sexta-feira, 9 de junho de 2017

CRÓNICA QUASE CANINA

.
Fotografia de AC em modo desfocado
.
.
Fim de tarde, quase lusco-fusco. Os verdes competiam entre si, qual deles o mais maduro, embalados pelo canto da passarada. De repente, por entre adornos de folhas... a cor. O que era aquilo que, de repente, prendia as atenções? Um pêssego? Um damasco?
O Lucky, que rondava por ali, virou costas à curiosidade, sem qualquer latido, máximo sinal de desprezo. Por ali não havia ossos, apenas um desajeitado de câmara na mão.
.
.

21 comentários:

  1. rssssssssss...Ficou ótima a foto e a crônica...Adorei! abraços,chica

    ResponderEliminar
  2. A Natureza não se cansa de surpreender. Não identifico o fruto e penso que o facto nada tem a ver com o "desfocado" da câmara. Quando ao Lucky, é compreensível o seu desinteresse. Soubesse ler e haveria de gostar! :)

    bj.

    Lídia

    ResponderEliminar
  3. O amigo AC deixa-nos um enigma.
    O Lucky na sua imensa sabedoria terá dito para si:
    - Deixai-os engordar!
    A dúvida que se põe é se estava a referir-se à passarada (seu menu preferido) ou aos bichinhos a crescer no maduro fruto.
    Quanto ao damasco, sabendo que o seu destino é ser comido, nem bole: tanto lhe faz, larvas, passarada ou homem...
    Os verdes, esses, nem suspeitam.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Que fez uma bela foto. Um fruto tão rosadinho que faz crescer água na boca.
    Um abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. Gostei deste registo gracioso :)
    O Damasco tem um aspecto delicioso. Espero que o tenha colhido :)
    Beijo com estima e amizade.

    ResponderEliminar
  6. Hmmm, já tive cãezinhos que amavam frutas...

    Tenha uma ótima semana!

    ResponderEliminar
  7. E qual é a curiosidade? Se é damasco ou pêssego, não o soube o "sortudo" nem o sei eu...mas tu? Não acredito!!!

    Um beijinho, A.C. :)

    ResponderEliminar
  8. A curiosidade prende a atenção e por outro lado o desprezo nega a curiosidade. Será? Beijo

    ResponderEliminar
  9. Podes ser tudo mas "desajeitado" é que não porque o "damasco" foi apetecível:)

    Outro Lucky? :)) ainda ontem levei um ossito para ele e outro para a estouvada da Zara heheheheh

    Beijos e um bom domingo

    ResponderEliminar
  10. Lucky não é vegetariano está mais que visto :)
    Ainda hoje andei de volta da árvore de Mamãe, apanhei três damascos maduros, gosto tanto e da cor a sobressair do verde também. Boa noite AC

    ResponderEliminar
  11. Serão albrechas (parecidas com os pêssegos) ?
    Texto bem saboroso!
    Beijo, AC.

    ResponderEliminar
  12. As vezes é com surpresa que se descobre cor no meio dos verdes.
    (Não sei se hei-de ter inveja da indiferença do cão...)

    ResponderEliminar
  13. Parece um alperce.
    Que são tão saborosos como o texto.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  14. Há cães que gostam de fruta. Uma crónica linda como sempre...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  15. Acho este desfoque intencional :)
    O canito tem gostos mais refinados:)

    beijinho

    ResponderEliminar
  16. Bela foto, sem dúvida. E o cão, mesmo sem ossos, sente-se bem certamente na paisagem e gosta do dono.
    beijinho

    ResponderEliminar
  17. A beleza está nos olhos de quem a vê... Assim como o interesse pelo desconhecido depende de sua vontade e... de sua fome. Aliás o mundo e o que nos cerca encontra-se no limite de nossa existência. Ou não?

    ResponderEliminar
  18. " um desajeitado de câmara na mão. " , mas que faz belas fotos , e esta é um exemplo .
    Entretanto , O Lucky, não vira costas ... já tinha visto ... os nossos amigos de quatro patos olham , muito mais rapidamente , a natureza .

    Um forte abraço AC ,
    Maria

    ResponderEliminar
  19. Mais um post delicioso... Texto e imagem perfeitos... mesmo com esse desfocado... que nos nos faz olhar para as coisas... mais profundamente, do que apenas para os seus contornos...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar