domingo, 29 de agosto de 2010

MULHER CORAGEM

.Patrícia Moreira, Vitória da Conquista

..

A doença surgiu, silenciosa. Para alguém que luta.
.
.
.
Trazias o entusiasmo
Dos sonhos por concretizar
Alimentado
Em berço protegido
Mostravas o teu querer
Indomável
Na firmeza do olhar
Com que fitavas
Desafiadora
A areia da engrenagem
Cuidavas das crias
Espaço crucial
Com o saber dos argutos
Condimentado
Em taças de ternura
Lidavas com os amigos
Espaço de partilha
Como porto de abrigo
Apaziguador
Imune à amargura
Olhavas para a vida
Espaço realizador
Como terreno a conquistar
Com ardor
Em luta sempre dura
Enfrentas o infortúnio
Espaço regenerador
De descoberta
Duma tela descomunal
Onde os amigos
De mão dada
Semeiam os acordes
Indestrutíveis
Duma vitória anunciada.
.
.

75 comentários:

  1. Coragem feminina em tintas fortes, belo texto.

    Abraço e obrigada por seu carinho.

    ResponderEliminar
  2. AC:
    Bonito o teu gesto ao enaltecer tanto a mulher coragem como os amigos que dela sabem ser...
    beijo

    ResponderEliminar
  3. A fragilidade feminina ultimamente pouco comun ainda remete a ternura e inspira poemas.
    Achei lindo AC
    deixo abraços

    ResponderEliminar
  4. Belo poema à mulher coragem, heroína da vida real, de todos os dias, o dia todo.

    Beijos... bom domindo.

    ResponderEliminar
  5. Que bela leitura da bravura de uma mulher.
    Lindo poema, AC!

    beijos

    ResponderEliminar
  6. UM bonito desenho da coragem, essa que nos é tão necessária. Coragem e fé..sempre fundamentais. Os amigos sempre a nos ajudar nesses intrumentos diarios de vida.

    Um beijinho.

    Desculpa a ausencia, aos pouquinhos estou voltando.

    Erikah

    ResponderEliminar
  7. AC,
    Um poema magnífico, assim como seu texto anterior que li repetidas vezes, adiando sempre o comentário. É um poeta por instinto, mas a prosa não o desmerece de forma alguma. Tem uma escrita abençoada!

    ResponderEliminar
  8. Viva!

    Bonito texto em que enfatiza a mulher e a coragem. Mulher é coragem, disso não tenho dúvidas.
    Voltarei.

    ResponderEliminar
  9. Bonito poema à mulher e à sua coragem.
    ".. .Luísa sobe,
    sobe a calçada,
    sobe e não pode
    que vai cansada.
    Sobe, Luísa,
    Luísa, sobe,
    sobe que sobe
    sobe a calçada. .."

    Boa semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Lindissimo poema!

    Tela a explodir cores e sentimentos belos e indestrutiveis, coesos na sua essência, apesar das amarguras!

    Gostei muito.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  11. Oi AC...
    Lindo demais....enaltece a mulher de forma tão generosa...belo...belo.... belo


    bjos....com carinho!

    Zil

    ResponderEliminar
  12. Lindíssimo e forte poema!abraços,chica

    ResponderEliminar
  13. Muito obrigada pela visita e por me parabenizar!!
    Continue insistindo em me seguir,pois já estou lhe seguindo!rsrs
    Bjs *--*

    ResponderEliminar
  14. AC,

    que lindo poema! Versos repletos de ternura.

    Obrigada pela visita que me deixou feliz.


    Bom domingo, amigo. Beijos

    ResponderEliminar
  15. todas as mulheres têm coragem no sobrenome.

    obrigada.


    beijo.

    MJQ

    ResponderEliminar
  16. PRAZERRRRRRRRRRRRRRRRR!!!

    Fikei imensamente feliz com tua visita!!

    Apareça sempre.

    ___________
    Q POst Lindooooooooooooo!!
    Magia Pura!!!
    bjs
    e Voltarei.

    ResponderEliminar
  17. AC

    Cuidar das crias com o saber dos argutos, condimentado em taças de ternura....

    É linda esta imagem poética, na mãe assim definida. Mas todo o poema é muito forte, a denunciar com precisão, a coragem da mulher que o inspirou.

