sábado, 26 de maio de 2012

RODOPIO EM SEMI-NOTA

.
Margarida Cepêda, Vigília e sono
.
.
.

Dentro de mim algo se debate, dentro de mim algo te reclama.
Não sei se a discreta música do vento no impelir das velas do moinho, se o apelo da terra, a sedução das estrelas, a tentação do aconchego no crepitar da fogueira. Pode ser tudo, poderá não ser nada. Sei apenas que dentro de mim algo revolteia, grita fundo, clamando por dias de sol. E que eles, quando chegam, me desafiam com dias de sede.
.
.
.

56 comentários:

  1. Algo inominável estará sempre presente dentro de nós, ora sereno, ora sedento, sangrando em
    nossas entranhas...!?


    beijo :)

    ResponderEliminar
  2. É isso tudo AC... e é talvez o amor :)

    ResponderEliminar
  3. e vamos nos dilacerando nos cruzamentos entre o ser e o não ser... nas bordas e no mais profundo de tudo.

    beijos, AC!

    ResponderEliminar
  4. Saber ouvir é um dom. Um grande bj querido amigo

    ResponderEliminar
  5. Aqui estou para ouvir o seu grito e para lhe dar água quando estiveres com sede.
    carisssimo tenhas um lindo final de semana.
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Esse dentro poderia ter o meu nome de tão perto que está de mim...
    beijoss

    ResponderEliminar
  7. Parece ser uma linda declaração de amor!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Bom amigo AC,
    Nosso interior, está sempre repleto de dúvidas e incertezas sobre nossos sentimentos e planos, mas, quando chegamos ao real, raramente sai conforme nosso intuito.
    Texto espetacular!

    Abraços do amigo de além-mar e ótimo fim de semana para ti e família.

    ResponderEliminar
  9. «entre o tudo e o nada»
    há sempre um oásis
    que sacia a sede...
    e refresca a alma.
    Muito bom AC... um beijinho e obrigada!Bfs

    ResponderEliminar
  10. Bom sinal. Bom sinal.
    O desassossego chega. Tarde ou cedo...

    ResponderEliminar
  11. Junto-me a ti AC, unimos nossa revolta, gritamos até que a voz nos doa, talvez esta nuvem cinzenta se afaste e dias solarentos possam nos aquecer expulsar nossos desassossegos.
    Bom Domingo meu amigo

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  12. Caro Agostinho,

    Uma imagem vale por mil palavras.Que rodopio de alma!

    Abraços,

    ResponderEliminar
  13. Poeta

    Queira o tempo ter um tempo mais...as esperas serem gestos...as ausências serem presenças...o sol romper o nevoeiro para encontrar o nosso eu perdido no outro lado de nós.
    Como sempre belo.

    beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  14. Na incerteza, o desejo de um sentimento maior. Próximo mas receado.
    Que a luz esteja no caminho.

    Abraço.

    (fantástica ilustração!)

    ResponderEliminar
  15. Busca de algo novo!
    Bom domingo abraço Lisette.

    ResponderEliminar
  16. Há sempre algo dentro de nós que reclama .
    É óptimo , pois significa que estamos atentos e vivos .

    Um beijo AC ,
    Maria

    ResponderEliminar
  17. E o Sol anda numa de "esconde e aparece"! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  18. ♫♫♪¸.•°`
    O ser humano é incompleto e um eterno insatisfeito.
    Bom domingo!
    Boa semana.
    Beijinhos.
    Brasil°º✿
    ¸¸.º°❤
    °º✿

    ResponderEliminar
  19. Nem sempre é fácil de (di)gerir, esse tal de desassossego. Ás vezes, mais vale ficar quietinho/a e esperar que passe :)))
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  20. Este é o género de poesia/prosa que mais gosto de ler. Breve, bela, sem rima. E quanto à mensagem... há sempre uma lareira dentro de nós que nos contempla a quietude e o colo, como há sempre um oceano vasto que nos puxa nos dias de mar...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. Inquietudes da alma em acordes do coração...abraços de bom domingo e uma bela semana pra ti meu amigo.

    ResponderEliminar
  22. esta sede que nenhum oásis sacia,


    abraço

    ResponderEliminar
  23. AC, fiquei contagiada por este teu rebuliço, esta inquietude que nasce no peito, aperta e quer fugir.
    Beijo

    ResponderEliminar
  24. semi nota não chega,

    mínima, que é metade de uma semibreve

    deixe-se desafiar

    um beijo, AC

    ResponderEliminar
  25. se algo se debate é porque há vida.

    e é tao bom viver1

    boa semana

    BEij

    ResponderEliminar
  26. E isso nos move, levando o ser humano além dele.

