domingo, 14 de dezembro de 2014

RABISCOS DE NOVOS NATAIS

.
Hélio Cunha, Em Nome do Filho
.
.
Todos os dias se levantava à mesma hora. Deixava-se envolver pelo jacto de água fria, fazia a barba, preparava um café instantâneo e comia uma fatia de pão barrada com planta. Depois, cuidadosamente, pegava nos anúncios de jornal, já devidamente sublinhados, e mergulhava no purgatório, quantas vezes inferno, do lado negro da vida.
O seu currículo era ele próprio, o parco dinheiro não era NOS nem MEO, era seu. Medido ao cêntimo, diga-se, habituado que estava ao senhor Negaleva. Mas insistia.
Por mais que se esforçasse, por mais que sorrisse, a filosofia Negaleva parecia a verdade suprema, tatuada nos mil rostos da urbe, sonâmbulos sem qualquer causa, a não ser a sobrevivência. E, quase sem se dar conta, começou a soçobrar, a render-se a evidências, prescritas em receitas, por quem vive para lá do muro. A culpa era sua, diziam, e começava a acreditar.
Num fim de tarde, já quase sem fôlego, refugiou-se nas escadas dum qualquer centro comercial. Não via nada, não ouvia, apenas lhe batia à porta o desespero, a vontade de desistir. Ainda tentou esbracejar, invocando as palavras de Torga...
De seguro,
Posso apenas dizer que havia um muro
E que foi contra ele que arremeti
A vida inteira.
Não, nunca o contornei.
Nunca tentei
Ultrapassá-lo de qualquer maneira.
A honra era lutar
Sem esperança de vencer.
E lutei ferozmente noite e dia,
Apesar de saber
Que quanto mais lutava mais perdia
E mais funda sentia
A dor de me perder.
...mas a dor era demasiado funda, a dignidade esvaía-se.
De repente, rompendo as densas camadas de nevoeiro que o envolviam, uma voz delicada, despida de artifícios, fez-se ouvir:
- Mãe, aquele senhor parece perdido. Não vês?
As palavras podem ter múltiplas facetas, mil e um rostos, mas naquele momento, para ele, eram as palavras certas. Levantou-se, sorriu para o miúdo e piscou-lhe o olho. Depois, com gestos cuidados, sacudiu o pó das calças, ajeitou o casaco e seguiu. Tal como dizia o poeta, a honra era lutar, mesmo com pouca esperança de vencer.
.
.

54 comentários:

  1. Olá, AC!

    Drama dos nossos dias,este: Tempos amargos que não correm de feição para tanta gente,tal como para o protagonista deste triste viver aqui muito bem retratado.Que felizmente aqui termina num tom de esperança...

    Belo texto!

    Abraço e boa semana.
    Vitor

    ResponderEliminar
  2. "A honra é lutar, mesmo com pouca esperança de vencer"
    Gostei imenso de ler este mini conto:)))
    Obrigado AC.
    Deixo um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Precioso relato!
    Perseverança! Acreditar e não desistir!
    Tenha uma feliz semana!

    ResponderEliminar
  4. ·.✿✿ミ Bem escrito com toda a dramaticidade da vida moderna em que a maioria apenas sobrevive.

    ╭✿╯Bom domingo! Boa semana!
    ╰✿╮Beijinhos.° ·.

    ResponderEliminar
  5. Tão lindo, tão real... Importante é não se entregar, preserverar! bjs, chica

    ResponderEliminar
  6. Caro poeta, belas palavras. Mas cá entre nós muitas vezes a vontade de sentar e ficar olhando para o caminho que temos á percorrer é grande e muitas vezes desaminadora. Bjs

    ResponderEliminar
  7. A hora é de lutar. Mas será que ainda nos restam forças para isso?
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  8. Moderna ou antiga a vida apenas precisa ser vivida...
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  9. A honra é lutar... que texto mais perfeito que escrevestes...

