sábado, 30 de julho de 2011

NUVENS

.Imagem tirada da Net
.
.
.
Por que insistes em falar de ventos contrários? Por que te refugias no tanger da viola?
Sim, eu sei que as nuvens podem surgir a qualquer momento, mas, se reparares, elas podem ter várias formas. Nem sempre são as que mais gostas, eu sei, mas não queiras ter a veleidade de as domares. Elas são apenas sinal da diversidade das coisas, do muito que nos ultrapassa, e se as quiseres cavalgar tens primeiro que as olhar, sentir, perceber...
Sabes, uma nuvem nunca é um fim, é simples sinal da nossa inquietação.
.
.
.

109 comentários:

  1. Que elas no dê a dimensão de nós mesmos!

    Nuvens macias e céu claro para seu final de semana, AC!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  2. E as nuvens sempre são levadas pelo vento :)

    ResponderEliminar
  3. Lindo querido!
    O que seria se não o aprendizado do além que nos detém diferente e refém.... de tudo que vai nos libertando??
    Beijos,
    carla

    ResponderEliminar
  4. AC.
    Lindas palavras...linda a imagem.

    Nuvens mais ou menos negras são sempre as nuvens e seus desenhos pelas quais tenho um grande fascinio. Desde garota e ainda hoje gosto de estar deitada no chão olhando-as e limitando-me a tentar entender seus desenhos, mas não é possivel. Adorei AC.
    Beijo bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. ...Hoje ainda mostro pra minha neta as formas da nuvens.
    Um belo final de semana. Bjs. Edna.

    ResponderEliminar
  6. AC, sempre temos que soprar a nuvem nimbo do nosso céu para melhorar o clima da vida.
    A variedade das coisas dá mais graça á vida.

    Parabéns pelo esplêndido poema!

    Abraços e bom fim de semana para você e família!

    ResponderEliminar
  7. Olá!
    Lindo texto, muito gostoso de ler...
    Bjsss
    =)

    ResponderEliminar
  8. e elas se vão... e voltam..
    em infinitas formas.. mas se vão..
    beijos querido AC..

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. há poucos dias atravessei neblina numa serra. parecia que as nuvens tinham descido... muito lindo! me deu a sensação de estar em outro tempo, fora do mundo. li teu escrito e me lembrei desse momento. como sempre, AC, teu universo encanta. beijos!!

    ResponderEliminar
  11. Sabe o que ficou pra mim. Que as nuvens podem ser de duas formas: olhas e sonhar com um hoje espetacular e olhae sonhar com tempestades.
    O que importa é a gente dsaber olhar as nuvens de nossa vida!
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  12. É na imprecisão do seu aparecimento e forma que consiste o encanto das nuvens... Elas vem e vão, donas de si, livres... Lindas.

    Beijos, AC.

    ResponderEliminar
  13. Meu caro AC, primeiramente mt obrigado por acrescentar na postagem da Amy, Algo que no fundo era aquilo que eu tentei passar.

    Caramba, este é o verdadeiro comentário, quando ele te acrescenta.
    Genialidade e loucura sempre lado a lado. A história nos conta.

    Com relação a sua postagem.
    Super interessante.

    acho que devemos ver o que existe atrás de certas coisas.

    "Uma coisa que aos meus alunos quando estou ensinado física ou química, é que nem sempre o que a gente não ver, não quer dizer que não exista"

    Quanto a nuvem eu vi.

    se olhares a nuvem verás uma mulher nua com a cabeça de touro, com sua ovelha de lado.

    A mulher sentada a direita e a ovelha a esquerda.
    (...)

    ResponderEliminar
  14. "Sabes, uma nuvem nunca é um fim, é simples sinal da nossa inquietação."

    Perfeição de versos e frases...

    Uma bela composição que toca a alma

    Beijos querido

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde. É muito interessante o que escreveu.
    Realmente, o ser humano tem uma tendência muito grande a inquietude, e eu concordo com você, de que a observação para seguir o caminho, é fundamental.
    Muito esclaredodor e emocionante.
    Um beijo, e fique com Deus.
    Tenha um excelente fim de semana de muita paz!

