domingo, 30 de janeiro de 2011

PARA LÁ DAS NUVENS

.Imagem tirada da net
.
.
.
O caminho tinha demasiadas pedras soltas, mas o jipe dava garantias. Sempre com o nevoeiro por companhia, de tal forma cerrado que mal deixava perceber a rama dos pinheiros, a ascensão era feita com as devidas cautelas. Sabia de cor os sítios por onde passava, mas aquele cenário cingia-o à solidão do cego, tentando desenhar contornos no meio da penumbra. Havia apenas os mapas da intuição, ali nada mais contava.
A certa altura, já próximo do cume, a luz começou a penetrar as trevas. A tensão diminuiu, dando lugar ao júbilo da luz no fundo do túnel. E um sorriso quente começou a amaciar as paredes do estômago.
No cume, o sol esplendoroso é autêntica apoteose. O olhar, finalmente liberto, espraia-se em todas as direcções, e a sensação é a de estarmos numa ilha recôndita, acima das nuvens, qual Olimpo fora das preocupações terrenas. Os pequenos problemas diluem-se em nada, dando apenas lugar às grandes questões.
Lá no alto, longe da pequenez da falta de horizontes, fica a sensação de que tudo se resume à envolvência do abraço...
.
.
.

135 comentários:

  1. Ain que delícia, adorei o texto...é tão envolvente como um abraço...

    Bjs

    Mila

    ResponderEliminar
  2. Ah, quero esse paraíso!!! Texto delicioso!
    Bjsss, bom domingo!
    Madalena

    ResponderEliminar
  3. Tio, AC. *-*
    Eu adoro entrar no seu blog, E ver seus textos!
    Texto esse transmito nesta linda Tarde de domingo, um belo texto, recebido de quem me é precioso.
    Abraços e um Ótimo Domingo.

    ResponderEliminar
  4. Há momentos, meu amigo, em que esse abraço pode ser tudo.O mais passa a ser nada , quando temos essa sensação de segurança.

    beijo. Boa tarde de domingo!

    ResponderEliminar
  5. Por vezes as caminhadas, na aridez dos passos, são incertas mas sempre tentadoras, num desafio que nos colocamos a nós próprios... e ao longo desse caminho vamos colhendo as mais diversas sensações, os mais puros aromas, num horizonte aliciante, num desejo ímpar de atravessar esse aparente manto de névoas... o desconhecido nos atrai e sente-se o apelo da simples chegada... como se no cume soubessemos que nos espera algo de bom, de saudável... e só saberemos se continuarmos a caminhada íngreme temperada de sorrisos quentes... a sensação do abraço envolvente é nitidamente o que sinto "para lá das nuvens"... e uma das mais belas formas de preencher a sede do olhar...

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Quando o abraço é tuuuuuuuuuuuudo...Lindo! abraços,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  7. Ah AC!!!
    Não tem como. Sempre que venho aqui acabo o texto soltando um suspiro...
    Que lindo!!
    Aceite, então, um abraço virtual, distante, mas real como as notas sensíveis do imponderável...
    Beijão

    ResponderEliminar
  8. A Poesia do real aqui inscrita com toda a mestria do poeta.
    E lendo estive lá, onde "tudo se resume à envolvência do abraço..."

    Deixo um abraço

    L.B.

    ResponderEliminar
  9. Oi AC....

    ...longe da pequenez da falta de horizontes...

    DEIXO PRA VC ABRAÇOS ENVOLVENTES!

    Bjo!

    Zil

    ResponderEliminar
  10. O abraço nos leva para o alto em qualquer lugar.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. O horizonte e o abraço de letras e estradas que se perdem dentro de mim...

    "Lá no alto, longe da pequenez da falta de horizontes, fica a sensação de que tudo se resume à envolvência do abraço..."

    Um eterno paraíso!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Olá, amigo!
    Seu texto é poesia...
    Um caminho de sonhos que termina num abraço...
    Muito lindo!!!
    Boa semana!
    Beijinhos.
    Brasil.•♥•.
    •♥•..•♥•.¸

    ResponderEliminar
  13. Só agora retomei o caminho de regresso... e esse foi acompanhado de uma sensação de leveza extraordinária...

    Bj

    ResponderEliminar
  14. Que lindo...