    ResponderEliminar
  10. Maravilhoso texto, tão actual, infelizmente...no entanto há que ouvir a voz da intuição, ou seja a voz do nosso coração, que às vezes pode sair da boca de uma criança. Basta apenas estarmos atentos.
    Gostei muito!!!
    Festas Felizes....abraço meu....:)

    ResponderEliminar
  11. Dolorida e verdadeira a história do cotidiano de tantas dificuldades de um mundo fechado ao sentimento maior de paz e amor...um Natal sem esperança que de repente floresce em esperança nas palavras doces de um Menino...Jesus, talvez.
    Belo conto !

    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Comovente este conto tão real. Mas não está completamente perdido um homem que lembra um poema de Torga. Gostei muito.
    Um beijo e um BOM NATAL.

    ResponderEliminar
  13. o tempo,
    em seu decurso, em sua circunstância,
    tudo leva,
    de nós

    (e nós)
    perdemo-nos nas neblinas, nos nevoeiros, nos fogos cinzas
    renunciamos, sucumbimos, desistimos
    (à dor - afunda)

    "De seguro,
    Posso apenas dizer que havia um muro"

    Mas, por certo,
    há sempre uma incerta palavra
    que nos reconduz

    Abraço

    ResponderEliminar
  14. que seria do Natal sem o Milagre?

    e este, tão bem contado, e tão actual...

    forte abraço

    ResponderEliminar
  15. Lindo!
    Nada pior que o desespero à porta...
    Bom é renovar a esperança e ser quem devemos ser, de queixo erguido.

    ResponderEliminar
  16. Um dia seremos de novo crianças

    nos mastros mais altos

    ResponderEliminar
  17. Uma realidade. Infelizmente uma realidade dura para muitas pessoas. Umas sobrevivem, outras nem por isso. Outras ainda arrastam-se por ái perdidas para sempre. Não deixa de assustar. Mundo este que esconde um alado muito cruel.

    A honra é mesmo lutar. Levantar-se e seguir, com sorriso ou sem ele.

    Tenha uma óptima noite, AC :)

    ResponderEliminar
  18. Boa tarde, nesta data escreveu com toda a realidade que cai que nem uma luva, tudo o que parece nem sempre o é, vive-se fora da realidade social, vive-se como se tudo fosse digno do ser humano ou que só uma parte deste, tem o direito à exclusividade da dignidade.
    AG

    ResponderEliminar


  19. Bom restinho de semana!
    Beijinhos.
    ¸.•°♪♬✿╯

    ResponderEliminar
  20. Às vezes basta a voz de uma criança :)

    bjs

    ResponderEliminar
  21. lutar faz parte da vida, uns tem mais sorte ou méritos, outros precisam de grandes superações. vida tem seu lado negro sim, embora alguns insistam em negar. bjs
    http://caoticossemrumo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  22. Ac

    Lindo o que escreves que vem traduzir de forma, aparentemente diferente, o que escrevi no meu Poema "Ó GENTE"

    É o meu sentir traduzido em poesia

    E o teu sentir traduzido em prosa!

    Ambos tentamos alertar o mesmo problema,

    O retorno de um Natal
    Onde predomine o Amor
    Verdadeiro, sincero e real

    Em todo o Planeta Terra!

    Natal Feliz

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  23. Adorei.
    Desejo-te um Feliz Natal e um 2015 repleto de bons acontecimentos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Não é fácil lutar com pouca esperança de vencer...é uma luta feroz, frustrante e que pode conduzir a estados de alma doentios... e nem me refiro ao suicídio .... mas a cometer atentados contra si e contra os outros.

    AC, Feliz Natal ! :)

    ResponderEliminar
  25. A honra é lutar, mas às vezes a capacidade de luta vai afrouxando por falta de forças.
    O desemprego é uma condição de enorme vulnerabilidade. A voz de uma criança pode sacudir o desalento por momentos, mas dias sucessivos sem luz ao fundo do túnel é dose pesada.
    Muito bem introduzido o poema de Torga!
    Feliz Natal, AC.
    xx

    ResponderEliminar
  26. As crianças sabem e vêm melhor que nós , portanto , deixemos que a nossa interior nos guie , e por vezes nos salve .