    ResponderEliminar
  16. As nuvens tem a mesma e completa inexatidão.

    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Amigo as nuvens sempre me fascinaram, tal como este seu belissimo texto. Adoro olhar o céu e contemplar todas as diversas formas que elas assumem, isso me fazem sentir tão bem.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  18. AC, meu amigo!

    Saudades!

    É bom sentar e olhar as nuvens... De certa forma, elas são parecidas com a vida: incertas... e podem se desfazer ao menor sopro do vento. Além disso, assim como a existência, elas podem ter aparências variadas... depende de como as olhamos...


    Amigo, ainda não voltei à blogosfera oficialmente. Só dei uma passada na Fênix para deixar um poema de minha autoria (depois de tanto tempo em jejum... rs...) e resolvi rever alguns blogueiros amigos.

    Passei esse período de silêncio estudando tanto! Escrevi muito e amadureci muito. Mas ainda estou longe de ser a poeta que quero. Mesmo que eu alcance o infinito, ainda vou querer mais e mais... rs.

    Beijos no coração!

    ResponderEliminar
  19. "Tu que és constituído de natureza,
    não desprezes tua mãe.
    Não tenhas raiz nos pés, posto que não és arvore, mas seja sábio e aprendas a te guiar; pelas estrelas teu norte, teu rumo e pelas nuvens, que trazem notícias de todos os cantos do mundo."...
    Este é um ditado e mais, um ensinamento dos rhom.

    As nuvens contam as alegrias, as tragédias e anunciam a mudança dos tempos.
    Desvalessa
    Cozinha dos Vurdóns

    ResponderEliminar
  20. As nuvens são sempre sinónimo do sonho, pelo menos para mim. Não se podem domar os sonhos.
    Interessante e ia gostar das nuvens de Magritte.
    Ele tem várias deixo uma versão.
    Beijo. :)

    ResponderEliminar
  21. Como mas nuvens e as suas estranhas formas deram um texto tão bonito!

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Amigo AC
    Vim dar-lhe um abraço... amigos levam-se para férias e nunca os deixamos para trás...daí...
    assim como o temperamento das nuvens, eu não assumo sempre a mesma forma...lololol
    Abraço

    ResponderEliminar
  23. As nuvens podem ter a forma que quisermos...basta sonhar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Poesia e nuvem são semelhantes na possibildade de adquirirem formas diferentes... dependendo do olhar...

    Beijinho encantado, A.C!

    ResponderEliminar
  25. O que qualquer deserto gostaria mais de ver
    era uma densa e escura nuvem aparecer
    (até mesmo no deserto das ideias,
    fazem falta as nuvens de tempestade,
    estou em crer...)

    ResponderEliminar
  26. Tio AC
    Texto perfeito como sempre!
    Abraços e Ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  27. "Sabes, uma nuvem nunca é um fim, é simples sinal da nossa inquietação." LINDO!!!

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  28. Meu amigo

    As nuvens o vento as tráz e as leva, como o dia leva a noite.
    Como sempre muito profundos os teus textos.

    Beijinho
    Rosa

    ResponderEliminar
  29. Não se podem domar as nuvens,
    Não se pode domar o vento,
    Não se pode domar a vida.

    Por isso essa inquietação que nos move.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  30. Gosto do encanto que carrega as tuas palavras.

    ResponderEliminar
  31. Gosto desta perspectiva, realista, sem deixar de ser optimista.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  32. Olá!
    Sou fascinada pelas nuvens! Sempre que me aquieto vou buscar nelas um aconhego. Fico inferindo desenhos nas asas da imaginação. Vejo formas que me atraem e que me dão grandes lições.
    Seu post me levou a uma grande reflexão.
    Abraços e um ótimo domingo!

    ResponderEliminar
  33. As nuvens são bailarinas do céu,,,formam sentimentos e moldes de amor...abraços de boa semana pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  34. Nunca sei se ele moveu-se por si ou por mim, apenas imagino e sorrio.

    Eu gosto muito de vir aqui e apreciar, além da ideia, o bom português.

    Abraços amigo!

    ResponderEliminar
  35. Caro Agostinho,

    As nuvens neste seu "Interioridades" fazem ninho.Gostava de saber escrever assim.
    Abraço,

    P.S, E, o néctar à sua espera!

