domingo, 16 de dezembro de 2012

APERTADAS CORRENTES, LARGOS VEIOS, ETERNOS NASCENTES

.
Hélio Cunha, La Donna Immobile
.
.
.
As folhas, imunes ao gatinhar do respirar, preparam a cerimónia de encerramento, baseada no cultivo do silêncio. O sono é apenas aparente, longe do olhar tudo se conjuga para o eterno renascer. E é nessa fronteira, que não vemos mas sentimos, onde são admitidos, entre outros, alguns acordes de valsa mesclados de leves tons de fado e tango, que nos permitimos, por vezes, sossegar. É um aquietar ténue, porque enfeudado ao porvir, mas ainda assim, para os avessos ao ruído, vestido com vestes de calmaria. A semente do desassossego vem depois, quando tudo brota e tudo resplandece. As fronteiras tendem a desvanecer-se, cúmplices do sonho que se desfralda, as nuvens ganham configurações em medida solta. É quando sentimos que tudo está ao nosso alcance, que tudo depende de nós. E, sem nos darmos conta, queremos mais. E mais.
De repente, imunes ao gatinhar do respirar, as folhas preparam a cerimónia de encerramento, baseada no cultivo do silêncio. O germinar do desassossego atinge o seu esplendor. 
.
.
.

42 comentários:

  1. Poeta , que presente ! Muito lindo ! Obrigada . Beijos

    ResponderEliminar
  2. esplendor é uma palavra de brilho, resplandece



    abraço

    ResponderEliminar
  3. o esplendor é aqui, entre tuas palavras. brilho intenso. beijos.

    ResponderEliminar
  4. No tempo do recolhimento há vida em estado latente esperando o eterno recomeço.Muito linda a vida em seus ciclos.Um abraço e feliz Natal!

    ResponderEliminar
  5. Tens razão... o sossego é apenas a antecâmera do desassossego, do querermos mais. Se o não fosse, estaríamos a falar da morte, essa forma de sono prolongado, eternamente sossegado...

    ResponderEliminar
  6. Que maravilha acabo de ler!Belíssimo! abração,chica

    ResponderEliminar
  7. O desassosego é um monstro criado pelo ser humano. Um monstro que criamos e cuidamos porque sem ele não saberiamos viver.
    Um abraço e uma boa semana.

    Á margem
    Obrigada pelas palavras de incentivo no Sexta.

    ResponderEliminar
  8. AC querido, sossego e desassossego pintados pela mão de quem sabe todas as cores e seus tons
    bj grande, amigo-poeta

    ResponderEliminar
  9. Olá, AC!

    Esta vida é feita de contrastes, de contradições, de altos e baixos - de claros e escuros.Sem uns, os outros não existiria - e esta vida seria uma linha recta, monótona e repetitiva.
    Mais um lindo texto.

    Boa semana, e um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  10. Obrigada. Maravilhoso!
    Boa semana!

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  11. Vim retribuir sua visita aos meus espaços, gostei demais dos escritos. Fiquei por aqui. Um abraço!

    ResponderEliminar
  12. Este desassossego que nos obriga na maioria das vezes a evoluir.
    Gostei muito.

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Por que tu dizes sempre um tanto de lamento na tua fala, aí logo em seguida lê-se esperança, recomeço, um rasgar de alma querendo tudo outra vez.

    Crescemos, assim?

    Quando dizes que o que escrevo te arranca risos, isso me contenta num grau inimaginável. Obrigada!

    Beijo, AC.

    ResponderEliminar
  14. Um gatinhar que se fará voo e um modo de dizê-lo absolutamente preciso... E precioso!

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Uma beleza de se ler, parabéns pelo belo texto. Meu amigo querido, também aproveitando, lhe deixo votos de um feliz Natal cheio de alegrias e muita paz. Beijos carinhosos, Suzana.

    ResponderEliminar
  16. "a cerimónia de encerramento, baseada no cultivo do silêncio"... Devíamos experimentá-la, neste final de ano..:!

    Aproveito para deixar já os meus votos de um Feliz Natal e de um Bom Ano Novo (caso o tempo não me permita cá voltar).

    Beijo

    ResponderEliminar
  17. «O germinar do desassossego atinge o seu esplendor» Um esplendor deste texto poético! Gostei muito Ac :)
    Beijinho e Feliz Natal

    ResponderEliminar
  18. (re)nascer... germinar... vida.
    O equilibrio trazendo paz... o desassossego trazendo criação...

    Lindo texto...
    belas palavras,
    Super doces beijos,
    Johanna.