    Um beijo AC ,
    Maria

    ResponderEliminar
  27. Uma beleza esta faceta de Natal.
    Obrigada pela escrita.
    Desejo um Feliz Natal.:))
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  28. Só deixo abraços: um de parabéns por este magnífico conto e outro porque o Natal está à porta,

    ResponderEliminar
  29. ⋯ ✰ ⋯
    ⋰ ⋮ ⋱

    O Natal está chegando... o amor, chamado Jesus, nos pede permissão para entregar toda a paz e felicidade que nos são destinadas.


    FELIZ NATAL!
    BOAS FESTAS!
    °。✿⊱。。

    ResponderEliminar
  30. Excelente texto (quase conto) que desenvolveste em dicotomia (com uma "adenda" bem encaixada do Torga): o abismo, a desesperança, a culpabilização ( que a hábil propaganda se encarrega de fazer chegar ao âmago, despersonalizando) e a força anímica que se (re)ergue para a luta, recuperando-se alguma dignidade.
    Neste caso foi a voz do menino e a sua frase "profética". Por isso, acredito que vale sempre a pena olhar para o outro...
    Bjo, AC :)

    ResponderEliminar
  31. Realmente não é fácil lutar!
    Mas não podemos desistir!
    Porque lá no final a sempre uma luz!
    Para a felicidade!!
    Agradeço a sua visita, e comentário.
    Feliz Natal! Pra você é sua família.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  32. Perdemo-nos tantas vezes ao longo da nossa caminhada pela vida. Um texto brilhante. Aproveito para desejar a si e a todos os seus familiares e amigos, um Feliz Natal, repleto de alegria, saúde, paz e amor.
    Beijinhos
    Maria e família

    ResponderEliminar
  33. O texto reflete que a vida nem sempre é fácil... o desafio é seguir sempre. Desejo um Natal de alegrias e um 2015 que venha para entrar para sua história como sendo especial! Um abraço, tudo de bom!

    ResponderEliminar
  34. O desafio necessário!
    Boas Festas , meu amigo, e obrigada pela presença.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  35. Há sempre que lutar, principalmente quando apetece desistir...!

    AC, venho desejar um Feliz Natal e um excelente 2015, com tudo de bom, quer a nível literário, como em todos os aspectos da vida!

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  36. AC... desejo a vc e aos seus um Natal de paz e um ano novo de prosperidade...

    ResponderEliminar
  37. Poeta , como sempre seus textos encantam e nos fazem refletir . Obrigada por partilhar e , também , por suas visitas ao meu espaço . Desejo a você e sua família um Natal abençoado e um novo ano de saúde e paz . Beijos

    ResponderEliminar
  38. Nossa as vezes uma frase nos toca tanto que o rumo da vida é mudado ali mesmo.
    Parabéns pelo belo escrito.
    Desejo a ti e td sua família boas festas!!!!

    ResponderEliminar
  39. Hoje venho desejar um Natal brilhante de alegria, iluminado de amor, cheio de harmonia e completo de Paz
    Beijinhos

    ೋღღೋ FELIZ NATAL ೋღღೋ

    ResponderEliminar
  40. Desejo-lhe um santo e feliz Natal com todos os que mais ama. Natal para mim é exatamente isso. Estar com os que mais amo. E essa é a única prenda de que não abdico.
    Um abraço e boas festas.

    ResponderEliminar
  41. Oi AC
    Um prazer ler um poema seu ,uma prosa _palavras tuas.
    Obrigada por partilhar e deixar que façamos parte das suas vivências e devaneios.
    Hoje quero deixar o tradicional Feliz Natal , certa que será um dia abençoado,
    Que 2015 continue nos brindando com seu talento poético,
    abraços

    ResponderEliminar
  42. Os anjos andam por aí, disfarçados, manifestando-se apenas quando não há outra solução, na voz de uma criança, no sorriso de um desconhecido, num abraço sentido...
    Amigo AC, passei para lhe desejar o mais doce dos Natais, com toda a família reunida. Aproveito para agradecer a sua amável presença n'O Berço ao longo do ano.
    Um abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
  43. Um final digno de um homem digno. Uma prosa que tanto diz sobre a realidade que nos cerca!

