sábado, 2 de abril de 2016

OLHARES

.
Foto de AC
.
.
Há algo, no olhar, que revela muito da essência de cada um. Não é o olhar das imagens de cinema, quando aquele actor, ou actriz, pega em nós e nos transporta para determinado contexto, determinada situação, com a qual tendemos a identificar-nos. Não, não é isso, deixemos os ícones de fora. Estou a referir-me ao olhar livre, com espontânea ligação à alma, em que, de repente, nem que seja por um só instante, conseguimos alhear-nos das amarras, das convenções, em que a roupagem é um empecilho. Nessas alturas, únicas, em que permitimos que a nudez nos inunde, fora de qualquer ideologia, a vida ganha outras cores, outra configuração. E, deixem que vos diga, é no cultivar destas pequenas conquistas que, lentamente, e por mais que o mundo se agite, a serenidade fica cada vez mais perto.
.
.

37 comentários:

  1. Sim , Ac . Você nos fala do olhar poético aquele que nos faz meditar e sentir a beleza da vida .
    Adorei o texto e a foto , como sempre .
    Beijos e bom final de semana .

    ResponderEliminar
  2. Sempre ouvi dizer que o olhar é o espelho da alma. Gostei!

    ResponderEliminar
  3. Olá, AC.
    É olhar com alma.
    Há quem não lhe dê importância, por julgá-lo um "sentido menor", há quem não viva sem ele.
    Bonita postagem.

    Bom fim-de-semana.
    bj amg

    ResponderEliminar
  4. um olhar diferente como são diferentes as coisas ou as pessoas que olhamos.

    ResponderEliminar
  5. Que bela prosa poética, fala do olhar e da essência da alma das gentes.
    O olhar tem uma expressão e um diálogo único e exclusivo, que qualquer palavra escrita ou verbalizada fica aquém de acompanhar.
    Por norma movimento-me bem neste tipo de diálogo, para lhe ser franca, é a forma de comunicação com a qual mais me identifico.
    Mas neste meio virtual, temos que nos resignar aos olhares poéticos transmitidos através de textos magníficos como este, e através de imagens fotográficas que testemunham um olhar.
    Fica um beijinho e votos de um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. O olhar da Criança que enxerga tudo pela primeira vez...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Compreendo profundamente. Nesta apreciação da
    serenidade, os nossos olhares se encontram, Poeta Zen!

    A beleza deste olhar se encontra na poética e
    na foto luminosa de serenidade...

    Sempre tão luminoso aqui, o olhar fica!...

    ResponderEliminar
  8. E foi a olhar que vi um sentimento muito profundo neste texto e uma belissima imagem.

    Beijinho com carinho AC

    ResponderEliminar
  9. Adorei o post!
    Deixo-lhe um 'olhar' :) beijinhos
    http://mariasentidos.blogspot.pt/2011/01/sentidos.html

    ResponderEliminar
  10. Talvez ache estranho, mas acho que este tipo de olhar não é exclusividade dos humanos: tive um cãozinho que tinha um olhar assim...

    ResponderEliminar
  11. Um dia eu me enganei com um olhar, achei que era terno e de uma boa pessoa, infelizmente tem pessoas que se escondem bem!

    Bjs

    ResponderEliminar
  12. ~~~
    Existem momentos, em que o olhar espelha a alma, contudo
    são raros, sim, por andarmos tão condicionados...

    A bela foto desperta olhares admirativos e enlevados e a
    poesia destes textos é sempre um suave bálsamo.

    ~~~ Beijinhos amigos, AC. ~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  13. Que a nudez nos inunde e nos transborde de serenidade e leveza, AC. Que assim seja!
    :)

    ResponderEliminar
  14. Sim esse " olhar livre, com espontânea ligação à alma " e que nos provoca anseios de Ser , é bom e esperançoso .
    Mas , há sempre um mas , quem consiga pará -lo , escondê -lo ,torná -lo fugidio .
    São os feridos na alma .


    Sensibilizou -me o comentário da amiga Marta Iansen . E digo - lhe que não existe estranheza nenhuma nisso . Os nossos amigos de quatro patas têm alma e sentimentos , muitas vezes mais nobres que os humanos .

