sábado, 28 de janeiro de 2012

TECELAGEM

.
António Tapadinhas, Biblioteca
.
.
.
Gostas de saber, gostas de perceber, gostas de mergulhar fundo mas, por ora, as palavras da tua caixa negra ainda são indomáveis. Não te conformas, ainda bem, e tentas, a pouco e pouco, filtrar o que te é possível.
As paredes quase nuas dessa interior construção são frias, sabem-te a pouco, e nada melhor que convocar teorias aconchegantes para as adornar. São esculturas inacabadas, em permanente reformulação, geradoras de cenários tentadores, cada vez mais credíveis. É a tua rede de protecção, que vais tecendo, cada vez mais, com maior perfeição.
Entretanto, sem te aperceberes, foste construindo amarras, doces amarras. E quando o vento, zangado com algo que só ele sabe, soprou com mais força, as paredes voltaram a despir-se.
Choraste, mas não paraste. Percebeste que o teu destino é um contínuo recomeço.
.
.
.

85 comentários:

  1. E o recomeço é generoso na medida que sempre nos oferece novas maneiras de rever situações antes postas como findas.
    Um grande bj querido amigo.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. É verdade, Rosa, mas, felizmente para nós, há sempre alguém disposto a fazê-lo.

      Eliminar
  3. Recomeçar às vezes cansa, como diz a Rosa, mas às vezes é uma necessidade.
    Outras, é um risco( que demora) a correr.

    A pintura escolhida é muito bonita.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Isabel, recomeçar é muitas vezes doloroso, mas não deixa de ser um abrir de portas. Seja lá o que isso for.

    ResponderEliminar
  5. O Vento o maravilhoso Vento, que trás e leva a prontidão da solicitação.
    Mas o Vento brando indica o Caminho e emerge a plena ordem da harmonia dos afectos.
    Sem o nu, com jubilo da flamejante natureza que é o Vento.
    Abrindo fronteiras e fechando-as, terminando com a voracidade das poéticas palavras matinais...
    E o Vento desvanece a levissima aragem, que passou como se fosse a vidente pulsão do destino.
    O destino recomeça nómado, tempo coalescente, filtrado com doces amarras, esculturas esculpidas, terminadas na perfeição, por gestos litigantaes.
    E o Vento assopra a jangada do entendimento e do perdão...

    ResponderEliminar
  6. O recomeço é por vezes inevitável, e, muitas vezes, algo que procuro, mesmo que não me bata à porta...
    Talvez porque seja, também eu, inconformada :)
    Gostei muito deste momento de leitura, parece falar de algumas palavras que se passeiam pela minha "caixa negra" ;)

    ResponderEliminar
  7. Tecelagem!
    O texto insere-se excelentemente naquilo que é tecelagem ou na noção que temos dela. Tecem-se sentimentos, tecem-se relações, amizades, tudo na ideia de que há um fio que vem da vertical e outro que vem da horizontal, entrelaçando-se os dois no seu objectivo comum...
    E quando o vento zangado sacudir estas teias, que elas tenham força suficiente para resistir e começar de novo.Haverá algumas lágrimas? Talvez, mas fazem parte da vida.

    Abraço, AC.

    Olinda

    ResponderEliminar
  8. E rezo para que continue a ser. Sempre recomeçar, pois nada é igual, como diz um antigo ditado rrom: "a gota não cai do céu no mesmo lugar da chuva de ontem, o fruto, sereno e desprotegido não doa suas frutas no mesmo braço de galho, portanto, recomece sempre do próximo degrau. Para cada dia um sol, para cada noite uma lua, se nem as criações mais primitivas se dão ao luxo de parar, não pare, creia na dádiva de renascer e para isso, precisas recomeçar, sempre."
    Abençoado sejam os seus recomeços, pois dele são feitas as águas.

    bjs das cozinheiras

    ResponderEliminar
  9. Maravilhoso post! abraços praianos,chica

    ResponderEliminar
  10. AC

    É bom quando lemos algo com o qual nos identificamos. O coração fica feliz.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Cada dia uma nova oportunidade...
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  12. O ser humano é mesmo um bicho curioso. Um abraço.

    ResponderEliminar
  13. Ac voce temrinou muito bem. Um continuo recomeço.
    Mas eu nao sei o que ando sentindo. Nao quero recomeçar nada.
    Estou numa canseira. Nao sei por que.
    com amizade e carinhod e Monica

    ResponderEliminar
  14. Temos que recomeçar a todo o instante, mas por
    vezes faltam as forças, é preciso lutar ainda
    mais.Beijinho e bom fim de semana.Irene

    ResponderEliminar
  15. Sempre um recomeçar...sempre uma tentativ d eir mais além...
    Um beijo em azul e bom fds

    ResponderEliminar
  16. Nunca se recomeça do zero.A parede que sustenta os adornos continua lá... o vento não levou.

