sábado, 5 de maio de 2012

NAVEGAR À VISTA A DESENHAR HORIZONTES

.
Hélio Cunha, O anjo e a musa diante das ruínas da Europa
.
.
.
- Gosto do teu jeito de sorrir, gosto do teu jeito de amainar tempestades. Mas, haja o que houver, o horizonte é sempre horizonte, o seu apelo será sempre irresistível. E ainda bem. É dessa massa que somos feitos, é essa capacidade de olhar que nos fará, sempre, ultrapassar qualquer tormenta.
- E o crescer das plantas? E o aroma das flores? Não gostas dessa harmonia?
- Claro, mas, se fosse apenas isso, ela esgotava-se em si mesma. A lição da harmonia surge a cada canto, mas o que a determina tem longos braços. Tão longos, tão susceptíveis, que a sua amplitude continua por determinar.
- Mas há muitos exemplos de gente que conseguiu alcançar a harmonia…
- As tuas palavras estão certas. Há muitos exemplos de harmonia, é verdade, mas todos eles são individuais. Eu falo de uma outra ideia, a harmonia colectiva.
- Espera lá! Mas não é o somatório das atitudes individuais que faz o colectivo?
- Essa é uma velha questão, para a qual não tenho resposta. Sinto apenas que as flores têm que ter o aroma das flores, as águias precisam de voar alto, as marés não se fazem por decreto. Mas só consegue ser sensível a isso quem não sentir a falta duma tigela de arroz.
- Creio que te entendo. Gostarias que, em tempo de trevas, houvesse a perspectiva duma qualquer luz. Mas para todos.
- Esse teu navegar alegra-me, pois estamos todos no mesmo barco. Difícil é que, apesar das naturais diferenças, todos o façam na mesma direcção.
- Difícil tarefa, essa!
- Tremenda, pois ninguém quer prescindir da sua forma de respirar, ainda por cima quando todos os ventos parecem soprar em direcção contrária. Mas o teu sorriso faz milagres, sabias? Anda cá. Hoje é hoje, amanhã será um novo dia.
.
.
.

66 comentários:

  1. A tua doçura me encanta querido amigo. Bons ventos sempre me trazem por aqui e a harmonia sempre acalma o meu coração. Um grande bj e bom final de semana.

    ResponderEliminar
  2. Uma reflexão linda sobre o sentido e interacção do colectivo e do individual...

    ResponderEliminar
  3. Harmonia, harmonias!...
    O Todo (colectivo) é sempre maior do que a soma das partes, mas o individualismo implica uma certa dose de marginalidade que divide, enfraquece e põe em causa a organização/harmonia das sociedades ocidentais.
    Mais um tema interessante abordado de uma forma muito particular.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem verdade, Lídia.
      Já eu, na harmonia, preciso de me conectar aos elementos da natureza.

      Eliminar
  4. Amanhã será um novo dia! Essa é a resposta que contém o que a gente sempre espera...mas, nem sempre acontece.

    Constantemente há ventos na direção contrária...

    Beijo, querido AC.

    ResponderEliminar
  5. Deixar as preocupações do amanhã para o dia de amanhã e viver o momento presente (enxergar e sentir o sorriso - lindo!) para atravessar a tormenta.

    Um final de semana de muitos sorrisos, AC!

    :)

    ResponderEliminar
  6. Há pessoas especiais que tem o dom mesmo de amainar tempestades tanto em si mesmas quanto nos outros e que me levam a crer que a harmonia é só uma questão de generosidade e de um enfrentamento consciente da realidade. Compreendo essa equação individualmente, mas confesso não consigo imaginar como alcançar isso de forma coletiva.
    Teus temas são sempre complexos e importantes mas sempre abordados de forma poética e delicada.
    Beijokas e saudades.