    Pude sentir a dificuldade da súbida...mas a alegria de ver a luz e sentir o vento no cume do morro!!!
    O olhar liberto...em todas as direções,
    E a vontade de poder permanecer nesse abraço esquecida do mundo...
    Obrigada pela viagem!!!
    Um Beijo

    ResponderEliminar
  15. Lindo passeio o teu/meu...

    Deste-me uma ideia...lol


    Nuvem...água:)

    ResponderEliminar
  16. Você no alto da montanha
    revê o caminho percorrido
    Foi longa, difícil a caminhada?
    e dela o que restou?
    Apenas a paisagem...
    Isto eu escrevi há algum tempo, mas após ler o seu texto agora completaria; restou apenas um abraço.Um abraço fraterno

    ResponderEliminar
  17. Só a natureza nos pode envolver assim, que saudades eu tenho desse abraço .
    Lindo!

    Beijinhos meu amigo.

    ResponderEliminar
  18. "a envolvência do abraço"

    uma estória realmente terna :)

    beijos!

    ResponderEliminar
  19. AC ,

    está cá tudo ...
    o nevoeiro em que por vezes nos encontramos , a tão necesária subida , a luz , a importante luz .
    E no cimo aquilo que mais e melhor pode unir ...
    o abraço .
    Lindo !
    Um beijo ,
    Maria

    30 de Janeiro

    ResponderEliminar
  20. AC,

    A natureza nos presenteia com espetáculos tão grandiosos, que nossa alma meio que acompanha essa grandiosidade e se agiganta também. E quantas vezes não observamos estas maravilhas? Deixamo-nos levar pelo cinza do concreto e da fumaça, pelo negro do asfalto e pelo insosso das paredes. Ao invés de erguer os olhos e contemplar, a cada amanhecer ou entardecer, um belo espetáculo. E sentir, em comunhão, a alma se expandir.
    Deixo-te meu abraço, caríssimo.

    E beijos

    Carla

    ResponderEliminar
  21. se o nevoeiro
    toca a rama dos pinheiros

    é como uma plantação de agulhas verdes em neve branca

    é estarmos lá em cima
    como se estivéssemos cá em baixo e pudéssemos voar

    ...aos abraços, é claro!

    mas agora, dou-lhe um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  22. Um Domingo destes ainda tento um passeio assim. Na busca do vasto horizonte. :)

    ResponderEliminar
  23. Ai que coisa linda...eu fico nas nuvens quando venho aqui, viajo em tuas palavras!
    Um abração bem apertadinho viu AC e cheinho de carinho.

    ResponderEliminar
  24. Delícia de texto e imagem.
    Dá pra senrtir o frio da neblina.
    Bom domingo. Bjs Edna.

    ResponderEliminar
  25. Que beleza...As vezes tenho essa sensação ...Tudo se resume à envolvência do abraço...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  26. Delicioso...Quando tudo se resume à envolvência do abraço...

    ResponderEliminar
  27. Olá... Acesse "Sua Vida... Nossa Diversão"... Aqui segredos não são guardados e mentiras são o prato principal para um belo e podre Post... Aprecie com moderação... Pode dar indigestão!!!

    http://yourlifeuslife.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. AC, muito lindo o seu texto!! Quando você falou do sol, eu me senti elevada contigo! Senti um entusiasmo raiar dentro do meu peito, assim como um astro rei...

    Além disso, o seu texto me passou um caráter espiritual... o subir, o elevar-se acima dos erros, dos problemas, do orgulho, do ego. Parabéns!! Seu texto pode ser interpretado de forma poética e de forma espiritual também.

    A vida é um eterno escalar... rumo ao infinito!!