    ResponderEliminar
  36. As nuvens são o símbolo perfeito da vida no curso do alvo. A vida é como nuvens, descendente leve, pesado, volátil, móvel, ascendente. Sem as nuvens não chovesse, não haveria vida .. nuvens são na vida

    ResponderEliminar
  37. Podemos "descobrir" vários desenhos em nuvens...
    beijos

    ResponderEliminar
  38. Após te ler, me senti nas nuvens!

    Bom demais!...:)

    Amigo, tenha uma linda e feliz semana.

    Beijinhos,

    Cid@

    ResponderEliminar
  39. É preciso saber olhar, perceber... sempre.
    Bjo, querido.

    ResponderEliminar
  40. Sim elas tem várias formas...beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  41. Tão sentimento esse poema AC.
    Gostei!
    As nuvens tem um signifiado, mesmo com "inquietações", nos fazem voejar em seus formatos e a imaginação ganham asas.
    *
    Beijinho

    ResponderEliminar
  42. Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços...

    ResponderEliminar
  43. Como seria bom hoje uma destas nuvens servir de boleia para outras paragens! Um abraço

    ResponderEliminar
  44. As nuvens são simples mensagens...De desejo, de amor, de tristeza...tudo aquilo que o coração sente....
    Hoje, as minhas nuvens estão tristes, porque o meu Pai partiu e eu vou ter muitas saudades dele...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  45. São passageiras, por isso precisamos olhar, sentir, perceber e não descartar o seu simbolismo.

    Bela semana pra ti.
    Bjs :)

    ResponderEliminar
  46. Viajei por entre as nuvens e por suas palavras meu querido...adorei...
    Boa semana...beijos
    Valéria

    ResponderEliminar
  47. AC, é tão bom olhar o ceu...Adorei suas núvens. Beijo!

    ResponderEliminar
  48. Olá, AC!

    Nuvens no céu, nuvens no pensamento; é bem verdade que nem todas são sinal de mau tempo...

    Abraço.
    Vitor

    ResponderEliminar
  49. As nuvens, tal qual a vida, são movimentos, transformações, passagem e sim, também são "sinal da diversidade das coisas, do muito que nos ultrapassa."

    Tão significativo e abrangente esse teu texto!

    Como gostei!

    Beijo,
    Inês

    ResponderEliminar
  50. Tal como a vida, as nuvens brancas ou cinza, de diversas formas, todas acabam por se desvanecer. Tudo é passageiro, as nuvens, a vida.

    Adorei o seu texto.
    Um beijo
    oa.s

    ResponderEliminar
  51. AC,

    Adorei este texto, esta excelente reflexão, fruto de quem conhece a vida e apreendeu toda a sabedoria de passar por ela com a leveza de uma pena...

    Beijinhos
    Branca

    ResponderEliminar
  52. Maravilhoso...Adorei...abraços,chica

    ResponderEliminar
  53. Um belo dia pra ti meu amigo..abraços..

    ResponderEliminar
  54. Ontem ainda falava, figurativamente do céu...que se fosse azul claro e sem nuvens, nos cansariamos da monotonia e deixariamos de aprecia-lo. Assim é a vida só damos valor a calmaria, depois de viver intensas tempestades. Adorei suas palavras
    Muita luz e paz
    Abraços

    ResponderEliminar
  55. boas férias para mim, AC!

    escreva sempre, com nuvens e sem elas, inquietantemente

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  56. AC
    As nuvens realmente nos remetem a várias formas que faz nosso imaginário viajar na imensidão do céu azul. Lindo o texto. Bjkas com muito carinho!

    ResponderEliminar
  57. AC, e cada um tem sua forma inquieta de enxergar as nuvens!

    beijos

    ResponderEliminar
  58. Concordo plenamente contigo; mas muitas vezes é preciso expurgar alguns demônios da alma. E só falando deles conseguimos isso.
    Não é que a poesia é triste ou o poeta; mas a tristeza é um bom combustível para a arte e a cura da alma.

    Quero presentear você com um mimo. Está no link:
    http://lobaderayban.blogspot.com/2011/07/natureza-selvagem-da-loba.html

    Beijos!!!