    ResponderEliminar
  7. Caro Ac,io spero che il traduttore abbia tradotto bene!Sarebbe bello un'armonia per tutto e per tutti!Ma non è una cosa automatica:è una conquista in mezzo ad una realtà che in sè è sempre complessa!Io sono in armonia quando dipingo per esempio e poi cerco di rimanerci in altre situazioni.Ho patologìe che con quest'armonìa sono in antitesi eppure la ricerca di una armonioso equilibrio mi salva ogni giorno!Grazie per queste riflessioni,il tuo blog è speciale!

    ResponderEliminar
  8. Em boa hora cheguei aqui, para respirar um pouco de esperança. Em harmonia.
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. AC meu amigo
    Que doçura que encontra em armonizar uma tempestade que faz os barcos estarem encalhados, não no coletivo, como se pode ver existem alguns a navegar e, bem no alto mar.
    Bom domingo

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Há sempre uma brisa suave que nos acalma...
    Faz que a respiração se torne mais suave e o olhar mais doce....
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  11. Sempre quando venho aqui, saio um pouco mais leve do que quando entrei. Você fala para a alma A.C. e isso é muito bonito e especial. Grande beijo!

    ResponderEliminar
  12. Questões complexas num diálogo surpreendente,
    (e levamos um sorriso de alma).
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  13. Amanhã...quantas coisas pode acontecer!
    Esperar sempre pelo melhor, que com fé há de vencer!
    Maravilhosa postagem!]beijos
    Mariangela

    ResponderEliminar
  14. º°❤ Olá, amigo!
    °º✿

    Concordo contigo.
    Onde falta uma tigela de arroz não pode haver harmonia.
    Boa semana!
    Beijinhos.
    Brasil

    ¸.•°`♥✿⊱╮
    °º✿ ¸.•°`

    ResponderEliminar
  15. Um belo desenhar de horizontes coloridos de amor aos olhares...abraços fraternos de boa semana pra ti amigo.

    ResponderEliminar
  16. eis-me argonauta nestas palavras, navego, navego sem ontem, nem amanhã. basta-me este presente que o vento inflama à vela,




    abraço

    ResponderEliminar
  17. sempre horizontes de palavras a ler e reler querido ..
    beijos de carinho.

    ResponderEliminar
  18. hoje quero somente desenhar o horizonte e lhe desejar um belo final de domingo e uma ótima semana.
    bjs

    ResponderEliminar
  19. Este texto também se poderia intitular "utopia". Mas esta também tem o seu sentido.

    Um abraço e boa semana!

    ResponderEliminar
  20. AC,
    Há sempre "o respirar"...

    Harmonia? Só na Natureza é que ela existe sem esperas, sem medos, sem ordem, sem ordens. Só ela é que entende o seu verdadeiro significado, tudo o resto são palavras...

    Bj.

    ResponderEliminar
  21. embarco nas tuas palavras, com o horizonte no olhar, longe, longe, longe

    beijinho

    ResponderEliminar
  22. gosto desse otimismo utópico, dessas levezas, desses desejos...

    beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  23. O seu texto poético sempre nos leva a uma reflexão filosófica que nunca consigo comentar de pronto.mas encontrei no meu caderno de anotações algo que recolhi há um tempo quando li Jung :" A vida sempre se me afigura uma planta que extrai sua vitalidade do rizoma; a vida propriamente dita não é visível, pois jaz no rizoma.O que se torna visível sobre a terra dura só um verão, depois fenece...aparição efÊmera.
    Quando se pensa no futuro e no desparecimento infinito da vida e das culturas não podemos nos furtar a uma impressão de total futilidade, mas nunca perdi o sentimento de perenidade da vida sob a eterna mudança.O que vemos é a floração - e ela desaparece.
    Mas o rizoma persiste"
    Pode não ser tão romântico quando pensamos individualmente, mas me parece profundo na cconcepção mais profunda da vida, o que nos leva também à concepção do coletivo como excperiência da humanidade.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  24. Agostinhamigo

    No mesmo barco, com os mesmos remos, na mesma direcção? Seria bom. Mas, quando? Entretanto, cruzamos os braços, à espera do nada. Sinto-me miserável, humilhado, desgostado, ofendido. O amanhã não o vislumbro, mas ainda não desisti. Penso que continuo vivo; sei lá se...

