sábado, 18 de agosto de 2012

PARA LÁ DO SUBSTANTIVO

.
Hélio Cunha, Planaltos de cristal
.
.
.
Gosto do teu sentir, gosto do teu olhar. A sua envolvência é como uma paleta, pintando telas sem parar ao ritmo de cada clique, cada vislumbre, como se de mais uma peça na solução do puzzle se tratasse. E tentas pintando, e pintas sentindo.
Das histórias sabemos que se datam, se circunscrevem no tempo. Que nome daremos, então, àquilo que começa mas que, por efeito de qualquer química, não lhe vislumbramos o fim?
Um lançar de cartas, no final do dia, apenas ajuda a adensar o mistério.
.
.
.

57 comentários:

  1. Amigo AC,
    Cronos olvida os fatos e, às vezes, até as datas, pois é sempiterno e nós, efêmeros. Quando algo não tem fim, podemos denominá-lo de infinito.
    As cartas, muitas vezes, lança-nos mais enigmas.
    Belo poema em prosa.

    Abraços do amigo de além-mar e ótimo fim de semana para ti e família.

    ResponderEliminar
  2. Ac
    Tao pequenino em tamanho e tao rico em ideias. belo poema!
    com amizade Monica

    ResponderEliminar
  3. Facilmente desisto de enigmas e os mando às urtigas.
    Mas um texto belo, não o desprezo por ser denso
    e penso
    Que nome?
    Tempo?
    Buraco?
    Talvez buraco...
    E as cartas serão lançadas para ver se nos livramos dele, se é forte ou fraco o impacto...

    ResponderEliminar
  4. Gosto de mistérios.
    Um grande bj querido amigo

    ResponderEliminar
  5. O mistério de se envolver em algo para a eternidade!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema como sempre...feito de delicada sutileza.Como diria Drummond:O amor antigo vive de si mesmo...............tanto mais velho quanto mais amor"
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Quem mantém puro o olhar, caminha sempre com uma réstea de esperança.

    ResponderEliminar
  8. E para que os substantivos, quando o que importa mesmo são os sentimentos pintados tão fortemente, ainda que lhes rodeiem instigantemente os mistérios?

    Outra vez, lindo!
    Beijo, AC.

    ResponderEliminar
  9. Um mistério que necessita ser desvendado com firmeza!
    Bom fim de semana AC

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar

  10. Um texto e uma imagem que nos fazem escorregar até ao mundo dos sentidos e ficar...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  11. para mim, o mais bonito dos últimos escritos..

    "Que nome daremos, então, àquilo que começa mas que, por efeito de qualquer química, não lhe vislumbramos o fim?"

    a vida ganha outros sentidos quando damos margens ao mistério.

    beijos!

    ResponderEliminar
  12. Um texto misterioso! tens o dom da escrita e do enigma...adoro ler-te.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. A vida também pode ser um jogo para o qual concorre habilidade, estratégia, sorte... e o mistério apimenta a vida.

    ResponderEliminar
  14. Poeta , o que me encanta na sua escrita fica nas entrelinhas . Suas metaforas sao os presentes dos sabados ! Beijos e boa semana .

    ResponderEliminar
  15. O que seria do amor , não fosse seus mistérios!
    Lindo
    Abraços. Edna Campos

    ResponderEliminar
  16. Poesia feita de sutis mistérios...Muito belo AC. Um ótimo final de semana para você. Beijos!!

    ResponderEliminar
  17. Pensamento com um halo misterioso, profundamente emocional. Jogo magnetico, jogo incognito, jogo elegante e sutil.
    E estranhou, eu ando em esta noite de sábado por aqui, mas realmente gostei mucho de ler voce. Passei apenas dizer Ola e enviarte uma saudacao de Buenos Aires hasta Portugal. :)

    ResponderEliminar
  18. O amor nos faz poetas! e se naõ sabemos tomamos pra nós os escritos dos que sabem!
    Lindo AC
    meu abraço de domingo

    ResponderEliminar
  19. Amor....Sentido, vivido para além do mistério e do próprio prazer....
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  20. Gpsto de textos curtos , mas significativos.

    Um bom resto de domingo.

    ResponderEliminar
  21. o que é o tempo carissimo, mas, neste tempo lhe desejo um belo final de semana.

    ResponderEliminar
  22. sugestivo texto - um olhar indeterminável.

    gostei.

    abraço

    ResponderEliminar
  23. "[Para] muita coisa importante falta nome, (...) mas tudo, nesta vida, é muito cantável", AC. Tudo que me ocorre são as palavras de Riobaldo, em "Grande sertão: veredas", de Guimarães Rosa.
    Abraço.
    Gilson.

    ResponderEliminar
  24. Sem mistério perderia a graça...