    Um beijinho e a minha gratidão.
    Pelas palavras, aqui e lá, sempre!

    ResponderEliminar
  18. a disposição das cores e do poema revelam a belza feminina!!!

    bjinhus...e otimo domingo!!

    ResponderEliminar
  19. Se o poema é bordado com linhas de entusiasmo, querer, firmeza, ternura, abrigo... é a figuração de uma mulher que emerge à flor do branco linho dos versos.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  20. E, depois de tudo isso, ainda era, por alguns, tratada como se fosse um bicho.

    ResponderEliminar
  21. Olá A.C.
    lINDISSIMO ESTE POEMA!
    Pudessem todos os homens ver as mulheres com os meus olhos, e vesti-las com tão bela poesia...

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  22. Atributos enaltecedores a essas mulheres, que tem nas mãos as carícias, no corpo o perfume,
    exalando vida na fecundidade do amor...

    Lindo poema...

    Feliz semana

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  23. AC

    em quatro espaços se desenha uma vida!

    a tela será descomunal, mas pequena

    para conter as mãos
    os amigos
    os acordes

    e tudo o mais que se apercebe e não se vê.

    um beijo

    Manuela

    ResponderEliminar
  24. AC: colega querido, traças o retrato duma mulher fria, indomável, caprichosa...
    Eu sou mais para o sentimental e não sou dada a caprichos...O meu capricho, sou EU!
    BEIJOS DE
    MARIA ELISA

    ResponderEliminar
  25. Maria,
    Contra o que é costume, hoje comento.
    O grande capricho da mulher retratada no poema é a luta contra uma grave doença.
    Obrigado pela presença.

    beijo :)

    ResponderEliminar
  26. .

    . associo.me . na mais contemplativa ascese .

    . solidaria.mente .

    . porque somos todos e tantos um traço de nada .

    .

    . uma boa semana .

    .

    . um abraço .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderEliminar
  27. Encantadores estes poemas em que a figura feminina é sempre apresentada com ternura!Lindissimo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  28. AC,

    No meu círculo social (tanto on quanto off), admiro algumas mulheres. São tão fortes que passam a imagem de “a inabalável”!

    Bjuxxx e xerooo.

    ResponderEliminar
  29. Gosto da tónica na esperança, omnipresente do início ao fim.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  30. AC
    sinto uma energia positiva e sensível ao ler este poema sobre uma mulher cantada pelo coração de um homem.
    É como se falasses sobre a guerreira que mora aqui dentro, sempre pronta a entrar em ação quando a vida tenta desmoronar ao nosso redor.
    E assim nos tornamos: "imunes à amargura", não há espaço dentro de quem acolhe em si a coragem. E para ser assim...necessário haver muito amor dentro do coração!
    Lindíssimo poema, amigo!
    Amei, pura e simplesmente!

    Beijos agradecidos pela visita ao meu Blog tão novo! Fiquei emocionada com tua presença!

    ResponderEliminar
  31. Como é possível ver "capricho", onde soçobra força, ternura e entrega?!Espantoso!!!!
    Vejo uma MULHER Inteira, uma leoa que defende o seu mundo, o mudo que foi capaz de construir, de conquistar, de proteger e de cuidar.
    Estou em crer que há-de vencer.

    ResponderEliminar
  32. Muito delicadas as suas palavras. Ficou lindo. E se a intenção for tocar alguém, funcionou demais comigo.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  33. Lindo demais
    Lidava com a familia espaço de partilha
    Toda a poesia é de emocionar.
    com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  34. AC ,
    aqui é retratada , e bem , a força feminina .
    Sim , a mulher é mais corajosa , sobretudo em casos pontuais como este .
    Mas , felizmente , que o homem novo começa a ombreá - la , com frequência .

    Beijo ,
    Maria

    ResponderEliminar
  35. Belo poema!Gostei imenso em especial da forma como o terminou. :)

    "Onde os amigos
    De mão dada
    Semeiam os acordes
    Indestrutíveis
    Duma vitória anunciada".

    Abraço.