    Sobre o meu post, aquela música é muito linda, a sua letra é apaixonante... adoro ouvi-la e apreciar aquelas palavras de amor (palavras vindas de um famoso poeta brasileiro - Vinícius de Moraes - em parceria com um famoso compositor, muito respeitado aqui - Tom Jobim). Então, você ouviu uma das músicas mais gravadas e adoradas aqui no meu país!!! Logicamente aquela é apenas uma das várias versões que existem dela.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  29. prá lá das nuvens, ou para cá, tudo se resume à envolvência do abraço...

    ah... o abraço de horizontes infinitos...

    lindas as tuas palavras...


    beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  30. E sentimo-nos Deuses, porque nunca nos esqueceremos o que sentimos...Há um mundo mágico para lá das nuvens, para lá do horizonte....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  31. e um abraço por vezes tem mais força do que outras formas de carinho
    bj

    ResponderEliminar
  32. Olá Poeta...
    Lá no alto, cercada por um infinito de horizontes, acima de tudo ,e como se pudesse ainda tocar o céu.Com certeza uma sensação de liberdade a ser provada...
    brijos Néia

    ResponderEliminar
  33. AC
    Por vezes um simples abraço sem olhares, sem comentarios, sem interrogatórios, sim apenas um abraço diz tudo.
    Beijo

    ResponderEliminar
  34. AC, querido.
    Envolvente passear nos teus textos e sentir esse abraço só com a emoção das palavras.
    Encontro bonito, da minha intensidade e da tua transparência.
    Mergulho bom!

    Beijo,
    Fernanda!

    ResponderEliminar
  35. Agostinho,
    Bonito passeio pelo imaginário e a liberdade de fugir do nevoeiro até alcançar o sol radioso num horizonte mais vasto e mais abrangente.
    Um grande abraço, amigo.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  36. essa sensação para além nos eleva,

    abraço

    ResponderEliminar
  37. OLá meu amigo,

    Em cada curva do caminho, haverá sempre a espectativa de uma luz, mas é longa a virada, poeira, estrada, delineada e saltada sobre pedra, entre horizontes em desalinhos...
    Mas... ela está lá, pronta a espera de ser encontrada para o abraço, esse que se busca...

    Ps:Meu amigo AC,
    Estou em contagem regressiva. Poucas horas para o retorno a casa.
    Saudades desse patrimônio que juntos dividimos entre amigos...
    Obrigada pelo carinho

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  38. Só num lugar idílico como o que retratou e há-os, o sabor do abraço ganha a verdadeira consistência.
    Bjs!:)

    ResponderEliminar
  39. Que texto mais envolvente, AC... me senti abraçada... Adorei!

    ResponderEliminar
  40. 'fica a sensação de que tudo se resume à envolvência do abraço...'...isso vale todo o esforço p subir...

    ResponderEliminar
  41. Ah, eu também quero estar lá no alto, longe da pequenez e da falta do horizonte, com essa sensação que descreveste, a que tudo é a envolvência do abraço...

    Lindo, AC!
    Beijos...

    ResponderEliminar
  42. "Havia apenas os mapas da intuição, ali nada mais contava". Fiquei com esta frase a questionar. Qual a intenção de se criar mapas intuitivos, a vida do ser humano é tão curta, em nossos dias não se vive de intuição, As grandes questões existem para nos dar a sensação de que tudo se resume a envolvência do abraço.
    Suas prosas são sempre cheias de imagens, nos faz entrar nela e vivênciar os fatos.
    Abraço Agostinho,
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  43. AC, meu poeta amigo,
    Tocante entendimento do abraço, onde os chacras cardíacos unem-se em absurda energia trocada.
    O abraço é curativo, meu amigo querido.
    Abraço-te com toda força vital!
    Linda semana, bjssssssssss

    ResponderEliminar
  44. AC. Voltei pra te dá um abraço nesta segunda feira.
    com carinho sua amiga Monica

    ResponderEliminar
  45. Um belissimo paraiso de sonhos,,,onde a gente deita todos os bons sentimentos e se deixa abraçar pelos versos da natureza...uma otima semana pra ti amigo,,,abraços.

    ResponderEliminar
  46. Às vezes há que atravessar regiões nebulosas para se atingir a luz!

    ResponderEliminar
  47. Olá A.C.
    Sem palavras para descrever a beleza acima das nuvens...
    Deixo(me) ficar (n)a envolvência de um abraço!

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  48. AC,

    Texto maravilhoso que nos leva pra muito
    além das nuvens ...
    E o abraço se faz generoso , amplo e pleno.



    BjO!

