, surgindo antes do tempo. Embora não haja tempo marcado...

    (o poema é desesperadamente belo)

    ResponderEliminar
  46. Triste, porém muito lindo.

    Mas me assustei ao deparar com o título, pois pensei que você estava dando adeus à blogosfera.

    Tenha um restante de semana repleto de paz e luz.

    Grande abraço,

    Cid@

    ResponderEliminar
  47. Tudo tem o seu tempo de validade...a morte é o mais certo da vida...nos não sabemos lidar com ela...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  48. Todos um dia partem para seu voo final, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  49. Muitas vezes não temos muito a oferecer,
    ou repartir,mas enquanto existir palavras
    que tragam de volta a esperança perdida nas longas
    dificuldades da vida,
    elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
    porque renovam a vontade de lutar
    até encontrar soluções para nossos problemas.
    Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
    a vontade de viver e tem o poder de transformar
    quem está quase desistindo.
    Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.
    Você é muito especial para mim..

    ResponderEliminar
  50. A paixão de viver não cria obstáculos à morte, e às vezes a conduz pela mão.
    Abraço, AC.

    ResponderEliminar
  51. A partida é sempre silenciosa e triste...mas o teu Amigo, amanheceu num outro lugar!
    Nunca se perdem as asas!
    Beijo amigo
    Graça

    ResponderEliminar
  52. Encontrar beleza no inevitável fardo, transformando e recitando belas cenas na memória.

    Ao azul...

    Palmas para ti AC!

    ResponderEliminar
  53. A vida com suas duas vertentes inevitáveis fundido-se no Adeus e na Morte, soberba a sua interpretação em forma poética A.C. Abrços e grata pela visita.

    ResponderEliminar
  54. Estarei "fora do ar" até dia 1º de agosto, quando virei com novidades na coluna da direita, uma vez que é virada de mês. Me aguarde! Eventualmente, se for possível, postarei alguma texto interessante, mas as idas aos blogs de meus queridos amigos, só terei condições para fazê-las na segunda-feira. Beijos e até a volta!!!
    http://amadeirado.blogspot.com
    http://alemdasnuvens2011.blogspot.com

    ResponderEliminar
  55. é de uma beleza dolorosa os poentes... linda poesia. lembrei-me também de um poema fernando pessoa do qual gosto muitíssimo (toma-me, ó noite eterna, nos teus braços e chama-me teu filho...)

    um abraço!

    ResponderEliminar
  56. Um belíssimo final de semana pra ti meu amigo,,,agradecendo sempre suas palavras no Livro...abraços fraternos.

    ResponderEliminar
  57. Um adeus que se sente homenagem sentida...

    Um beijo

    L.B.

    ResponderEliminar
  58. AC,

    Em cada palavra um sentimento ...
    Belo , triste e melancólico.


    BjO !

    ResponderEliminar
  59. As aves tem o voo suave como a modelar pensamento. Segue sem pressa dia pós dia, no seu viver, nas asas da natureza, em dança serena, em disciplina entre nascentes e poentes de sol, dormindo na noite para não se perder aos dias, na luz intensa com que se sacia...
    E compreende, aceita e vive o que domina com mestria...

    AC, obrigado pelo comentário lá em meu recanto.
    Observando que quisera fosse eu algum exemplo, mas quando apenas entre momentos serenos me largo e me deixo ao encanto das palavras que o universo me balbucia.
    O amor é para o mundo o somos necessitados dele. Quisera estivesse acima junto com ele em toda a sua extensão, mas ao tempo quem sabe o que por enquanto é apenas um intuito...

    Um abraço amigo no ensejo que tenhas um feliz fim de semana...

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  60. Vigie o momento presente,
    para que seu futuro seja feliz.
    Plante sementes de otimismo e de amor,
    para colher amanhã os frutos
    da alegria e da felicidade.
    Sua amizade foi
    um lindo presente
    que ganhei neste mundo virtual.
    Lindo final de semana pleno de paz,
    alegria, felicidade,
    e muita harmonia e amor pra Você.
    Um carinhoso beijo no seu coração
    sua amiga pra sempre,Evanir,
    Desculpa demorar tanto a visitar
    espero logo conseguir digitar.
    Fazer o que? Tenho que aceitar já que não posso mudar.

    ResponderEliminar
  61. Passando para lhe desejar um bom domingo!
    Beijos meus

    ResponderEliminar
  62. Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços...

    ResponderEliminar
  63. No olhar da tua sabedoria, perdi-me...
    Na palavra dita suavemente por ti, entendi-me...
    Na tua música ora ouvida ora cantada, olvidei o mundo lá fora...

    Quando voltei a abrir os olhos, já não sabia quem eu era.

    Me Hate

    ResponderEliminar
  64. Pak job Ads and advertisements for Karachi,Lahore,Quetta,Peshawar,Multan,Hyderabad,Rawalpindi,Islamabad and http://allpkjobz.blogspot.com all cities of Pakistan.

    ResponderEliminar
  65. Querido amigo, se ainda me resta um pingo de dia, venho ler tua sensibilidade e de Gizelda. Nada me faz mais feliz !!!! Grande beijo a esse imenso poema de sua essência! beijo!

    ResponderEliminar
  66. Certas aves, ainda que tenham partido, permanecem conosco, comovente palavras.

    ResponderEliminar
  67. O seu legado era a protecção das crias, com rezas sentidas e profundas e o que resta agora a Jura de uma saúde?
    Sim o seu legado, será rezar, rezar, rezar para proteger quem devia ter a função de proteger mas previlegiou os vislumbres da vulgaridade, sem entender a diferença na superioridade...
    O legado será a protecção de de trés jovens que ama como se fossem seus...

    ResponderEliminar