    Belíssima construção poética.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Conheço um poeta que dizia "um galo só não tece uma manhã", pois, digo eu, uma parede onstruída
    por várias mãos torna-se mais resistente a vendavais e o recomeçar menos cansativo e desanimador, talvez...!?

    beijos :)

    ResponderEliminar
  18. As paredes hão-de ficar cobertas novamente é uma questão de tempo
    kias:=)

    ResponderEliminar
  19. Boa noite!

    recomeçar é vital!

    um abraço!

    ResponderEliminar
  20. AC querido amigo, quanta sensibilidade li nesse texto belo.Tua escrita é esse encanto, marca na gente feito tatuagem.

    Beijinho amado

    ResponderEliminar
  21. Uma descrição perfeita da nossa vida, do nosso viver..

    ResponderEliminar
  22. eis sísifo e prometeu a nos guiar,


    abraço

    ResponderEliminar
  23. AC, querido amigo-poeta, nossa voz parece estar em coro. O canto maior... a viagem, o eterno recomeço de uma vida nova.
    Adoro a tua tinta!
    As palavras de Assis são perfeitas
    Bj grande

    ResponderEliminar
  24. Oi, sábio amigo AC!
    As Moiras tecem o destino de cada um de nós, mas, às vezes, permite-nos transgredi-lo.
    O bom viver requer que sejamos constantemente Fênix, nem que seja para continuarmos o que somos.

    Parabéns pelo tirocínio!

    Abraços do amigo de além-mar e ótimo fim de semana para ti e família!

    ResponderEliminar
  25. E mais amarras foram sendo construidas...

    ResponderEliminar
  26. A vida é sempre o recomeço...
    De tudo - sonhos, desejos, paixões...Novas perspectivas, novos horizontes...
    As amarras estrangulam-nos no dia em que deixarmos de lutar.....
    Lindo....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  27. Às vezes as palavras não dizem nada e é melhor o silêncio... recomeço!
    Bj. :)

    ResponderEliminar
  28. Isto está qualquer coisa e de certeza que muita gente se revê um pouco nisto. Eu revi.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  29. Sentimentos doloridos, muitas vezes alojados no tempo que marcam pra sempre...abraços de boa semana pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  30. Oi querido, não posso deixar de contemplar o quanto é interessante ler os escritos da alma, diferentes dos escritos da razão. Nesses instantes de produção, aquele que escreve parece um mero instrumento que psicográfa o que a alma dita. E as palavras saem assim carregadas de significados tão íntimos que aos leitores cabem a tarefa de apoderar-se deles e transformá-los em seus. Um abraço grande, quente e bem apertado. Ficaria muito feliz se te reencontra-se em meu Blog. Adoro quando contribui para a minha compreensão dos conflitos que as vezes lanço por lá. beijão.

    ResponderEliminar
  31. Gostei muito deste texto, AC. Recomeçar é sempre um acto (ou um conjunto deles) que traduz esperança e crença. Se assim não for, tudo se desvanece. É-me inevitável citar o poeta:

    Recomeça
    Se puderes
    Sem angústia
    E sem pressa.
    E os passos que deres,
    Nesse caminho duro
    Do futuro
    Dá-os em liberdade.
    Enquanto não alcances
    Não descanses.
    De nenhum fruto queiras só metade.

    Um abraço e bom domingo, AC.

    ResponderEliminar
  32. não gosto muito de amarras, acredito que elas nos prende.
    tenha um lindo final de semana

    ResponderEliminar
  33. Meu amigo um vento bem forte quebrou esta semana as minhas amarras, irá levar tempo até conseguir sentir que estou novamente segura. Hoje venho especialmente para agradecer o seu carinho neste momento tão dificil da minha vida.
    Os AMIGOS são anjos, que nos iluminam com a sua luz ajudando-nos a encontrar o caminho no meio da escuridão.
    Muito obrigado pela sua amizade.
    Um beijo
    Maria

    ResponderEliminar
  34. Que outra solução há, não é? Magnífico conto!!!
    Beijinhos, bom domingo!
    Madalena

    ResponderEliminar
  35. Quase uma poética em que os rascunhos se duplicam num laborioso e continuo processo de aperfeiçoamento.