    :0

    ResponderEliminar
  49. ESSA SENSAÇÃO É DAQUELAS "COISAS" RARAS NA VIDA... É SENTIR-SE ELEVADO...MAIS ACIMA,MAIS PERTO DO SAGRADO, DA NATUREZA...O SABOR DA VITÓRIA...E O TAL ABRAÇO PARA CULMINAR O ÊXITO DA CHEGADA...

    OBRIGADA PELAS MENSAGENS...

    BEIJO:)

    ResponderEliminar
  50. Eis aqui um grande poeta! Um texto é belíssimo e culmina com as grandes questões elevando-se, enquanto o que pequeno se dissove. Lindo, lindo, lindo!
    Beijos,

    ResponderEliminar
  51. Ah que saudade daqui!

    E que encontro com o pleno, com o descanso...

    Aqui tb deixo meu abraço!

    Beijo carinhso

    ResponderEliminar
  52. com uma paisagem dessa e um abraço, querer mais oq?

    ResponderEliminar
  53. Ahhh, querido AC!
    Te abraço (e olhos fechados e coração aberto)!
    Bjo e uma estrada de sorrisos e abraços.

    ResponderEliminar
  54. Amigo Ac
    Adorei este texto! Numa fase da minha vida, nada fácil,a comunhão que sentia com a natureza... bem lá no cimo da minha ilha... onde eu, as montanhas e as nuvens comunicávamos sem palavras... apenas o sentir e acreditar que nada do que me preocupava no momento fazia sentido perante tamanha grandiosidade... ajudou-me a entender a pequenez que sou!
    Tenho lembrado muito dessas nuvens, ou antes, do que estava para além delas...
    Abraço

    ResponderEliminar
  55. Emoções que apenas quem se envolve e enamora pela Natureza consegue sentir. E que boas são!!!

    Continue na descoberta.

    Abraço,
    Paulo

    ResponderEliminar
  56. trilhei contigo o caminho meu amigo...
    e me deliciei nos teus versos.
    beijos.

    ResponderEliminar
  57. AC,
    Belíssimo texto!
    Tenha uma semana cheia dedádivas,boas energias!
    bjs,
    Mari

    ResponderEliminar
  58. Era bem assim que eu me sentia no cume das montanhas de Poços de Caldas, tão diferente daqui, onde meus olhos só enxergam prédios...Quanta saudade.Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  59. ... e lá, no topo do mundo, pudeste tocar o céu com a mão..., um anjo abrigou-se no teu peito num abraço para sempre...
    beijo, AC

    mais logo passa no Mimos, tem um carinho para ti :)

    ResponderEliminar
  60. oieeeeeeeeeeeee
    amigooooooooooooooooo//

    -----------------
    "Eu gosto de delicadeza.
    Seja nos gestos, nas palavras, nas ações,
    no jeito de olhar, no dia-a-dia
    e até no que
    não é dito com palavras,
    mas fica no ar..."

    (Manuel Bandeira)

    ⊱✿✿ܓ
    bjsssssssssssssssssss//

    ResponderEliminar
  61. Que delícia de texto! onde fica esse paraíso? será que existe?
    Bjs

    ResponderEliminar
  62. Fechamos os olhos e estamos lá, envolvidos no abraço.
    Beijo

    ResponderEliminar
  63. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  64. AC

    Essa é a sensação única de encontrar o que, realmente, é essencial. E nunca mais, nada será com era antes!

    Com sempre, as suas palavras levam-me para a outra dimensão da vivência humana. O lugar onde tudo faz sentido e onde me sinto sempre, tão bem!

    Muito obrigada, também por isso!!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  65. No cume da montanha não há Mundo...é como morrer...

    BEIJOS!!!

    ResponderEliminar
  66. oiii amigo, sei que ando sumida. Com o fim do curso e estudando muito pra OAB fico sem tempo, mas depois da prova dou um jeito de aparecer, por enquanto, tem selinho pra vc lá no meu blog...

    bjuss

    ResponderEliminar
  67. Um belissimo dia pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  68. Agostinhamigo

    Se fosse preciso um exemplo para te dizer que escreves, se possível, cada vez melhor, que afinas todos os dias a pontaria, que és dono das palavras ocultas, este teu passo que transcrevo seria mais do que suficiente.