    Lu

    ResponderEliminar
  59. Hoje meu céu está tomado pelas nuvens, a inquietação me angustia. Mas uma nesga de luz, ameaçada porém tenaz, precipita-se coração adentro mantendo minha esperança.
    Vir aqui é invariavelmente estimulante. Tua alma sempre aquece tuas palavras que se dão a nós generosa e fraternalmente.
    Obrigada.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  60. palavras sábias...

    gostei muito do texto...

    beij

    ResponderEliminar
  61. Existe sempre um sol atras das nuvens, que nos aquece e ilumina. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  62. Para mim uma nuvem não é bom presságio mas, o que não conseguimos ultrapassar se quisermos?

    ResponderEliminar
  63. Um dia repleto de poesia pra ti meu amigo...abraços...

    ResponderEliminar
  64. AC,
    uma nuvem pode ser (e é) prenúncio de água doce a dessalar o olhar. assim saibamos ler o universo dos momentos indizíveis.

    Obrigada, AC, por cada momento de reflexão a que me conduz.

    Fraterno abraço
    Mel

    ResponderEliminar
  65. genial e inspirado como sempre...
    Beijos :)

    ResponderEliminar
  66. AC,

    Sempre encontro aqui palavras sábias, que confortam a alma.

    Grata pela visita e pelas palavras, acredito que agora os comentários no meu blog devem aparecer rs.

    Muito bom poder entrar e ver as coisas de uma forma diferente, mudou meu estado de espirito.

    Bjus
    Elaine

    ResponderEliminar
  67. Tenho pra mim que as nuvens são até moldáveis. Basta um bocadinho de boa vontade.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  68. nuvens: é a brisa das almas que lhes dá forma...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  69. AC, mas o que você escreveu é mesmo muito bonito. Danado de bonito. Um céu de nuvens de muitas altitudes.
    beijos :)

    ResponderEliminar
  70. Não será uma nuvem também um sinal dos nossos sonhos?

    ResponderEliminar
  71. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  72. O desenho das nuvens nunca é definitivo, como não o é o dos sonhos. Viver é essa inquietação constante, à procura do que os olhos podem desvendar no coração da gente.

    Um abraço AC

    ResponderEliminar
  73. depois das nuvens o sol radiante..

    abraços

    ResponderEliminar
  74. Prezado Amigo
    Hoje vim lhe agradecer pela sua bondosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
    Agradeço-lhe de todo o coração!
    Abraço fraterno!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  75. Prezado AC, o selo comemorativo dos 300 seguidores do artes e escritas é seu também: http://selosarteseescritas.blogspot.com/2011/08/300-wwwarteseescritasblogspotcom.html Obrigada,Yayá.

    ResponderEliminar
  76. Adoro nuvens.
    E são sempre o princípio de algo. E cada uma, na sua forma, tem um significado:-))

    ResponderEliminar
  77. Nada é um fim em si mesmo...
    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  78. Sera´que li direito 80 comentarios.
    Nunca vi. Mas também escreve como se cantasse.
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  79. Simplesmente perfeito!

    Tendemos a nos preocupar com o porvir e ás vezes esquecemos que tudo q podemos ter é o agora.

    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  80. Agostinho,
    Belíssima metáfora. Faz lembrar o aviso da passagem de nível sem guarda: "pare, escute e olhe". É que é mesmo para reflectir. Repensar na forma de encarar as diferentes realidades.
    Grande abraço amigo
    Caldeira

    ResponderEliminar
  81. ჱܓ
    。°✿Amiga,
    Passei para deixar uma abraço carinhoso.
    As nuvens tem formas que assustam mas também tem formas bonitas... como nossa vida, altos e baixos, só nos resta ter coragem para enfrentar o que der e vier.
    Bom domingo! ჱܓ

    。°✿Beijinhos.
    °º✿ Brasil.
    º° ✿✿♥ ° ·.

    ResponderEliminar
  82. O medo, as interações sociais...