    ResponderEliminar
  19. Sempre belo
    esta viagem pelas metáforas vivas

    ResponderEliminar
  20. as tuas palavras reluzem, sem fim

    obrigada pelo teu esplendor

    beijo

    ResponderEliminar
  21. ‎.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•★♥ Hoje venho desejar saúde, paz, amor e muita alegria... FELIZ NATAL!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Olá, nobre amigo AC!
    Ao mesmo tempo que morremos um pouco por dia, também renascemos.
    Tudo em nossas vidas tem de ser buscados unicamente por nós, pois, vive-se cada um por si e Deus por todos.
    Tudo trama contra nossa paz e tranquilidade.
    Eis mais um texto primoroso, amigo!

    Abraços do amigo de além-mar e ótimo Natal para ti e família.

    ResponderEliminar
  23. ¸.•°♡⊱彡

    A eterna inquietude humana em busca de respostas para a alma!...

    Que o menino Jesus continue abençoando a vida de todos nós.
    Beijinhos.
    Brasil ✿ °•.¸


    (⁀‵⁀,) ✫✫✫
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫
    .•°*”˜˜”*°•.✫✫✫ MERRY CHRISTMAS!

    ResponderEliminar
  24. Olá, AC!

    Fazendo a ronda, sem saco nem presentes, apenas para deixar os votos de FELIZ NATAL com saúde e alegria, para si e os seus, com tudo de bom.

    Abraço amigo
    Vitor

    ResponderEliminar

  25. Festas Felizes AC.

    E que o Ano Novo seja de Paz e Harmonia ainda que no desassossego das palavras que não dormem.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  26. Belíssimo, AC.

    Deixo os meus votos de festas felizes :)

    Beijo
    Sónia

    ResponderEliminar
  27. Passando para desejar um FELIZ NATAL..
    Com muita paz, amor, harmonia, saúde e felicidade.
    Que 2013 comece maravilhoso e termina melhor ainda.
    Super doces beijos brasileiros,
    Johanna.

    ResponderEliminar
  28. Um Feliz Natal com aquilo que para cada um de nós é essencial, e o essencial será aquilo que desejarmos. Neste mundo tão desencontrado é bom encontrar fontes.Abraços e feliz ano novo também!

    ResponderEliminar
  29. AC, amigo querido! voltei pra te desejar um Natal a cada dia do ano, junto aos seus afetos.
    bj grande

    ResponderEliminar
  30. O desassossego está sempre ligado ao esplendor.
    Textos sempre bonitos. Parabéns.

    Desejo um FELIZ Natal! :)

    ResponderEliminar
  31. E o meu verso se desprende, desaprende da sua cor. De pétala em pétala. De folha em flor.

    Beijo na alma,
    Sam.

    ResponderEliminar
  32. Querido amigo!

    Hoje vim lhe fazer um convite especial para visitar o blog Vendedor de Ilusão onde participo do evento "Contos e Prosas".
    Se desejar deixar a sua opiniao sobre o conto, ficarei muito honrada com as suas palavras.

    http://vendedordeilusao.blogspot.com.br/2012/12/contos-e-prosas-apresenta-criacao-de_21.html

    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  33. BAXTALE KReCHUNO
    thaj
    BAXTALO NEVO BERSH 2013
    Feliz Natal e Feliz Ano Novo de 2013
    COZINHA DOS VURDÓNS E HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS
    PROJETOS AMSK/Brasil

    ResponderEliminar
  34. Texto maravilhoso...

    Feliz Natal e um ano novo de luz e paz...
    Beijos...

    ResponderEliminar
  35. ✿¸.•♪
    º° ✿✿¸.•♪
    "O segredo do Natal está dentro da gente, reflita e viva-o intensamente."

    (⁀‵⁀,) ✫✫✫
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫
    .•°*”˜˜”*°•.✫✫✫ MERRY CHRISTMAS!

    Boa sexta-feira!
    Bom fim de semana!
    Beijinhos do Brasil.
    ¸.•°♡⊱╮╮

    ResponderEliminar
  36. Quero desejar-te um Natal cheio de alegrias, e um
    2013 fecundo de paz e criatividade!

    um grande abraço e um
    beijo :)

    ResponderEliminar
  37. O sossego e o desassossego por nós criados,assim se conjugam.
    Belo como sempre.

    Um feliz Natal para o meu amigo e tosos aqueles que lhe são queridos.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  38. Passei para deixar um abraço e desejar Feliz Natal pra ti! :)

    ResponderEliminar
  39. O aquietar ténue do verso
    como prosa em desassossego

    Apertadas são as correntes
    Largos são os veios
    E todas as eternas nascentes


    Abraço

    ResponderEliminar