    "No cume, o sol esplendoroso é autêntica apoteose. O olhar, finalmente liberto, espraia-se em todas as direcções, e a sensação é a de estarmos numa ilha recôndita, acima das nuvens, qual Olimpo fora das preocupações terrenas. Os pequenos problemas diluem-se em nada, dando apenas lugar às grandes questões.
    Lá no alto, longe da pequenez da falta de horizontes, fica a sensação de que tudo se resume à envolvência do abraço..."

    Pois é, Amigão, persistes em escrever bem; muito bem; muitíssimo bem; muitérrimo bem. E mais não digo

    Abs

    .

    ResponderEliminar
  69. AC...Como sempre transportar todos pelas palavras.
    Boa semana a vc.

    ResponderEliminar
  70. Oi meu amigo,cheguei rs.
    Estava viajando.
    Caminho brilhante,lindo e suave de seguir.
    Parabéns,me admiro com sua escrita.
    Beijokas millll.

    ResponderEliminar
  71. Oi meu amigo,cheguei rs.
    Estava viajando.
    Caminho brilhante,lindo e suave de seguir.
    Parabéns,me admiro com sua escrita.
    Beijokas millll.

    ResponderEliminar
  72. .

    Seu texto nos envolve e faz viajar por entre horizontes e sentimentos...

    Caminho trilhado de esplendor, onde o 'sentir' passa a ser a essência de tudo.

    ... e onde tudo cabe num abraço.


    AC, você é um querido!

    Está tudo bem, sim. Obrigada!


    Te abraço forte!

    .
    .

    ResponderEliminar
  73. É na luz revelada que alcançamos a nossa verdadeira obscuridade ou, é na luz que penetra que verificamos que ainda lá permanecemos?

    Um abraço

    ResponderEliminar
  74. Que lnda descrição da paz e beleza que há para lá das nuvens!

    Lindíssimo!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  75. Quanto simbolismo concentrado nestas frases!
    Há caminhos verdadeiramente difíceis de percorrer. É mesmo necessário um "jipe" potente e um estômago forrado a betão :))

    Abraço!

    ResponderEliminar
  76. Hum!!!!!!!!!!!!! Delícia encontrar teu blog. Amei o escrito.

    ResponderEliminar
  77. Realmente, é sempre onde sempre imaginei que a Paz se encontrasse: acima das nuvens...
    Afinal, onde mais ela poderia estar? :)

    Te deixo um abraço sereno e amigo.

    Amo a sua escrita!

    Cid@

    ResponderEliminar
  78. Realmente é "onde sempre imaginei..."
    Desculpe o atropelo das palavras :)

    ResponderEliminar
  79. AC

    Sorte alcançar o final de mais um dia, e ler teu texto sereno, benéfico. Magia e encantamento. Delicadas emoções afloram...
    A solidão, tadinha, ficou envergonhada de estar tão doída, se desculpou, e foi deitar-se antes de mim!
    Um abraço carinhoso.
    Maysa

    ResponderEliminar
  80. Olá, AC!

    Valeu a pena a difícil caminhada rumo ao cimo, fugindo do nevoeiro e ao encontro do sol e luz que moram lá em cima. De lá, longe de tudo, tudo é então mais fácil de entender; tudo fará mais sentido...
    Lindamente escrito, como sempre.

    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  81. A liberdade da luz do sol
    Um bj querido amigo

    ResponderEliminar
  82. Essa a sensação que eu tenho de cada vez que vejo o por do sol: os pensamentos ficam algres, a noite trará descanso um novo dia irá começar ... kis .=)

    ResponderEliminar
  83. Arriscar tudo para olhar toda a beleza. Um belo texto.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  84. È na sombra que a luz é mais apetecível...e envolvente!Beijo.
    Graça

    ResponderEliminar
  85. Para chegar onde queremos temos que vencer primeiro as pedras do caminho e depois deliciar com a sensação que tudo vale a pena.
    bjs.

    ResponderEliminar
  86. a vertigem dos cumes. e dos horizontes largos!

    belo texto.
    abraços

    ResponderEliminar
  87. Arrasei né.
    Ando atacada por esses dias rsrsrsrsrsrs.
    Beijos Principe dos Poemas.

    ResponderEliminar
  88. show de bola, fiquei nas núvens com tanta poesia e imenso jogo de sentimentos.