    ResponderEliminar
  36. Um Hino à Mulher feito por um Homem sensível.
    Um poema com o brilhantismo a que já nos habituaste, inspirado em noite de insónia, mas que, nem por isso, toldou a lucidez e a capacidade de ser objectivo e racional.
    Um forte abraço.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  37. Um belo poema dentro de uma belíssima prosa. Um brilhante "ode" às mulheres que lutam pela vida e pela sobrevivência. Só você mesmo, AC. Bravooooo!!!

    Um beijo do Rio de Janeiro pra você.

    ResponderEliminar
  38. Feliz o homem , abençoado... Pode ser, por conseguir transceder o seu olhar através da Mulher pelo que ela é no seu interior, que se revela em virtude inconteste- Sua Coragem de Viver e ser Mulher! É só olhar ao redor ...Ainda é quantitativo e relevante esta espécie de Mulher. Parabéns amigo por sua sensibilidade .

    ResponderEliminar
  39. s enão fosse redundante, diria: mulher vitoriosa! Mas as mulheres já, são, de antemão, vitoriosas mesmo. Marcante poema...

    ResponderEliminar
  40. AC, que é feito da JB, amigo?!
    Estou preocupada.
    Dá-lhe beijos meus.
    E noticias dela.
    Tenho email no meu blog, se ela lhe apetecer falar-me. Eu respondo!

    'Bigada pelo carinho.

    ResponderEliminar
  41. OutrosEncantos,
    Agradeço muito a tua preocupação! Como já "falámos"... deixo-te beijos com muito carinho!

    AC,
    Bela homenagem!

    Beijo

    ResponderEliminar
  42. AC,
    Obrigada pela a visita.
    Este teu texto é mesmo muito intenso e lindo. Poesia com fratura exposta de tão revelada.

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderEliminar
  43. Palavras fortes, intensas e bem medidas.

    Abraço

    ResponderEliminar
  44. Olá AC!
    Ainda só comentei uma vez mas tenho acompanhado o seu blog com muita atenção.
    Parabéns por mais um belo poema

    ResponderEliminar
  45. Para alguém que luta... que fique a esperança da vitória anunciada, no calor da amizade, também. Gostei muito deste teu poema.


    Um beijo e bom resto de semana.

    ResponderEliminar
  46. A mulher tem um pouco disso, menina mulher, força de vida, lutadora indomável,mas ao mesmo tempo a fragilidade de uma criança
    Bj

    ResponderEliminar
  47. Obrigada por seguires, também estou a seguir o teu :)
    E já agora... bom blog!

    ResponderEliminar
  48. Em certos momentos de nossas vidas, descobrimos uma força que existe dentro de nós: inabalável!

    BEIJOS

    ResponderEliminar
  49. Olá AC!

    Linda homenagem à coragem em forma de mulher, que fazendo das fraquezas forças vai enfrentando a adversidade sem desanimar, sem se chorar.
    Quem quer que ela seja, que a vitória lhe possa sorrir!

    Um abraço.
    Vitor

    ResponderEliminar
  50. Maravilhoso hino, AC amigo, à coragem dessa mulher que, como tantas Marias por esse mundo, além de outras lutas, também tem de afrontar terrível doença!
    Abraço

    ResponderEliminar
  51. Lindo!!!
    Beijos em teu coração e uma semana MARAVILHOSA!

    ResponderEliminar
  52. A dor da partida é sempre um espinho que quer permanecer mas, que não devemos deixar que nos tolde a luz que deverá sempre entrar no nosso coração por forma a sermos mais e mais unos com universo. Um abraço sentido, de quem passou por semelhantes perdas neste ano que ainda decorre.

    Beijo
    (encontro-me também no: http://oromeuqueseperdeu.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  53. Enalteces a mulher de uma forma linda...e maravilhosa...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  54. achei o poema muito bom com estrofes dignas de grande talento, e, se a dedicas a alguem com coragem, aqui deixo também a minha solidariedade para ela.

    para o Poeta os meus parabéns.

    um beij

    ResponderEliminar
  55. Olá A.C.!
    Indiquei seu blog na Blogagem Coletiva que acontece hoje…Blog Day 2010.
    Confira no Stelium…

    Beijos
    Hanah

    ResponderEliminar
  56. Se em atos de felicidade, os outros nos são tão urgentes para compartilharmos sorriso, imagine no momento de nossas lágrimas caem e sentimo-nos tão mortos, que apenas a nossa gente querida poderá nos trazer lenços e enxugar nossas dores! Adorei! Beijo grande.