    Muito belo.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querido poeta...!

      Tudo é um recomeço na vida, eterna luta de muitas batlhas...! Me identifico, pessoalmente, mto com seus textos!

      Beijos carinhosos,
      Lindo final de domingo!

      Eliminar
  36. post bastante inspirador, AC, desde o título: tecelagem. foi a partir dele que eu titulei o meu último "tear ser".. tecer o ser. sinto-me acolhida pelo universo de tuas palavras.

    grande abraço!

    ResponderEliminar
  37. tecendo vida e recomeço..
    beijos querido ...
    uma linda semana.

    ResponderEliminar
  38. Passei pra te desejar um bom recomeço, sempre.

    zerafim

    ResponderEliminar
  39. Em nosso constante tecer dos dias, aproveitemos a oportunidade do eterno recomeçar.
    Lindas palavras, poéticas e profundamente tocantes.
    Beijos e ótima semana
    Valéria

    ResponderEliminar
  40. Penélope, fazendo e refazendo a teias...

    belíssimo.

    abraços

    ResponderEliminar
  41. Respostas
    1. e mãos hábeis são estas que urdem tão perfeitas palavras.
      beijinho de saudade

      Eliminar
  42. Que linda essa tua tecelagem!
    Amei, amei e...amei!!
    :)

    Tudo de bom nessa tua semana.
    Fique bem, fique com Deus.

    Beijos meus,

    Cid@

    ResponderEliminar
  43. Nem sempre o vento estará tão zangado. Às vezes ele até ajudará a secar as lágrimas e caminhará devagar e companheiro no recomeço...

    Lindo!
    Lindo!

    Beijos, querido AC.

    ResponderEliminar
  44. Parece resposta ao meu escritinhozinho embora anterior a ele.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  45. O recomeço é parte de nossas vidas, é assim mesmo.
    Um grande abraço.

    PS: Que bom que gostou do texto do Umbigo do Sonho.
    Disponha.

    ResponderEliminar
  46. Sim, sinto-me assim. Sempre começando, recomeçando, inventando, mudando...
    Queria encontrar meu lar. Ou somente um canto meu.
    Lindo texto.
    Super beijos,
    Fênix

    ResponderEliminar
  47. A.C. ,

    gosto de recomeços . É através deles que melhor aprendemos .
    E há seres vivos , os chamados animais [ porque também o somos ] e até os vegetais , que nos dão autênticas lições nesse sentido .
    Uma ave a refazer um ninho , uma aranha a concertar a teia , uma árvore , ginkgo , que renasce das cinzas em Hiroxima ...
    O seu belo texto , hoje , soltou -me um pouco mais ...

    Um beijo ,
    Maria

    ResponderEliminar
  48. "Percebeste que o teu destino é um contínuo recomeço."

    verdade!


    abraço. e obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recomeçar...
      Nem sempre é no refugio na Bondade.
      Recomeçar...
      Nem sempre em momentos implexos nas acções ou pensamentos de Benignidade.
      Recomeçar...
      Nem sempre é a tábua de Salvação do doce junco.
      Recomeçar...
      Nem sempre é um santoral de abraços nas asas Livres.
      Recomeçar...
      Nem sempre é um voo em imaginosa plenitude.
      Recomeçar...
      Nem sempre nos envolve em sonhos de Candelária.
      Contudo recomeçar é recomeçar e talvez nos liberte do fracasso de uma não continuidade e nos ajude a criar a ilusão de um novo recomeçar, polindo a areia de uma solidão...

      Eliminar
  49. Meu querido amigo

    Que esse recomeço seja o eternizar de instantes de que a vida se veste.
    Como sempre soberbas as tuas palavras.

    beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  50. Boa tarde prezado Amigo
    Venho lhe desejar uma linda semana coberta de muita paz e amor!
    Sua presença é muito importante em meu recanto, por esta razão veio lhe agradecer o seu carinho de sua amável visita sempre.
    Assim que poder acesse o link
    http://www.mariaalicecerqueira.com/2012/01/degustacao-do-livro-vida-nossa-de-cada.html
    e leia a degustação do meu próximo livro! Vida nossa de cada dia!
    Obrigada de todo o coração!
    Abraço fraterno

    Maria Alice

    ResponderEliminar
  51. "...Percebeste que o teu destino é um contínuo recomeço."

    Que lindo AC, me vejo exatamente assim.
    Tô voltando, estava com saudades daqui. =)

    Beejo.