    ResponderEliminar
  89. Sua escrita sempre me surpreende...
    Adoro le-lo....
    Ah! agradeço sua visita e comentário em meu blog
    Sempre muito carinhoso
    Fico muito feliz....

    Beijos no coração
    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  90. Ac o que sentiste quando estavas no alto é o que sinto quando estou no meio da natureza.
    Voltarei para continuar a ler-te, quem sabe consigo ler tudo o que escreveste enquanto estive ausente. Beijinhos

    ResponderEliminar
  91. Um abraço reconfortante a coroar um esforço prévio. Não acontece sempre, mas quando assim é aceita-se de bom-grado como uma justa recompensa...

    Um outro abraço :)

    ResponderEliminar
  92. Olá meu amigo!
    Retornando a casa, com cheiro ainda de mar e por tanto que naveguei, inspiro aos ventos o meu dom embevecido... expirando lentamente quão suspiros, as belezas destas terras neste meu coração sentido...

    Obrigada sempre pela tua presença amiga

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  93. um percurso difícil em meio a nevoeiro que termina com uma imensa felicidade.
    Um abraço envolvente faz esquecer o resto...
    Beijos

    ResponderEliminar
  94. AC, olá! De fato acima das nuvens tudo parece ficar mais leve. Ouve uma época em que eu adorava subir a serra. Era mágico! Acordar e ver a serração, tomar banho de cachoeira e no final do dia subir o mais alto possível e olhar as várzeas cobertas por nuvens! Dá-se a impressão de estar mais perto de Deus, ou de algo supremo. Excelente prosa, me fez viajar!

    ResponderEliminar
  95. Quem é você, tão distante, mas com sentimentos tão próximos aos meus? Escrever é mesmo essa loucura...

    ResponderEliminar
  96. É bom estar lá, onde moram todas as ideias, onde podemos nos aconchegar e ser verdadeiros.

    Abraços!

    ResponderEliminar
  97. Uma belissima quinta feira pra ti amigo,,,abraços.

    ResponderEliminar
  98. Que sentir maravilhoso meu querido!

    Quando estou em um momento assim, envolvida, parece que tudo ao meu redor some e fica apenas o sentir.

    Obrigada por teus carinho... adoro ter você nos meus espaços.

    beijos, beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  99. AC,

    Vim aqui pegar carona nas nuvens de teus versos ...


    Bjo e um Dia de Paz ...

    ResponderEliminar
  100. Quando mais queremos coisas que mal podemos segurar as mãos mais presos nos tornamos da monstruosa falta do tempo de nós mesmo, tudo se torna tão grande que já nem sabemos como respirar e o corpo adoece por acreditar que precisamos mais daquilo que nem tempo temos de saborear e é quando cansados que percebemos que tudo que temos não nós faz feliz e sim quando sentimos a sutil essência da vida que nós faz feliz então compreendemos o que é liberdade.
    E Viva a Natureza.
    AC, esta é uma boa sensação, enquanto lia revia cenas de estradas por onde andei.
    Bjnhos e dias cheios em SolMaior a vc.

    ResponderEliminar
  101. AC
    A leitura do seu texto, como sempre, agarrou-me transportando-me para memórias de outros identicos caminhos já percorridos anteriormente. No caso, associei à subida do Pico nos Açores. Também nele, lá no alto, longe da pequenez da falta de horizontes, fica a sensação de que tudo se resume à envolvência do abraço...

    Abraço amigo,
    MariaIvone

    ResponderEliminar
  102. AC, ao ver essa foto e ler teu texto magnífico, lembrei-me na mesma hora do romance que acabei de escrever, pois se passa, em parte, num lugar assim, envolto em bruma...escrevê-lo, para mim, foi como uma volta ao abraço de meus ancestrais portugueses...teu post me fez recordar isso, pois ao olhar para o passado, olhei para dentro de mim mesma. Lindo! bjs,

    ResponderEliminar
  103. Uma descrição feita por mão de mestre, com imagens muito felizes, num hino apoteótico às alturas. Da sua serra, Agostinho?


    Ps. Tenho andado com obras...Entende.
    Abraço forte

    ResponderEliminar
  104. Belo texto..
    Muito bom ler aqui

    beijoss e um fds maravilhoso.