    ResponderEliminar
  57. Graças a Deus cada mulher traz dentro de si uma coragem que nenhum homem tem
    com carinho MOnica

    ResponderEliminar
  58. Uma tela enorme onde os sentimentos não cabem por serem demasiado fortes...um hino á mulher, quase menina...anjo do lar..ternura...é sempre feliz, quando tudo a contradiz...Todos os sentidos...estão sempre mais que atentos...os seus olhos, os seus ouvidos...escutam chamamentos...de quem a solicitar, para de pronto, ajudar...Não tem nome sequer...esta mater dolorosa...com uma força gigante...pode ser uma qualquer...sempre esperançosa...amando seu semelhante...Seu nome:MULHER!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  59. Assim seja!

    Abraço para quem luta e ajuda a lutar

    ResponderEliminar
  60. Olá AC,

    texto bonito e tocante e a imagem postada é bela e intrigante... Agradeço seu carinho de sempre em meu cantinho. Grande abraço.

    ResponderEliminar
  61. Tão lindo o entusiasmo dos sonhos que virão.

    ResponderEliminar
  62. Olá caríssimo intenso o poema, sabe admiro a sua forma de admirar as mulheres.

    Beijoa

    ResponderEliminar
  63. Que os amigos saibam sempre semear os acordes essenciais.

    Bonita poesia!

    Bjins

    ResponderEliminar
  64. HÁ MULHERES QUE FAZEM A GRANDE DIFERENÇA...

    UM BRINDE A ESSAS CORAJOSAS !

    BEIJO

    ResponderEliminar
  65. Tudo é alcançado por quem nunca desiste. Parabéns a essas pessoas, hão-de mudar o mundo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  66. Vitória anunciada.. que assim seja, pois, nós assim o somos, coragem.

    Beijo meu

    ResponderEliminar
  67. O meu comentário,querido amigo?
    Tenho saudades, Agostinho.
    Abraço

    ResponderEliminar
  68. às vezes quando pensamos que tudo está perdido,
    encontramos uma pequena chama que poderá nos reaquecer para continuarmos lutando, sobretudo quando estamos rodeados de amigos verdadeiros
    e de um Poeta inspirado e generoso!

    Beijos

    ResponderEliminar
  69. OLá

    Que essa mulher que se veste de esperança, possua também a coragem perpectuada no provir.
    Mais se verá de si, eterno feminino, verbo, luz, e o sopro que a fará "subir".

    Saí do meu "canto" propositadamente, para o informar que está a seguir um blog que ainda nem começado foi.
    O outro é caloiro mas já me deu "pano para mangas".
    Assim é esta blogosfera, onde nunca se sabe quem nos recebe(?) se de portas abertas ou encostada, por via dos fantsmas ou ladrões de ilusões, desejos...ou...
    mas nos toma á sua imagem sem que escrevamos com qualquer intenção abusiva, mas pelos vistos, tudo serve para que hajam 2 ou mais interpretações.
    Percebe-se assim, porque é que a alienação está cada vez mais gritante; basta um computador ou uma tv ou um visor qualquer para se jogar, ou algo do género, para que o "passar o tempo" nunca morra e por isso não matará igualmente a rotina e estafa de se ter por companhia uma ou mais pessoas que nem nos olhos se observam mais. Ou então surje a falta de paciência, pelo o hábito instalado de se verem todos os dias e ainda, saberem demais uns dos outros. Dou graças a Deus, se dou... por ser livre de todo este conflito entre corpo e alma...desejo e quereres, sim e não, ou pior..."talvez um dia..." um dia que nunca chega porque poucos trazem consigo o alento que é ser-se feliz e positivo perante as adversidades e não guardar rancores.
    A liberdade vem de dentro e nao utopicamente pela forma ou gosto que se entenda vesti-la.

    Desculpe este desabafo, mas saiu...nem sei bem porquê. De quando em vez deixo a intuição falar e apresentar-se.

    Bom domingo para si e obrigada
    Mimi

    ResponderEliminar