    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  25. De nada serve o substantivo diante do mistério, que este não suporta nomes.
    Escreves arrebatando-nos!
    Bj grande, meu querido amigo AC

    ResponderEliminar
  26. Linda prosa quase cheia de metáforas. Não sei qual palavra seria. Tu o sabes melhor...Inventa-a!
    Uma semana feliz é o que te desejo!

    ResponderEliminar
  27. Subjetivos assim são nossos sentimentos sobre a vida,sobre o amor.Cada um percebe a sua maneira,encontrando semelhanças e diferenças com o outro e nesse diálogo que muda com o tempo vamos tecendo e tentando decifrar nossos próprios mistérios.
    Abraços,

    ResponderEliminar
  28. Ai de nós
    quando pensarmos
    ter todas as respostas

    ResponderEliminar
  29. Um gostar muito além do palpável...voa infinito...abraços de boa semana pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  30. AC gostar é tão misterioso e envolvente não é?! Amei!

    ResponderEliminar
  31. Muito significativa e encantadora sua prosa poética ou poema em prosa... seja como for, sempre lindo o que você escreve AC, beijos e boa semana,
    Valéria

    ResponderEliminar
  32. Adoro te ler.Lindo sempre!!beijos,tudo de bom,chica e que a semana seja ótima!

    ResponderEliminar
  33. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos...

    ResponderEliminar
  34. Caríssimo AC, que linhas belas e suavíssimas! Importantíssimo, sim, o lançar de cartas, no final do dia!
    Beijinhos, boa semana!

    ResponderEliminar
  35. É tão bom, o mistério...!
    Que importância, haverá no fim?

    Beijo

    ResponderEliminar
  36. Mistério ira surpresa, abraço Lisette.

    ResponderEliminar
  37. Eu vim lhe deixar um convite
    Estou lhe convidando a visitar, uma página que mantenho na Internet.
    Não tem nem Cores e nem Nuances, por isso nominar de blogue, é muita pretensão. Mas, solicito que vá até lá, e possamos seguirmos juntos por eles. Estarei grato, esperando por você. E desde já o meu sentimento de gratidão.

    www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar

  38. Mistérios de existência, saberes maiores, guardados nos nossos olhos ainda tão pequenos.

    Um beijinho, AC

    ResponderEliminar
  39. "Que nome daremos, então, àquilo que começa mas que, por efeito de qualquer química, não lhe vislumbramos o fim?" Acho que isso se chama presente. E ter a consciência plena de vivenciá-lo. Obrigada pela visita ao meu blog! Volte sempre que quiser.

    Bjos!

    ResponderEliminar
  40. Um mistério este texto e tão lindo!!! Adorei.Vir aqui é uma delícia.Beijo

    ResponderEliminar
  41. Daremos ao mistério o nome de mistério e à solidão o nome de vazio.Daremos às histórias o tempo que se escreve na horizontal ou na vertical e aquele a que falta uma interrogação no cenário.Um baralho de cartas é a existência toda baralhada e, às vezes, certa. Mas é sempre mistério, sim!
    Com um forte abraço,preencho a minha ausência.
    Ibel

    ResponderEliminar
  42. Ac, você me inspira tanto! Estar inspirqada é bom pra viver...
    Beijos,

    ResponderEliminar
  43. Belo!

    O importante é viver e sentir.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  44. O encontro é sempre um mistério em si...

    Um abraço no regresso de férias.

    ResponderEliminar
  45. Sensivel e misterioso jogo do amor...
    Beijo grande.

    ResponderEliminar
  46. o mistério é algo que como o sonho apimenta a vida
    beijinhos

    ResponderEliminar
  47. Realmente, um texto pra lá de substantivo, parabéns,

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  48. « E tentas pintando, e pintas sentindo » tenta e consegue - arrebatar-nos com as suas belas histórias poéticas! Parabéns, e obrigada pelo carinho! Um beijinho, e que essa química, se mantenha assim... por muito tempo :) BFS

    ResponderEliminar
  49. Retratas de maneira peculiar, refinada, a complexidade do existir. Ac, um beijo e muita paz!

    ResponderEliminar
  50. Meu amigo...seus textos possuem alma.As palavras gostam de você e dançam ao sabor de sua sensibilidade tão aguda.
    Passamos a vida com uma paleta nas mãos,pintando o tempo, talvez o nosso equívoco esteja nas escolha das cores.Nem sempre é possível usar azul.

    Beijo. Bom domingo.

    ResponderEliminar
  51. sempre bom estar por aqui AC..
    um sentir intenso ..
    beijo.

    ResponderEliminar
  52. também gosto de ler, os sentires que emanam do teu texto (poético).

    um beij

    ResponderEliminar
  53. Bom esse mistério.
    O teu texto possui esta densidade, esta textura, a tessitura do poema em prosa, o enigma de um olhar completamente novo que tu lanças sobre a realidade no texto.
    Estou aprendendo a ler...

    ResponderEliminar