    Desejo-lhe um Feliz Natal e um bom Novo Ano .
    beijinho com amizade




    ResponderEliminar
  44. Agradecendo a amizade durante o ano, e antecipando já 2015, desejo.lhe Boas Festas e um Santo Natal!

    Abraço

    ResponderEliminar
  45. Meu querido amigo

    Que neste Natal a magia da criança que fomos esteja presente nos nossos corações...que não seja apenas uma comemoração de um dia, mas que se prolongue por todo o ano...unindo almas com o carinho de uma palavra...o calor de um abraço...a doçura de um sorriso.

    FELIZ NATAL junto de todos os que amas
    Um beijinho e obrigada pela amizade e carinho enquanto estive ausente.
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  46. Olá, AC!

    Já vem perto o Natal.Que possa ser ele uma quadra alegre e festiva junto daqueles de quem gosta, são os votos sinceros que aqui deixo:FELIZ NATAL!

    Um abraço
    Vitor

    ResponderEliminar
  47. Profundo! Recuei no tempo e revivi momentos com o meu pai, tempos duros e amargos, mas que ultimamente me cercam de novo.

    Feliz Natal, hoje e sempre. Tudo de bom para o meu amigo e aqueles que ama.

    Beijinho AC

    ResponderEliminar
  48. AC, voltei para renovar os Votos de um Natal sempre com soma de afectos, desejo extensível a todos os que te são mais próximos!
    Orgulho-me de ser tua amiga, ainda que virtual. Sei que és meu amigo e isso basta-me para me sentir feliz. Gosto muito que me leias e a tua opinião é sempre muito bem vinda e fundamental!
    Tudo de bom !
    Beijo

    ResponderEliminar


  49. O Natal é a data mais linda do ano...
    relembra que...
    o menino Jesus está no nosso coração...
    então a nossa esperança se renova!...

    ❊..(
    ✿.(,)
    ❊|::::|.☆¸.¤ª“˜¨
    ✿|::::|)/¸.¤ª“˜¨˜“¨
    ❊|::¸.¤ª“˜¨¨˜“¨
    ⋯ ✰ ⋯
    FELIZ NATAL!!!
    ✿╯BOAS FESTAS!!!
    ╰✿╮

    ResponderEliminar
  50. AC, te desejo um Natal maravilhoso e um próspero Ano Novo! Que em 2015 estejamos juntos na caminhada da blogosfera, tendo em comum fazer de nossos blogs uma forma de expressão e acolhimento. Abraço na alma
    http://caoticossemrumo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  51. Belíssimo texto de uma realidade tão presente. Acho que quase todos nós temos alguém por perto a viver este drama e deve ser vivido mesmo assim, com persistência e esperança, de outra forma não há vida.

    Espero que tenha tido um Natal Feliz AC,

    Quero desejar-lhe um Novo Ano cheio de esperança, porque como diz no texto acima a hora é de lutar e resistir.

    Beijo de saudade.

    Branca (Brancamar)


    ResponderEliminar
  52. ABRAÇO DE ANO NOVO COM VOTOS DE MUITA FELICIDADE.
    FELIZ ANO NOVO
    AG

    ResponderEliminar
  53. Mais uma vez, nos brindas com algo tão bem escrito e projetado a Torga.
    A escrita é uma estranha e bela amante.
    Um próspero 2015 repleto de tudo aquilo que almejas.

    http://diogo-mar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  54. AC, mais uma vez deixou-me a pensar. O que fazer com o muro, derrubá-lo ou viver com ele?
    Beijinhos, bom sábado e feliz ano novo!

    ResponderEliminar