    Um beijo AC , e desculpe ocupar o seu o espaço , fugindo um tanto ao assunto do seu óptimo texto . Tenha uma boa semana ,
    Maria

    ResponderEliminar
  15. Fascinam-me os olhares. Os que vêm diretamente da alma, sem filtros, sem camuflagens e que tantas vezes contradizem as palavras. Esses sim, são os verdadeiros. Beijinho AC

    ResponderEliminar
  16. É imperioso o olhar abrangente que leva parte da alma nele.
    Um abraço e uma boa saúde

    ResponderEliminar
  17. Um olhar com que partilhamos cumplicidades ou procuramos uma margem no horizonte à altura das emoções...
    Um belíssimo texto!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. "os olhos são espelho da alma", concordo.
    mas a voz, complementa - julgo

    belo texto

    abraço

    ResponderEliminar
  19. Quando convergentes num tom há harmonia, em tom maior, p.e., dó mi sol, ou o menor relativo, lá mi dó.
    Da serenidade do canavial modelado ao vento faça-se uma flauta para encantar alvoroços e corrupções.
    Bela peça, AC.

    ResponderEliminar
  20. Olhares que nos dizem tanto. Que nos acariciam e nos abraçam. E nos fazem sentir amadas. Sim, olhares de puro amor.

    Gostei muito
    Bj

    ResponderEliminar
  21. Se os olhos são o espelho da alma, deixemos que eles falem com verdade...e que haja sempre alguém, quem os queira/saiba ouvir e entender, AC!

    Um beijinho, um olhar e um sorriso! :)

    ResponderEliminar
  22. O olhar pode dizer muito mais que tantas palavras... Pela luz dos olhos teus

    "Quero a luz dos olhos meus na luz dos olhos teus sem mais la ra ra ra"

    Beijo (que linda fotografia!!!)

    ResponderEliminar
  23. Os olhos são o espelho da alma, não é?
    Boa semana

    ResponderEliminar
  24. "Os olhos são o espelho da alma" ou aproveitar os instantes sublimes...que escasseiam.
    A foto é lindíssima!
    bjinho :)

    ResponderEliminar
  25. O olhar é a alma debruçada à janela, na luz branca da manhã.

    Um beijinho, AC

    ResponderEliminar
  26. Sem dúvida, AC! Mas nem sempre as pessoas têm a coragem de desarmar o olhar :)
    Beijinhos, boa semana!

    ResponderEliminar
  27. Nesse Universo, carregado de agitações, poder sentir um olhar livre que nos toque a alma sem nada a pedir, tem se tornado cada vez mais raro...

    ResponderEliminar
  28. Completamente de acordo, amigo. Não sou capaz de estar a falar com as pessoas e não as olhar, assim como detesto que estejam a falar comigo e que desviem o olhar. Manter o olhar é uma forma de estar em sintonia; mas também é verdade que, esta forma de agir, só se vai alcançando com a maturidade que, em princípio, acompanha a serenidade.
    Olhar olhos nos olhos é uma forma de amar...
    Muito bom, como sempre.
    Bjo, AC :)

    ResponderEliminar
  29. Sem dúvida! O olhar que vem da alma... e que procura ver a verdadeira essência das coisas!...
    Também é assim que eu gosto de olhar, sempre que possível... e ver... para além do óbvio, as coisas, as pessoas, e os lugares!...
    Um belíssimo olhar, por aqui... brilhantemente traduzido, em imagens e palavras...
    Beijinho! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  30. E como sinto este eco que se afunda cada vez com mais premência dentro dos dias que vão minando a paz interior! O grandioso já o é por natureza.O sublime está em conseguir ver por entre o canavial algo que ilumine esta dádiva simples: VER.
    Que bem AC!
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  31. Ter o dom de olhar para além do óbvio não é para qualquer um.
    Um beijinho e um bom fim de semana


    ResponderEliminar
  32. Foto e texto...EXCELENTES e não consigo dizer mais nada!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  33. Olá, Ac, como vai? Que lindo escrito... tenho a característica de me mostrar muito pelos olhos, justamente porque não gosto de viver dentro de convenções formalidades ou hipocrisias.
    e descobri que quanto mais vivemos perto do que somos realmente, melhor vivemos, porque mesmo que estejamos tristes, permanecemos serenos por não precisar desempenhar um papel. Viver na mentira rouba o sentimento essencial de vida.
    Abraços!

    ResponderEliminar
  34. o olhar e as emoções... muito bem definidas.
    a serenidade em todo o seu esplendor.
    gostei!
    :)

    ResponderEliminar