    ResponderEliminar
  52. um recomeçar
    um desnudar...
    ser... em busca de sentidos

    abrazo serrano

    ResponderEliminar
  53. Boa tarde, AC. Recomeços são sempre necessários, reformulando valores e pensamentos.
    Vez em quando o recomeço é penoso e triste, em outras, vem com um aspecto de leveza e liberdade.
    Parabéns!
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderEliminar
  54. é como uma teia

    os fios cruzam-se e recomeça-se sempre, até que seja um pano soprado pelo vento

    paredes de livros, essas não se despem nunca

    um beijo, AC

    ResponderEliminar
  55. Gostei de te ver por lá...é uma forma de me chamar aqui...e eu gosto disso...:) e não desgasta muito andar sempre a tecer...a tecer...é que dá muito trabalho edificar e depois ...voltar a recomeçar ...uma vez ou duas...vá lá...muitas vezes cansa...digo eu...de qualquer forma desistir é que NÃO, NUNCA!!! Beijo:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recomeçar desgasta as palavras, desgasta os sentimentos.
      É uma repetição do verbo e repetir o verbo e voltar a repetir constantemente é rumo directo ao estéril da palavra.
      A palavra perde a alma,torna-se arida, seca, sem sentido...Diz-se porque se tem que dizer, banalmente, futilmente, libertinamente,ignobilmente...
      E uma terra cultivada muitas vezes cria a aridez dos solos...
      E o vazio...
      E nenhuma semente se edifica...nenhuma...

      Eliminar
  56. Isso mesmo, caro AC. "Um contínuo recomeço" na senda do futuro desejado. Há, pois, que persigui-lo! :)

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  57. São as amarras que nos impedem de recomeçar.Beijinhos

    ResponderEliminar
  58. Recomeços são necessários se bem que por vezes quando são muitos provocam desgaste...bom texto, como de costume
    Bjs

    ResponderEliminar
  59. É bem verdade AC, muitas vezes a vida é um contínuo recomeço e embora recomeçar canse, também rejuvenesce e faz crescer, :), sinal que estamos vivos e somos capazes de nos renovar e aprender.

    Beijos

    ResponderEliminar
  60. AC!

    As defesas, a vontade das novidades e os medos! As surpresas e as prisões q nos mesmo criamos e nos encarceramos!

    Lindo, amigo!

    Um beijo
    Saudade!!

    ResponderEliminar
  61. Basta acordar e mesmo que não se queira, a tecer nos pomos e a cada dia através de escolhas - certas? difíceis? erradas? diferentes?... - vamos nós - alegres, tristes,indiferentes ou cansados - recomeçando... recomeçando...

    ResponderEliminar
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  63. Construção laboriosa, esta, que vamos tecendo. Quando por vezes pensamos que desistir seria mais fácil que chorar, choramos, e, logo a seguir, de olhos lavados e alma renovada, juntarmos as pontas dos fios e continuamos a cobrir a pele de tudo o que ainda não tinhamos sequer imaginado.

    Lindíssimo e inspirador!

    Um beijinho, AC

    ResponderEliminar
  64. Olá

    vim agradecer o carinho.

    Todos os dias é um recomeço.

    Com alegria BJS.

    ResponderEliminar
  65. Boa tarde prezado Amigo
    Venho lhe desejar uma linda semana coberta de muita paz e amor!
    Sua presença é muito importante em meu recanto, por esta razão veio lhe agradecer o seu carinho de sua amável visita sempre.
    Assim que poder acesse o link
    http://www.mariaalicecerqueira.com/2012/01/degustacao-do-livro-vida-nossa-de-cada.html
    e leia a degustação do meu próximo livro! Vida nossa de cada dia!
    Obrigada de todo o coração!
    Abraço fraterno

    Maria Alice

    ResponderEliminar
  66. O lema é não desistir. Necessário se faz recomeçar, insistir, ousar... Um beijo, AC!

    ResponderEliminar
  67. Mesmo chorando é bom que não se páre, a vida é feita de recomeços contínuos, a cada amanhecer...

    Bom ler-te.
    beijos
    cvb

    ResponderEliminar
  68. Não posso de deixar de referir que a obra do António Tapadinhas é lindíssima!

    ResponderEliminar
  69. Recomeçar, sempre! É "o" desafio, de cada vez que parece o fim... não "o" sendo!
    Abraço
    Quicas

    ResponderEliminar
  70. Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  71. Em todo fim um recomeço. Não é fácil, mas é necessário.
    beijinhos

    ResponderEliminar