    ResponderEliminar
  105. AC, passando para viajar um pouco mais em suas magicas palavras e te deixar beijos de boa noite.

    ResponderEliminar
  106. Eu também "lá" estive e... senti a "envolvência d(o)esse abraço: magia das alturas!
    Abraço

    ResponderEliminar
  107. Olá, AC
    vim dizer que deixei-lhe um selo em meu blog.
    ^^
    Beijos e uma linda noite.

    ResponderEliminar
  108. Agostinho,
    E com isto, avivou-se-me a saudade dos trilhos. Agora que, terminados os exames, tenho duas semanas de descanso, talvez me aventure. Pelos caminhos onde o abraço não é humano, mas cinge.

    Reconhecer-me-ia? :)

    ResponderEliminar
  109. Encontrar a luz ao fundo do túnel provoca, SEMPRE, uma sensação de felicidade única!
    Delicioso texto!

    Bom fim de semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  110. Um abraço que é síntese existencial a espraiar-se na vastidão descomprometida... gostei... [como sempre...]

    Um abraço

    ResponderEliminar
  111. AC,


    Passando pra te deixar um Abraço Grande
    e agradecer suas palavras sempre gentis ...


    BjO!

    :)

    ResponderEliminar
  112. Delícia de texto, AC! Como todos os seus, rumo ao aconchego, ao êxtase!
    Prazer enorme vir aqui, neste seu espaço de delicadezas e sutilezas!
    Beijo carinhoso!

    ResponderEliminar
  113. Nossa simplesmente perfeito adorei tudo o que aqui, vi!

    Espero que possa visitar meu blog, " Alma do Poeta"

    Um espaço simples com tudo o que a simplicidade puder cativar!

    Exlenete final de semana!

    ResponderEliminar
  114. MUITO OBRIGADA AC PELAS TUAS INTERVENÇÕES...SEMPRE BEM VINDAS!!! O QUE EXISTE PARA LÁ DAS NUVENS...DEPOIS DELAS,MAIS ALÉM?

    BEIJINHO GRANDE:)))

    ResponderEliminar
  115. AC ...NÃO TOCO VIOLA...SENÃO DESAFINAVA LITERALMENTE...CRESCI COM VONTADE DE SABER TOCAR PIANO...MAS POR RAZÕES VÁRIAS E AS CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA NÃO PERMITIRAM...NÃO SEI SE TENHO ALGUMA APTIDÃO...PROVAVELEMENTE NÃO TEREI...MAS ...

    BEIJO:)

    ResponderEliminar
  116. :) revi-me nestas palavras...conheço a sensação..que boa que é..brisas mansas para sì***

    ResponderEliminar
  117. acho que é mais do que uma sensação, é uma das poucas certezas da vida :)

    bom fim-de-semana!**

    ResponderEliminar
  118. Uma libertação, além de tudo.

    Abraço e obrigada pelos bons textos que você nos oferece.

    ResponderEliminar
  119. Com a sua licença, vou ter que permanecer mais tempo na sua casa AC
    tanto pra ler !! seus textos poéticos são generosos e me inspiram ...
    estou na expectativa que todos os pequenos problemas diluam-se ... e que possa correr pros abraços.
    obrigada pela boa presença , pela companhia calorosa
    deixo abraços

    ResponderEliminar
  120. Um belissimo sabado pra ti meu amigo...abraços fraternos.

    ResponderEliminar
  121. Uma descrição deslumbrante do caminho para se chegar ao que realmente é essencial, o aconchego de um abraço.

    abços

    ResponderEliminar
  122. Cade meu comentário?
    Eita,sumiu rs.
    Pois é meu querido,disponibilidade e mente fértil é o que eu mais tenho rs.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  123. Ah!!! Eu entendi,comentei na sua postagem anterior rs
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  124. Maravilhosos...
    Libertarmo-nos da monotonia, do círculo do rej´lógio(
    /tempo...soltar as amarras do medo...e deixarmo-nos embrenhar no sonho e na natureza...qee matavilha!
    parabéns.
    Bj

    ResponderEliminar
  125. Gostaria de convidá-lo a fazer parte do blog "cartas aos molhos". Sei que já o conhece. Um abraço blogueiro,

    ResponderEliminar