    Texto exemplar o teu, como sempre, mas, valha-nos o estar muitíssimo bem escrito. Hoje e agora não é, definitivamente, o meu dia.

    Abç

    PS - Quero voltar para... Goa.

    ResponderEliminar
  25. Hoje é hoje é preciso viver este dia com toda a intensidade. O futuro não existe. Ou se existe é efémero.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  26. Linda prosa poética, AC!
    Porque às vezes os horizontes estão me nós mesmos, de forma atemporal, além do espaço e geografia.
    Agradeço a sua visita, e vim conhecer seu trabalho, e gostei um tanto.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderEliminar
  27. Difícil, porque todos precisamos do nosso canto para respirar... E porque por vezes é difícil entender o respirar do outro...

    ResponderEliminar
  28. Eu acredito no milagre de um sorriso, belíssimo texto. Um sorriso pra você, uma semana repleta de amor, fica com DEUS. Um abraço!

    ResponderEliminar
  29. A.C,

    faz tempo que não venho aos blogs, mas agora procuro retomar a leitura dos que gosto e lembrei de como a tua escrita me agrada e faz sentir satisfação. Naveguei da tua embarcação hoje e achei o texto bom demais. Valeu a viagem em prosa!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  30. E é esta esperança de um novo dia que traz alento ao nosso "respirar". Muito bom!Abraços.

    ResponderEliminar
  31. Um horiznte replet de sonhos, abraço Lisette.

    ResponderEliminar
  32. "Anda cá, hoje é hoje amanhã será um novo dia" encanta-me a alma, adormece-me nas palavras e fico com vontade de aceitar isto para mim...

    Obrigado pelas palavras e pela amizade :)

    ResponderEliminar
  33. O ideal de paz coletiva será sempre uma utopia, porque os homens possuem egos e com os egos, as tempestades que os levam aos naufrágios, a perderem-se dos horizontes maiores, já a natureza, esta existe apenas.
    Belíssima prosa, meu tão querido amigo
    Bj grande

    ResponderEliminar
  34. Uma bela segunda feira pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  35. Sorrisos que fazem milagres, que lindo, belo e tocante *.*

    Beijos!

    ResponderEliminar
  36. "A lição da harmonia surge a cada canto, mas o que a determina tem longos braços"...

    perfeito, meu caro.

    anda cá,
    para um longo abraço

    ResponderEliminar
  37. do que fala

    é de um acorde perfeito, três ou mais notas executadas em simultâneo
    partindo da nota mais grave e assim lido de baixo para cima

    as nossas vozes são instrumentos melódicos, daí o desafio em alcançar a harmonia, só o faremos como diz,

    no mesmo barco e na mesma direção

    um beijo, AC

    ResponderEliminar
  38. AC, além do horizonte existe sempre um outro horizonte...e outro...e outro..Belíssimo texto meu amigo. Parabéns. Um grande abraço, Suzana.

    ResponderEliminar
  39. Bom, para se refletir!
    Mas vivamos o agora, sem esquecer que o horizonte está alí, à vista...

    Um abraço,
    da Lúcia

    ResponderEliminar
  40. Eu também acho AC, que tudo tem que ser reinventado, há um caminho por encontrar, diferente de todos os outros...

    Agora vou ler o post e volto já, :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  41. Muito bela esta reflexão em forma de diálogo, que tem muito a ver com o que dissemos atràs entre blogues. A procura colectiva de um novo caminho em harmonia, ou na construção de uma harmonia menos individualista.