    Abraços Poeta e uma linda vida!

    ResponderEliminar
  27. Olá, AC!

    Maneira poética de descrever a falta que esse outro alguém nos faz; será...?

    Abraço amigo
    Vitor

    ResponderEliminar
  28. Olá, AC!

    Maneira poética de exprimir a falta que esse outro alguém nos faz...

    Abraço amigo
    Vitor

    ResponderEliminar
  29. Me encanta essa tua visceralidade. Pouco sentir não te combina contigo, os redemoinhos emocionais é que parecem correr pelas tuas veias poéticas, humanas, geniais.

    Beijos, querido.

    ResponderEliminar
  30. Quando as palavras brotam assim

    estamos perante poesia falada

    Belíssimo

    ResponderEliminar
  31. Que sede, AC! Daquelas securas que contamina e tudo que se quer é beber desta água. A poesia.
    Bj imenso, poeta querido

    ResponderEliminar
  32. Uma bela segunda feira pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  33. Vivemos com essa musicalidade no peito, a reclamar
    caminhos por onde seja possível ver a posição dos passos, tornar mais nítida a claridade dos olhos e beber... beber sempre, porque esta é uma sede que não se cala.

    É assim que o oiço, AC. É assim que me oiço também.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  34. É apenas amar...
    Mais profundo que o brilho das estrelas....
    É o coração que fala........
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  35. Nunca nos saciamos, sempre buscamos pela fonte.
    Beijo amigo!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  36. Dentro de mim há milhares de sentimentos que saciamos com letras e versos... Não sei o que há dentro de mim, sei apenas que pulsa algo maior que o coração.

    beijos

    ResponderEliminar
  37. O ser humanos é todo mistério, um turbilhão de sentimentos, de energias opostas...
    Saudades de te ler, poeta!
    Beijos

    ResponderEliminar
  38. Agostinhamigo

    Algo revolteia; ainda bem. Isto está a precisar de uma revolta.

    Abç

    ResponderEliminar
  39. Não sei o que há dentro de ti mas, parece-me que é vontade de umas belas férias, que tal'
    Bjs

    ResponderEliminar
  40. A.C.
    por vezes o que mais desejamos é o que mais nos instiga e provoca, assim são os desafios, assim é sentir-se vivo.
    Muito lindo!
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  41. Dentro de cada um existe um mundo a parte...
    Abraço Lisette

    ResponderEliminar
  42. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

    ResponderEliminar
  43. Luiza Maciel Nogueira30 de maio de 2012 às 16:02

    Que lindo AC, essa inquietação de sede e reboliços é uma presença tão bonita de se querer sempre mais - de querer transbordar...beijos e tenha ótimos dias!

    ResponderEliminar
  44. AC, direi apenas isso: MARAVILHOSO! Beijos!

    ResponderEliminar
  45. Não se sabe o porquê das carências, mas sabe-se o quanto ardem no rubor de um crepúsculo a tomar amanheceres.

    Sempre belo!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  46. Venham rapidamente esses dias de sol!

    ResponderEliminar
  47. A alma humana é cheia de contradições... É talvez um dos motores que nos faz avançar, à laia do vento que move os moinhos.
    Gostei muito deste texto, identifico-me com este estado de espírito, que por vezes experimento!
    Beijos

    ResponderEliminar
  48. Um dia de paz e poesia pra ti meu amigo..abraços.

    ResponderEliminar
  49. Identifico-me com este texto e só me apetece fazer minhas estas palavras :)

    Gostei muito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  50. porque o corpo tem sempre essa sede, e reclama sempre por essa outra metade....

    lindo isso...

    beijão

    ResponderEliminar
  51. Olá AC... hoje, é só para deixar um beijinho especial - à criança que todos nós guardamos na alma... tenha um feliz dia!

    ResponderEliminar
  52. Extravasar as vezes é bom, quem sabe com o por do Sol?

    ResponderEliminar
  53. Os dilemas, o sofrimento...tudo faz parte da condição humana. Belo. Bj

    ResponderEliminar
  54. Às vezes é assim...labaredas que nos consomem por dentro e devoram tudo!!! Que sofrimento!!! Chegará o momento da libertação!!! Espero que por esta altura tenha vindo a bonança à tua vida!!!

    Beijo:)

    ResponderEliminar