    Mas eis as minhas amadas nuvens numa prosa com muito bom gosto.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  83. as nuvens refletem a que nos vai por dentro...

    lindo texto, meu fez refletir...

    beijo carinhoso,
    Solange Maia

    EUCALIPTOS NA JANELA

    ResponderEliminar
  84. Meu caro amigo ainda nas nuvens? lol
    E tal como disse no coment atrás...eu posso assumir outras formas :)
    Abraço
    PS: voltei de férias

    ResponderEliminar
  85. E é bem verdade, né AC?

    Q saudade daqui!
    Logo q pus meu post hj, já imaginava o que teu blog reservava de bonito, pra esse dia.

    Fiquei umas semanas ausentes, mas sentindo muita falta dos amigos.
    E por aqui, qtos ensinamentos, nao é?

    Beijo grande

    Mi

    ResponderEliminar
  86. AC, meu amigo, vir aqui é sempre uma alegria, mas hoje vim te dar uma notícia triste: nosso amigo Phelipe Castanho do bloque Caixa de Pandora, faleceu dia 31 de julho aos 27 anos de um doença incurável. Foi ele quem nos apresentou. Era muito amigo dele e fiz um modesto tributo a ele na minha página.

    Logo me lembrei de te avisar, pois, como te recordas, estava muito desanimado e tu deste um conselho bom a ele.

    Desculpa a notícia, mas julguei que precisavas saber!

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  87. As nuvens podem ter várias formas... Eu quero seu caderno de notas!!!

    ResponderEliminar
  88. Nunca são fins mesmo, são levadas para o vento para outro lugar, são mudadas pelo vento para terem outra forma.

    Grande Beijo!

    ResponderEliminar
  89. Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
    Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
    Espero que goste da dica.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  90. AC, desculpa a ousadia mas desafiei-te para um desafio literario, compreendo se não for possivel mas teria muito gosto!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  91. Por onde anda você, meu caro AC?

    Seus contos fazem falta!

    Volte!

    Beijos,

    Inês

    ResponderEliminar
  92. Saudade de ti, querido!
    Um final de semana de luz e sorrisos pra ti.
    Bjooo

    ResponderEliminar
  93. Onde está o AC, após 95! comentários?
    Abraço : )
    Catarina (Contempladora Ocidental)

    ResponderEliminar
  94. O interessante é brincar de dar formas as nuves.

    Afagos

    ResponderEliminar
  95. Boa tarde pessoa lindaaaaa!!!
    E que seja uma tarde Maravilhosa e cheinha de Amor!
    BeijosSSSS

    ResponderEliminar
  96. Eu vejo desenhos nas nuvens.

    Belo e inspirador seu texto.

    Beijo de um lindo domingo para ti.

    ResponderEliminar
  97. Olá AC!

    Engraçado você falar de inquietação. No tempo em que eu era menos, costumava olhar mais para elas. A gente cresce e fica exigente, né?

    Bjuxx e xeroo

    ResponderEliminar
  98. Poeta

    Hoje passando apenas para deixar um abraço e o meu carinho.

    Rosa

    ResponderEliminar
  99. Quando as nuvens são incolores nem sempre podem nos ouvir.

    ResponderEliminar
  100. continuas nas nuvens? mas até nem está nublado!!!
    onde andas tu??
    kis .=(

    ResponderEliminar
  101. Olá querido.
    Vim te ler e matar a saudades.
    Tão bom passear nas tuas poesias.

    Beijinho amado

    ResponderEliminar
  102. que tato com a vida. não domamos a vida, de fato. só tentamos compreend~e-la ao seguir por certos caminhos, por determinadas escolhas. sempre bom tuas linhas.

    ResponderEliminar
  103. Lindo texto. As nuvens tem várias formas e várias interpretações. Depende de quem vê e do que a pessoa sente, depende do momento e do movimento.
    Beijos doces.

    ResponderEliminar
  104. Olá querido poeta!
    Que bom te ler... e como somos mutáveis como as nuvens...
    Tudo muda, amores, tristezas, alegrias. Nem sempre é da forma como gostaríamos que fosse...

    Beijos carinhoso
    Ana

    ResponderEliminar
  105. nossa!

    e não é que vc ta certo!

    beijos

    ResponderEliminar
  106. nossa!

    e não é que vc ta certo?!

    beijos

    ResponderEliminar