    Beijos, AC.
    Branca

    ResponderEliminar
  42. Que leveza nas palavras.
    A calma transborda por aqui.
    Beijos.

    http://meeninamulheer.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  43. Olá, AC...como sempre, sábias palavras...que fazem um apelo à reflexão! A harmonia individual já é difícil de alcançar...então, a colectiva, apresenta-se como um desafio inquietante...sobretudo nos tempos que correm...
    Obrigada pela amizade e pelo carinho! BJS!

    ResponderEliminar
  44. Sem dúvida um texto que leva a uma reflexão cada vez mais urgente.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  45. Que lindo!!!Sempre fazes refletir de um ou outro modo! Lindo e sem dúvida, sempre há um novo dia a nascer! abraços,chica

    ResponderEliminar
  46. Querido amigo, gosto muito de sua maneira incomum de dizer as coisas... Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  47. Porque hoje passei por cá...como tantas outras vezes...mas hoje deixo Bjs dos Alpes e levo mais conhecimento!

    ResponderEliminar
  48. Uma mãe é uma pessoa que ao ver que só ficam quatro bocados de torta de chocolate tendo cinco pessoas,
    é a primeira em dizer que nunca gostou de chocolate.
    Às vezes, as palavras se perdem na expressão da palavra Mãe.
    Nenhum dicionário definirá a magia do seu significado e,
    em todos os idiomas, traduz o mesmo sentimento:
    Ser mãe. No decorrer dessa semana só levarei mensagem do dia das mães.
    A você mãezinha que viaja comigo meu eterno carinho e agradecimento.
    Ser mãe é graça e benção por isso essa semana será só nossa.
    Mães de todo esse mundo . Feliz dia das mães. Dia das mães é todos os Dias.

    ResponderEliminar
  49. Amanhã há sempre novo navegar e há que o aproveitar!
    Fabuloso, AC!
    Beijinhos e um bom dia!
    Madalena

    ResponderEliminar
  50. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  51. sim, amanhã é outro dia. outro amanhecer!

    uma ternura de texto.

    a foto muito bem escolhida.

    beij

    ResponderEliminar
  52. ...existe sempre um amanhã...
    melhor que seja com esta doçura...

    Beijo
    Sónia

    ResponderEliminar
  53. Uma luz para todos...eis o que os teus textos são! Bj

    ResponderEliminar
  54. tão bonita a luz para todos, como o sol indomável.

    sempre nos levando a bons sentimentos e boas reflexões..

    "É dessa massa que somos feitos, é essa capacidade de olhar que nos fará, sempre, ultrapassar qualquer tormenta."

    um abraço!!

    ResponderEliminar
  55. Bonito e natural, um texto que termina muito verdadeiro.

    Beijo, AC.

    ResponderEliminar
  56. A formula mágica ... Um dia atrás do outro e com crença no porvir .

    Um beijo AC ,
    Maria

    ResponderEliminar
  57. Hoje é hoje, amanhã será um novo dia!
    Nem mais!
    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  58. Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  59. Tão bonito este texto! Li e voltei a ler

    "Mas não é o somatório das atitudes individuais que faz o colectivo?"
    Pois é, acredito que a consciência colectiva pode mudar o mundo.

    ResponderEliminar
  60. Respiro torto, penso torto, caminho torto, mas ainda assim acho que estou certa rsrs
    Que belo conto!
    Quantos talentos você têm!! :)
    Beijoss

    ResponderEliminar
  61. Muito gostei deste texto, com uma positividade tranquila e um crer no futuro apaziguador. Abraço
    Leonor

    ResponderEliminar
  62. Adoro o início e adoro o fim...e não deixo de adorar o meio! És excelente!!!!

    Beijo:)

    ResponderEliminar
  63. Perceber que fazemos parte de uma unidade e que ela será tanto mais harmoniosa quanto maior for a nossa consciência disso, não é fácil. Não é nada fácil.
    Mas é por aí que o horizonte se desenha...

    Um abraço

    ResponderEliminar